Category: Atletismo

Balanço à data, da Missão Portuguesa nos Jogos Olimpicos ! 29-07-12

Balanço à data, da “Missão Portuguesa” nos Jogos Olimpicos !

Começo por citar o Presidente do Comité Olímpico de Portugal, Vicente Moura. “Desde o inicio dos Jogos Olímpicos da era moderna, esta é de longe a delegação portuguesa mais bem preparada”

 Vamos a Balanço? Claramente negativo.

 Não se compreendem a maioria das prestações até ao momento. Perder com um adversário que está 109 lugares abaixo no ranking mundial. Um nadador que fica a 5 seg (CINCO) da sua marca pessoal é muito mau. Os Jogos Olímpicos são um evento de superação. Infelizmente, para os Portugueses raramente isso acontece e, mesmo quando são favoritos os resultados estão à vista.

Devia haver pelo menos fasquia minima para a prestação dos atletas!!!…já que não há máxima!!!!

A desculpabilidade total em qualquer circunstãncia nunca é caminho para o progresso.

Em Portugal, falta uma cultura de exigência. De ambição. De querer ser melhor. A grande maioria dos atletas nacionais vai aos JO e isso já é uma grande vitória. Resultados, não são precisos. É pena, pois para os atletas de outros países, muitos com pouquíssimas condições, os Jogos são, de facto, um momento de superação, onde obtêm resultados extraordinários e muito acima daquilo que julgavam ser possível. O problema do nosso país são as “palmadinhas nas costas”. O “boa, parabéns!”, mesmo quando os resultados ficam muito áquem do esperado. Eu quero que o meu país tenha ambição de ser melhor, que lute por vitórias e que não fique feliz apenas por participar. Apoio incondicionalmente TODOS os atletas portugueses, mas não tenho medo de dizer que os resultados são maus, quando efectivamente o são.

Os resultados de um atleta de alta competição têm muito, mas mesmo muito a ver com a exigência que o atleta tem consigo próprio. Seja em que área for, só conseguiremos ser melhores se tivermos, realmente, essa ambição. Se nos limitarmos a ficar contentes com resultados medíocres, então jamais melhoraremos. Não entendo este “medo” que tantos portugueses têm da crítica. A crítica só ajuda a melhorar, a obter melhores resultados. No desporto, como na vida.

Não entendo o receio de se dizer o que está à vista de todos. Não entendo as críticas que por aqui vão sendo feitas a quem alerta para os resultados obtidos até agora. Balanço à data, Rui Costa, Pedro Fraga e Nuno Mendes (Remo) Parabéns. Muito boas prestações, sendo que o Pedro Fraga e o Nuno Mendes, ainda estão aí para a luta ao terem para já passado às meias finais. Muito bem !!! Lei (Ténis de Mesa) João Costa (Tiro) e Manuel Campos (Ginástica) , voto de louvor, cumpriram e no caso do Manuel superou-se. O resto? Medíocre. Quando houver coragem de se dizer isto, e mudar o estado de coisas, talvez se chegue a algum lado.

Não me venham falar que tenho discurso de “bota abaixo” apoio incondicionalmente quem dignifique neste caso.

Aqui fica o destaque (DE LONGE) do BENFICA POWER

Pedro Fraga e Nuno Mendes no Remo. Condições? Menores que a grande maioria dos seus colegas de delegação. Diferença? Mentalidade ganhadora !!!

Siga o BENFICA POWER no Facebook

 

 

 

Parabéns Luís Gonçalves ! Campeão europeu nos 400 metros T12 nos Europeus de Atletismo.

O português Luís Gonçalves sagrou-se, esta quarta-feira, campeão europeu nos 400 metros T12 nos Europeus de Atletismo para atletas com deficiência que estão a decorrer em Stadskanall, na Holanda, conquistando a primeira medalha de ouro da seleção nacional.

Luís Gonçalves, que já detinha os títulos de campeão mundial e vice-campeão olímpico dos 400 metros T12 (categoria de deficiência visual), conquistou agora o título europeu na distância com um tempo de 50,83 segundos.

A medalha do novo campeão da Europa não foi, no entanto, a única alcançada por Portugal. Na mesma corrida, Rodolfo Alves arrecadou a medalha de prata, subindo ao segundo lugar do pódio com um tempo de 53,62 segundos.

A estas vitórias juntou-se a boa prestação de Lenine Cunha na quarta jornada do torneio, que lhe valeu uma medalha de prata na prova de salto em comprimento F20 (categoria de deficiência intelectual) com uma marca de 6,58 metros.

Terminado o quarto dia de competição, a Rússia vai à frente no que respeita ao quadro de medalhas, com um total de 61, 24 das quais de ouro. Portugal surge em 20ª posição com seis medalhas: uma de ouro, duas de prata e três de bronze.

O Campeonato da Europa de Atletismo promovido pelo Comité Paralímpico Internacional (IPC) conta com 22 atletas portugueses nas classes 11/12/13 (deficiência visual), 20 (deficiência intelectual), 38 (paralisia cerebral) e 46 (deficiência física).

Eis o Benfica ! Nascemos para ser Campeões !

Três semanas depois de vencermos o Campeonato Nacional de Basquetebol, uma semana depois de nos tornarmos BI Campeões masculinos em Atletismo, de nos voltarmos a tornar Campeões Nacionais de Hóquei em Patins, título ganho dentro de campo e com todo o mérito. O 22º Título da nossa História, vencemos numa emocionante final o Título de Campeão Nacional de Futsal. A somar a toda esta glória, os títulos de Basquetebol em Sub-16 e Sub-18.

O Benfica é isto, a Mística é isto e não passa apenas pelo Futebol Sénior, onde apenas não fomos Campeões pelos vários motivos que todos conhecemos.

Ano após ano, as nossas modalidade estão cada vez mais pujantes à imagem da grandeza do Glorioso Sport Lisboa e Benfica.

É justo lembrar que em todo este processo a Direcção do Sport Lisboa e Benfica tem uma grande quota parte de mérito nestas conquistas. A uma primeira tentativa de voltarmos a ser o 1º Clube igualmente nas modalidades, jogamos contra adversários, contra arbitragens  e Federações, não tivemos o retorno que todos gostaríamos, ainda assim, sem nunca desistir, a organização, apoio tanto de Direcção como de todos nós adeptos e contra tudo e contra todos aqui estamos de forma orgulhosa a poder apresentar esta imagem.

Que não se baixe a guarda, porque os ataques ainda irão ser maiores, que se mantenha esta garra, de Dirigentes, Atletas e Adeptos.

Parabéns a TODOS

 

Espanhol trabalha em Varsóvia e é Benfiquista

Rodrigo Carvalho é espanhol, de Málaga, trabalha em Varsóvia e é um adepto ferrenho do Benfica. Sabe de cor os hinos do clube e os cânticos dos jogadores. O SAPO Desporto encontrou-o nas ruas de Varsóvia e Rodrigo insistiu em gravar os cânticos para partilhar com o mundo.

Preocupado com os reforços para a próxima época, Rodrigo Carvalho mostra-se ansioso por saber novidades das transferências do clube que diz ter no coração.

Leo Messi vai finalmente re encontrar o seu irmão gémeo (separados á nascença)

Palavras de Luís Filipe Vieira – O presidente de todos os Portugueses

«É minha ambição combinar experiência e juventude» – Luís Filipe Vieira

Luís Filipe Vieira deixou, esta terça-feira, mensagem de confiança e otimismo aos atletas de todos os escalões de formação das várias modalidades do Benfica.

«Espero, dentro em breve, poder ver muitos destes jovens atletas a competir nas nossas equipas profissionais. É minha ambição combinar nos próximos anos a experiência e a juventude, e começar a poder aproveitar todo o trabalho que os nossos escalões de formação têm vindo a desenvolver», disse o presidente dos encarnados no encontro com os jovens atletas do clube, no Pavilhão da Luz.

«As modalidades fazem parte da história do Sport Lisboa e Benfica e todo o esforço que fizemos durante os últimos anos vai continuar. O trabalho que temos vindo a fazer nos escalões de formação das várias modalidades é algo de que me orgulho e, tenho a certeza, começará a dar frutos muito em breve», vaticinou, sublinhando: «O trabalho desenvolvido tem melhorado as capacidades dos atletas, formando jovens que poderão aspirar a fazer parte dos nossos planteis profissionais num futuro muito próximo».

Luís Filipe Vieira frisou que «os resultados só podem aparecer e durar quando são estruturados e quando os seus alicerces são sólidos».

«É assim que temos vindo a trabalhar nas modalidades, todas – a nível profissional – com capacidade para discutir os respetivos títulos nacionais, todas com uma boa organização a nível da formação que tem sabido evoluir de ano para ano, todas vítimas, no passado, de uma gestão danosa que durante anos ameaçou a sua existência», lembrou, congratulando-se com o facto de o Benfica ter «mais de oito mil atletas» em todas as modalidades e escalões etários, «número impressionante» que constitui motivo de orgulho e que «dá a real dimensão do trabalho produzido».

«Assumimos aqui não apenas o papel do Sport Lisboa e Benfica, mas também o papel do Estado. O que investimos na formação é um serviço que prestamos a milhares de jovens e respetivas famílias que, se não fosse por esta via, não teriam acesso ao desporto. Este é um papel que na maior parte das vezes o Estado beneficia e não reconhece. Mesmo assim vamos continuar a trabalhar da mesma forma que até aqui fizemos», declarou, realçando que «a força do Benfica está no coletivo, na capacidade e na força de todas as equipas, sejam elas da formação ou da competição, sejam elas das modalidades ou do futebol».

Rafaela Almeida vence Corrida Caldas das Taipas

Rafaela Almeida vence 7ª Corrida Caldas das Taipas

A atleta do Sport Lisboa e Benfica, Rafaela Almeida, somou no domingo, dia 10 de Junho, mais uma vitória na presente temporada desportiva.

A prova feminina teve na benfiquista Rafaela Almeida a vencedora, com o tempo de 35′.21”. Uma vitória folgada, , ficando à frente de Elizabete Lopes, atleta do Maratona, e de Bárbara Ferreira, do SC Braga, respectivamente.

Parabéns Rafaela Almeida ! 

 

 

Bicampeões nacionais de Atletismo!

“A equipa masculina de Atletismo do Sport Lisboa e Benfica sagrou-se, este domingo, dia 10 de Junho, bicampeã nacional. No segundo dia de competição, o Clube da Luz assegurou o título.

O Benfica conseguiu assim, pelo segundo ano consecutivo, cumprir o objectivo e renovou o título nacional ao Ar Livre. Na prova dos 110 metros barreiras, Rasul Dabó alcançou o primeiro lugar com 13s62. Já nos 400 metros barreiras, Jorge Paula foi superior ao adversário, alcançando o primeiro lugar com 50s88.

No Salto em Altura, Paulo Gonçalves, ficou igualmente na primeira posição, com 2m12.

O atleta “encarnado” Miguel Moreira também deixou a sua marca na competição, atingindo a primeira posição nos 800 metros com 1m52s45.

No Lançamento do Disco, foi Marco Fortes quem se evidenciou, ficando em primeiro lugar com 50m18. Marcos Caldeira afirmou-se no Triplo Salto, conseguindo o primeiro posto com 16m84.

Nos 3.000 metros obstáculos, o Benfica continuou superior e, desta vez, foi Alberto Paulo que conquistou a primeira posição com 8m46s02.

Na estafeta 4×400 metros masculinos, o tempo de 3m15s04 deu a vitória aos benfiquistas.

Nos 200 metros, Arnaldo Abrantes ficou com o segundo lugar com 21s38. Já, nos 3000 metros, Rui Pinto foi o segundo classificado com 8m46s04. Já António Vital e Silva acabou na segunda posição do Lançamento do Martelo, com 65m69.

Na classificação geral, o Benfica acabou no primeiro lugar com 154 pontos, seguido do Sporting (144) e da Juventude Vidigalense (94), respectivamente.

Referir que o Campeonato Nacional de Clubes ao Ar Livre decorreu nos dias 9 e 10 de Junho, no Estádio Universitário, em Lisboa. ” in benfica.pt

Nélson Évora acende chama olímpica

“Nélson Évora teve esta segunda-feira a seu cargo o acender da chama olímpica, que marca o início da Semana Olímpica no Estádio Nacional.

Passando pelas mãos de todos os atletas, e na presença do Presidente do Comité Olímpico, Vicente Moura, a chama terminou nas mãos do atleta do Benfica, que, por lesão, não vai estar presente em Londres2012.

O evento, que já se realiza há quatro anos, irá decorrer entre 26 de maio e 3 de junho no complexo desportivo do Jamor, reunindo mais de seis mil estudantes do 1º ao 3º ciclos.” in sapo.pt

PORTUGAL SAGRA-SE CAMPEÃO DO MUNDO DE ATLETISMO DE SÍNDROME DE DOWN

E nós continuamos sem ver a comunicação social dar valor e divulgar este excelente acontecimento.

Nuns campeonatos elogiados pela excelente organização e disputados em Angra do Heroísmo, nos Açores, a seleção portuguesa sagrou-se campeã do mundo de atletismo Síndrome de Down. As provas desenrolaram-se durante três dias, naquela que é uma prova da afirmação do atletismo na deficiência intelectual.

 PARABÉNS CAMPEÕES

BENFICA – Noticias 2012 – 05 – 23

XVII Gala dos Globos de Ouro, Revelação do Ano é do SL Benfica!

XVII Gala dos Globos de Ouro, Revelação do Ano é do SL Benfica!

Vamos todos votar no Nélson Oliveira!

Liga para o 760 300 504

 

BENFICA – Noticias pela manhã

Nélson Oliveira consta na lista de renovações do Benfica. O jovem avançado, que entrou nas contas de Paulo Bento para o Europeu, a disputar na Polónia e Ucrânia, vai ser premiado pela afirmação com a camisola benfiquista e deverá ver o seu contrato revisto nos próximos dias, ainda antes da prova.

Nélson Oliveira termina o vínculo com as águias em 2014 e Luís Filipe Vieira pretende blindá-lo do interesse cada vez mais crescente de poderosos clubes europeus, aumentando a sua cláusula de rescisão, fixada em 30 milhões de euros.

Rodrigo Também vai renovar.

A renovação de Rodrigo vai ficar concluída esta semana. A revisão do contrato do avançado estava prevista há longos meses, mas Benfica e jogador decidiram adiar para o final da temporada as negociações. Terminada a época, as partes vão então finalizar o acordo, pelo que Luís Filipe Vieira e Adalberto Machado, pai e empresário do avançado, têm agendada para esta semana uma reunião para acertar todos os pormenores do novo vínculo. Em cima da mesa está um aumento salarial, ao que vai corresponder naturalmente a subida da cláusula de rescisão – está fixada em 30 milhões de euros, mas o clube da Luz pretende subi-la para 40 milhões -, de forma a blindar o atleta do interesse de clubes como Manchester United, Arsenal, Inter, Roma ou… Real Madrid. E o acerto dos últimos pormenores pode passar até por uma extensão do vínculo do atleta. Rodrigo termina contrato em 2015, mas pode estender a ligação por mais um ano.

A época do Benfica termina hoje com um treino matinal no Seixal e logo após a sessão de trabalho Rodrigo entra oficialmente de férias. Porém, se o avançado abandona de imediato a capital portuguesa, o seu pai e agente vai continuar em Lisboa para garantir o prémio prometido a Rodrigo, que pretende também ver revisto no salário o peso que entretanto ganhou na equipa.

Se o estatuto de Rodrigo mudou muito em Portugal, também em Espanha a sua reputação tem subido. De tal forma que é presença praticamente assegurada nos Jogos Olímpicos, que se realizam em Londres entre 25 de julho e 11 de agosto. E apesar de isso condicionar a sua presença na pré-época das águias, já há quem vaticine uma nova época em grande para o avançado. “O balanço deste ano, o primeiro em que jogou ao mais alto nível, é claramente positivo. 16 golos é um excelente registo. Mas para o ano vai ser ainda melhor. Podem esperar ainda melhores exibições e mais golos. Vai explodir”, defende Alejandro Menendez, treinador de Rodrigo nas camadas jovens do Celta e no Castilla.

“É óbvio que ainda tem de amadurecer, mas acredito que ainda vai ganhar maior peso na equipa no próximo ano. O que fez este ano permite esperar por grandes feitos. Até porque ainda tem grande margem de progressão. E o Real Madrid já está atento”, frisa, sublinhando que o desempenho do avançado “surpreendeu”. “Todos lhe reconhecem qualidade, mas afirmar-se assim, não é fácil. Baixou um pouco no fim, mas a falta de jogos na época anterior também pode ter pesado”, realça, avisando: “Agora precisa de ganhar mais consistência, crescer a nível físico e melhorar o pé direito e o jogo de cabeça. Isso vem com o tempo e aí será uma referência a nível internacional.”

Caballero sob pressão

O Benfica tem tudo acordado com Mauro Caballero e precisa agora de acertar detalhes com o Libertad – o que fará subindo em breve a parada, depois de ver recusada a primeira proposta – para finalizar o negócio. Porém, o clube da Luz sabe que pode estar obrigado a acelerar o processo. Isto porque depois de anunciado o interesse de Real Madrid e Barcelona no atleta, de 17 anos, os gigantes espanhóis já iniciaram mesmo contactos exploratórios com o Libertad. “Houve algumas aproximações via telefone de agentes mandatados por Real Madrid e Barcelona para saber quais as condições do jogador”, assume, Carlos Guggiari, vice-presidente do emblema paraguaio, esclarecendo, porém, que “o Benfica está para já na frente”. “É verdade que recusámos a primeira oferta, mas com ajustes podemos fechar o acordo”, frisa o dirigente, reconhecendo que o jogador – que amanhã pode defrontar, na Taça Libertadores, o Universidad do Chile, onde joga Matías Rodríguez, outro alvo do Benfica – “está ansioso”.

                                  Melgarejo foi chamado pelo Paraguai

Lorenzo Melgarejo faz parte do leque de opções de Fracisco Arce e deve mesmo ser titular, segundo a imprensa local, a par de Nelson Haedo. O jovem avançado esteve cedido ao Paços de Ferreira durante a época 2011/12 e deve integrar o plantel do Benfica na próxima temporada.

Fábio

Amanhã é o dia D para o empréstimo de Fábio.

Faltam pouco mais de 24 horas para que fique decidida a cedência de Fábio ao Benfica. O empresário do internacional brasileiro, é na reunião de amanhã com os dirigentes do Manchester United que o empréstimo aos encarnados ficará fechado. “Ainda não há nada em concreto. Na reunião que vou ter na quarta-feira [amanhã] com os dirigentes do Manchester é que vamos decidir o futuro do Fábio”, assumiu Cassiano Pereira, agente do lateral, enquanto preparava a mala para viajar para Londres, onde terá lugar o encontro com os responsáveis do gigante inglês.

Para já, Fábio ainda não pensa à Benfica. “Só a partir de quarta-feira é que poderá vir a pensar”, indicou Cassiano, dando a entender que o negócio está mesmo em vias de ficar selado. Referenciado pelos encarnados há alguns meses – defrontou mesmo o Benfica em ambos os jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões -, Fábio pode jogar em ambos os flancos, embora no United costume atuar preferencialmente pela direita. No caso de se transferir para a Luz, os planos encarnados apontam para a sua utilização à esquerda, sendo certo que a sua polivalência é muito apreciada por Jorge Jesus.

O nome do defesa canarinho surgiu inicialmente inserido numa eventual transferência de Nico Gaitán para Old Trafford, mas agora até poderá já não estar ligado à concretização do negócio do extremo argentino. Fábio é desejado na Luz independentemente do curso que as negociações por Gaitán levarem, e nem um eventual fracasso na transferência do camisola 20 para o Manchester United fará o empréstimo do lateral cair.

                                   Felipe Menezes riscado pelo seu técnico

Com o empréstimo, o segundo consecutivo, a expirar, foram já várias as ocasiões em que Felipe Menezes manifestou o seu desejo de continuar ao serviço do Botafogo, rejeitando o regresso ao Benfica, que o contratou na época 2009/10. Contudo, o seu futuro no emblema carioca pode estar comprometido, uma vez que o seu treinador, Oswaldo de Oliveira, já terá informado os seus dirigentes de que não conta com o médio-ofensivo. Desde o início do ano, Felipe Menezes alinhou em 15 jogos, apenas nove como titular.

Roberto

O antigo guarda redes do Benfica está no onze ideal da Liga Espanhola

Apesar de ter sofrido 61 golos em 38 jogos ao serviço do Saragoça, o guarda-redes espanhol entrou na galeria dos melhores numa equipa onde constam… Cristiano Ronaldo, Messi, Falcao…

Veja o onze completo:

Roberto (Saragoça), Sergio Ramos (Real Madrid), Javi Martínez (Atlético de Bilbau) e Jordi Alba (Valencia); Raúl Garcia (Osasuna), De Marcos (Atlético de Bilbau) e Michu (Rayo Vallecano); Messi (Barcelona), Falcão (At. Madrid), Koné (Levante) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid).

Desistência da União de Leiria? Consequências (Em actualização) Comportamento da TVI

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/4WJ7LVmS2gH49fWHZML1/mov/1

Ora bem, faltam neste momento três jornadas para o fim do campeonato e a aparente desistência do último classificado da Liga parece poder mudar ainda muita coisa no que a várias decisões diz respeito: Há três cenários nesta altura:

Cenário 1:

Com a actual tabela classificativa, e com a algo provável desistência da União de Leiria,vejamos então como fica organizado o campeonato a três jornadas do fim:

Pos Clube Jogos
(total 28)
Pts. S/ Leiria
1 Porto 25 66 60
2 Benfica 26 62 59*
3 Braga 26 59 56
4 Sporting 25 53 47
5 Marítimo 25 48 42
6 V.Guimarães 25 42 39
7 Olhanense 26 35 29
8 Nacional 26 35 34 *
9 V.Setúbal 25 30 27
10 P. Ferreira 25 29 23
11 G.Vicente 25 28 24
12 Rio Ave 25 26 23
13 Beira-Mar 25 26 25
14 Académica 25 23 19
15 Feirense 26 21 18 *
16 Leiria 0 0

*uma das três jornadas que faltam não jogam porque era com o Leiria.

Relembro o facto de que para o campeonato (a confirmar-se a desistência) passam a contar 28 jogos, sendo que os outros dois são automaticamente assumidos como vitórias segundo o regulamento, sejam quais tenham sido os resultados. Para a Académica a situação não agrava e provavelmente até trará alguns benefícios uma vez que caso o Leiria perdesse este fim de semana o Feirense ultrapassava a Académica e sendo assim isso não acontece. Para além da Académica, destaque para a zona de acesso à Europa e Liga dos Campeões onde a desistência do clã Bartolomeu ainda pode agitar algumas águas.

Cenário 2:

A União de Leiria pode disputar todos os três últimos jogos apenas com os jogadores que tem juntando-lhe os juniores inscritos na Liga. O cenário é remoto mas pode acontecer e mesmo esperando-se perder os três últimos jogos, a Académica ficaria em maus de lençóis com a mais que provável vitória do Feirense.

Cenário 3:

A União de Leiria não comparece aos três jogos perdendo por 3-0 em todos eles. Na prática seria o mesmo que no cenário dois mas ainda assim não seria considerada desistência.

Em resumo, nos próximos dias deverá sair uma decisão, mas aconteça o que acontecer, alguém tem de fazer alguma coisa para que situações destas não se voltem a repetir.

ndr: Estaremos perante um Clube que andou anos a pactuar com o sistema, e simplesmente esteja a contecer o que podererá parecer óbvio, ou seja o Sistema a deixá-los caír… TRISTE !

Lembro, Portimonense, Famalicão, Felgueiras, Belenenses…

NOTA 1: Execrável o trabalho da TVI no recente “Jornal da Uma” Falou de Sporting, Braga, Benfica e a perda dos seus respectivos pontos, sobre o FC Porto? NADA. A promíscuidade Comunicação Social com o FC Porto é para atacar sem piedade.

O que está na base desta situação:

Os 16 futebolistas que restam no plantel profissional da União de Leiria assinaram ontem a rescisão de contrato colectivo, devido à situação de salários em atraso prometendo avançar com acções judiciais.

A decisão foi comunicada após uma reunião de cerca de cinco horas em que o presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF), Joaquim Evangelista, tentou encontrar uma solução junto da Liga de clubes e da SAD da União de Leiria, cujo presidente, João Bartolomeu, está demissionário.

Com quatro meses de salários em atraso, e com uma greve marcadas para os três últimos jogos da Liga portuguesa de futebol, o primeiro dos quais no domingo, frente ao Feirense, os jogadores não adicaram de receber pelo menos três salários. Nas últimas semanas, cinco jogadores já tinham rescindido os seus contratos.

Ricardinho apela à presença dos adeptos no treino…

ImageRicardinho, jogador da equipa de Futsal do Benfica, vai marcar presença no primeiro treino da 7.ª edição da Corrida Benfica António Leitão. Em declarações à Benfica TV, o atleta deixou um apelo aos adeptos para que compareçam neste sábado, dia 31 de Março, na Charneca da Caparica.

“Já tenho treinado bastante para a Corrida Benfica. Os benfiquistas aparecem normalmente em massa nestes eventos e espero que estejam muitas pessoas”, desejou.

Lembrar que o treino vai ter início, pelas 11 horas, no Parque Urbano das Quintinhas, na Charneca da Caparica, sendo que a concentração dos participantes será, entre as10h30 e as 10h45, em frente à Escola Básica 1,2,3 da Charneca de Caparica (Escola do Pinheirinho).

Entretanto, os sócios e adeptos podem fazer a sua inscrição na 7.ª edição da Corrida “encarnada”.in benfica.pt

Benfica pondera investir através da aquisição do Pavilhão Atlântico

Isto, como em tudo na vida, são escolhas…. Uns aplicam dinheiro em activos imobiliários, outros aplicam-no em pagamentos de férias e carros aos arbitros, e nos deboches dos presidentes das SAD.

E o Porto, esse, nem vale a pena falar das contínuas negociatas de terrenos com as Câmaras do Porto e Gaia, detectadas pela IGF. Até o campo de treinos em Gaia é de borla (caso único), pago pela C.M.Gaia, que há tempos atrás era “só” a mais endividada do país. Agora já fizeram uma maningância qualquer para descer um pouco no ranking das mais endividadas, só significa que fomos nós todos a pagar as dívidas deles. O costume, pr’aquelas bandas.

Tudo isto a propósito da “preocupação” verde e azul e branca no facto do Sport Lisboa e Benfica poder vir a investir através da Benfica Eventos na aquisição do Pavilhão Atlântico.

Aspecto a reforçar e para colocar este assunto no seu devido lugar. Benfica e Sporting pagaram os seus respectivos Centros de Estágio. O Porto através de uma obscura “permuta” usufrui de algo à conta de todos os contribuintes. Assim, não se preocupem que a haver negócio (o que neste momento não passa de um mero cenário a confirmar) o Pavilhão será pago sem manigâncias. Em termos de investimento, bom, se compararmos que no máximo o Sport Lisboa e Benfica pode adquirir um importante activo pelo preço que o Porto deu por um tal de Danilo, creio que aqui pára de imediato o que de existe de matéria de facto e começa a matéria de “dor de cotovelo”.

Mas vamos ao que existe na realidade. No último dia oito de março, o Benfica foi referenciado como possível comprador do Pavilhão Atlântico. Esta notícia, foi mencionada no site “Event Point” e surgiu depois do Governo ter dado o aval para a venda do imóvel. O valor do mesmo não é certo, mas estima-se que se situe entre os 8 e 12 milhões de euros. A corrida pelo imóvel ao que se sabe está concorrida, com o clube da Luz e a promotora Live Nation a liderarem a lista de possíveis compradores. A princípio, o Sporting Clube de Portugal também foi dado como interessado, mas devido à crise financeira em que se encontra, prontamente abandonou a corrida. Posição oficial do Sport Lisboa e Benfica quando questionado sobre o possível interesse no imóvel, o diretor de comunicação João Gabriel limitou-se correctamente  a afirmar que o assunto estaria a ser “discutido internamente”, sem desvendar mais nenhuma informação. Benfiquistas, tudo, mas tudo o que vá para além disto é pura especulação.

Entranto no natural espaço de opinião de quem não conhece minimamente o dossier (EU), posso ser levado a pensar (e vale o que vale) que o Benfica estará de facto a ponderar a compra do Pavilhão Atlântico.

Parece-me ser do mais óbvio e elementar bom senso que se olharmos o sucesso que a marca Benfica tem tido através da Benfica Eventos um espaço como o Pavilhão Atlântico se pensarmos em Clubes desportivos apenas poderá estar ao alcance de um clube como o Sport Lisboa e Benfica. O Governo aprovou no início deste mês o processo de venda do edifício por negociação direta desde que cumprido um caderno de encargos onde de forma resumida se destaca o facto de ser necessário a apresentação de um plano de de investimento a aquatro anos e a salvaguarda dos postos de trabalhos dos Colaboradores que neste momento trabalham neste espaço. Tudo claro, óbvio, sem qualquer especulação.

Ponto de situação conhecido – A quase duas semanas para a entrega de propostas já são cinco os interessados na aquisição do Pavilhão Atlântico, um espaço que, em 2010, gerou receitas de 1,5 milhões de euros.

Além do Sport Lisboa e Benfica, surge a empresa norte-americana de produção de espectáculo Live Nation, a promotora Everything is New, a Sociedade Campo Pequeno e o empresário Joe Berardoque se mostra igualmente interessado além deste espaço no Pavilhão de Portugal,  que considera um «bom espaço» para a instalação da sua colecção de arte moderna.

A apresentação de propostas de compra do Pavilhão Atlântico, em Lisboa, deverá ocorrer até 27 de Abril.

Dados sobre o Pavilhão Atlântico com base na informação da Event Point:

Em 2010, a Atlântico SA, gestora do Pavilhão Atlântico e do Pavilhão de Portugal, registou lucros de 381 mil euros, mais do que os 131 mil registados no ano anterior, segundo o último relatório e contas disponível.

O EBITDA, ou “cash flow” operacional (Ebitda é a sigla em inglês para earnings before interest, taxes, depreciation and amortization, que traduzido literalmente para o português significa: “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”), atingiu no mesmo ano 725 mil euros, enquanto o EBIT ficou nos 565 mil euros (Sigla que vem do inglês “Earnings Before Interest and Taxes”. Em português significa lucro antes de juros e impostos)

Quanto a proveitos operacionais, a Atlântico SA terminou o ano de 2010 com 7,5 milhões de euros, mais 8% do que no ano anterior. Em termos desagregados, o Pavilhão Atlântico gerou proveitos de 1,59 milhões de euros, menos 11% do que em 2009, enquanto o Pavilhão de Portugal facturou 707 mil euros, mais 43% do que no ano anterior.

O activo da Atlântico SA situa-se nos 5,34 milhões de euros, enquanto o passivo ficou nos 3,08 milhões de euros.

Em 2010 a Atlântico, S.A., conseguiu acolher cerca de 125 eventos de dimensão e tipologia diversas, nos espaços sob sua gestão (Pavilhão Atlântico e Pavilhão de Portugal), dos quais 31 no Pavilhão Atlântico.

Em termos de ocupação, o Pavilhão Atlântico foi ocupado durante 259 dias, enquanto o Pavilhão de Portugal 153 dias.

 Posição da Parque Expo

A Parque Expo diz em comunicado que no âmbito da transacção do Pavilhão Atlântico, pretende que seja “acautelada a vocação do Pavilhão Atlântico, cujo tipo de utilização não deverá ser desvirtuado. Deve continuar a acolher uma programação atractiva, variada e culturalmente relevante, bem como a constituir um polo dinamizador da economia local e nacional em virtude, também, da realização de eventos empresariais e institucionais de grande dimensão”. Recorde-se que alguns “players” do sector demonstraram preocupação quanto ao futuro do Pavilhão e se ia continuar a ter as mesmas funções. 

O modelo adoptado para a transacção é a venda directa, por negociação particular, podendo participar no processo entidades singulares e agrupamentos. No mesmo comunicado, a Parque Expo convida “ para o presente processo tanto agentes do sector, como entidades que possam combinar as suas distintas valências e experiências no sentido de apresentarem uma proposta satisfatória”. O processo depois desenrola-se da seguinte forma: “as entidades que venham a ser escolhidas para participar no procedimento receberão uma carta convite, acompanhada de uma Nota Informativa, contendo, respectivamente, os termos do procedimento de venda do Pavilhão Atlântico e da sociedade Atlântico, e informação sumária sobre os activos a alienar”. “Após a formalização da manifestação de interesse pelas entidades convidadas a participar e o envio de documentação standard (incluindo um Acordo de Confidencialidade)”, continua a Parque Expo, “será disponibilizada informação adicional para efeitos de realização de due diligence ao imóvel e às sociedades e que incluirá, entre outros, o acesso ao data room, visitas técnicas e sessões de esclarecimento com os responsáveis das sociedades”. A apresentação das propostas decorre até ao dia 27 de Abril.

 Entrevista de Bruno Sá da Benfica Eventos: Benfica aposta nos eventos Entrevista de Bruno Sá à Event Point

“O Benfica lançou-se, definitivamente, no mercado dos eventos. Apesar de receber eventos há vários anos, e depois de um trabalho prévio de estudo do sector, a instituição decidiu apostar forte nesta vertente e até já lançou uma brochura dedicada à divulgação dos espaços para eventos e que pode ser consultada no site do clube. Fomos conversar com Bruno Sá, da Benfica Eventos, para perceber as potencialidades dos espaços e os objectivos do clube nesta área de negócio.”

“Que espaços tem o Estádio da Luz disponíveis para eventos?”

A Benfica Eventos tem várias salas para reuniões e seminários, um auditório com capacidade para 100 pessoas, que é a nossa sala de conferências de imprensa, salas para jantares e outro eventos com capacidade até 600 pessoas. Estamos a falar de espaços com visibilidade para o relvado. Para além dos espaços interiores, temos os pavilhões, um com capacidade para 1500 pessoas sentadas, outro para 2500; o Caixa Futebol Campus, no Seixal, que tem capacidade para muitos eventos. De referir ainda a Praça Centenário, que permite fazer feiras, concertos, de tudo um pouco. Temos um relvado sintético que permite realizar várias iniciativas. Espaços não nos faltam, até o parque de estacionamento já alugámos.

“Tudo isso condicionado pela época desportiva?”

“Sim, o nosso core business, que é o futebol, está em primeiro lugar, como é óbvio, mas é gerível. Temos cerca de 30 eventos desportivos, de futebol profissional no estádio, nos restantes dias há muitas oportunidades para entrarmos neste mercado.”

“Qual tem sido a reacção?”

“Temos tido muita procura.”

“Em termos de fornecedores? Há exclusividade?”

“No interior do estádio a única exclusividade que existe é ao nível do catering. Em relação a tudo o resto não há restrições. Temos obviamente os nossos fornecedores/parceiros. Estudámos o mercado e percebemos que os promotores dos eventos preferem quase sempre trazer os seus fornecedores habituais. Fora do estádio, nos pavilhões, na Praça Centenário, etc., não há qualquer exclusividade, incluindo o catering.”

“Qual é a grande mais-valia de organizar um evento num estádio?”

“Acima de tudo é um local único para convidar pessoas a assistirem a um lançamento de um produto, um evento, no palco onde as maiores estrelas de Portugal jogam, onde foi a final do Euro 2004, onde se realizaram as New 7 Wonders. Temos tido um feedback muito positivo de todas as empresas que têm organizado aqui eventos, quer a nível da organização, quer do impacto.”

“Fez referência ao espaço mais nobre de todo o estádio, o relvado. Que condicionantes e que possibilidades existem no uso desse espaço?”

“Procuramos sempre cuidar do nosso core-business, como é óbvio. Depende do projecto, do evento a realizar. Nos meses em que não há actividade desportiva, pretendemos realizar eventos no relvado, mas não é uma coisa que vá ser aberta a todo o tipo de propostas. Serão sempre estudadas.”

“Qual o peso que o Benfica quer para a área de eventos?”

“Temos um objectivo traçado, mas neste momento, neste ano 0, queremos estudar o mercado. Obviamente temos objectivos financeiros, mas que não posso divulgar.”

“Podemos falar de uma equipa exclusivamente dedicada à área dos eventos?”

“Hoje em dia já fazemos os maiores eventos desportivos em Portugal. Temos a experiência. São várias as pessoas na equipa, mas também depende de cada evento.”

“Não receiam que neste ano de entrada no mercado haja um contexto tão desfavorável em termos económicos que dificulte a tarefa?”

“Temos tido cada vez mais procura. O que tem acontecido nos últimos anos é o passa-a-palavra. As empresas do Corporate Club, cerca de 150, também procuram os nossos espaços para eventos. E temos tido uma grande receptividade no mercado. Olhámos para o nosso universo e esta é uma área em que faz sentido estarmos presentes porque as infraestruturas estão cá, os custos fixos existem, de modo que rentabilizando, só nos traz valor.”

Fonte:  Event Point

Por fim, devo dizer sobre os habituais opinadores sem cuidado em saber do que falam antes de dizerem algum disparate que  se o Benfica recebeu alguma coisa da Câmara M.Lisboa, o Sporting recebeu exactamente o mesmo, apesar de ser um clube com bem menos de metade dos sócios e simpatizantes do Benfica.

Com isto, e que fique bem claro, não estou a dizer que os clubes devessem ter recebido o que quer que fosse, apenas digo que os benefícios foram NO MÍNIMO iguais para os dois.

Em frente Sport Lisboa e Benfica

Dados e Fontes de Informação incluídos  neste artigo: Parque Expo e Event Point

Até sempre António Leitão

Faleceu este domingo, dia 18 de Março, António Leitão, antigo atleta do Sport Lisboa e Benfica. Este é um dia em que o atletismo e o desporto português ficam mais pobres. Aos seus familiares e amigos, o BENFICA POWER endereça as mais sentidas condolências.

A directora da secção de Atletismo e do Benfica Olímpico, Ana Oliveira, lamentou este domingo, em declarações à Benfica TV, a morte de António Leitão, antigo atleta do Clube.

É um dia muito triste para todos nós. O António Leitão foi um grande atleta, um grande homem e um grande amigo. Esteve sempre presente e disponível, e era um grande benfiquista”, começou por descrever.

António Leitão faleceu aos 51 anos e Ana Oliveira considerou que isso torna mais difícil aceitar a morte. “Uma morte é sempre triste, ainda para mais era um homem tão jovem, com uma força enorme de viver e de querer de fazer bem na vida. É sempre mais difícil compreender a razão pela qual estas coisas acontecem (…) A família do atletismo do Benfica e do desporto nacional estão muito chocadas com esta situação e está a existir já uma onda de solidariedade muito grande”, afirmou.

O António Leitão estará sempre connosco, mas vai fazer-nos muita falta nas nossas vidas. O António Leitão foi sempre a mesma pessoa, muito disponível e ajudou muita gente no atletismo português. Partilhou tudo o que teve de bom na vida com os seus amigos”, acrescentou.

Ana Oliveira revelou ainda que António Leitão chegou a ser convidado para ser presidente da secção de Atletismo, algo que acabou por nunca acontecer. “Há quatro anos foi feito esse convite ao António Leitão, mas ele dizia que não podia por ter pouca disponibilidade. Esse lugar esteve sempre à espera da resposta final e, no fundo, acabou por ser o nosso presidente”, considerou.

Fonte: www.slbenfica.pt