Tagged: Rui Costa

Ó Baptista, não sai mais vinho para a mesa do Sr Bruno Carvalho

“Queremos um Benfica Campeão”

Que excelente frase ! Um verdadeiro achado, uma frase lapidar para ser gravada num mural na entrada da Catedral.

Quem o diz é um verdadeiro visionário. Como iria um Benfiquista lembrar-se de tal coisa? Que extraordinária constatação…Sendo benfiquista, nunca poderia imaginar tal objectivo.

Infelizmente, “apenas” me lembro de primeiro, por culpa própria (após Jorge de Brito) termos permitido que o Sistema se tivesse apoderado do que se apoderou (incluíndo o cérebro de ervilha do leão). Após o que, esse mesmo Sistema fez o que bem quis e entendeu por 3 décadas, e nos registos Oficiais lavram não sei quantos titulos sujos. Mas estão lá. 3 décadas que fazem da Justiça Desportiva uma anedota mesmo se contada no reino das Berlengas à abundande população de gaivotas. 3 décadas que apenas a Justiça da Consciência de quem não foi chipado pelo polvo azul sabe serem a vergonha nacional (não só desportiva).

“Queremos um Benfica Campeão” que maravilha! Os portistas nunca se lembraram de tal frase nem de tal vontade, os sportinguistas também não, Os madridistas também não, os do Barça idem, os milanezes nem pensar….

Infelizmente a Internet tem de positivo quase tudo, menos um corrector de Wishfull Thinkings gastos.

Pois bem, não tendo sido o génio que decobriu esta verdade do “Queremos um Benfica Campeão” “apenas” pedi que ao SL Benfica fosse devolvida a sua histórica cara lavada, a recuperação da credibilidade do Clube, mas de forma sustentada, sabem, aquela de não termos contas da luz ou da água, por pagar, coisas menores….

Coisas “menores” que estão tratadas e de forma sustentada.

Pedi que o SL Benfica fosse além de eclético e um mero participante em modalidades, que lutasse pela vitória em todas elas. Neste momento, é uma realidade.

Pedi que não fosse possível chegar aqui uma Fiorentina e nos desviasse um Rui Costa contra a sua vontade para podermos pagar as continhas da lavandaria e do talho por andarmos de calças na mão. Neste momento, em contra ciclo com a infeliz realidade do país, a capacidade negocial do SL Benfica fala por si. Não nos aparecesse aqui um qualquer barrabotas a acenar de forma irónica com uma esmolinha e nos leva qualquer jogador. Está atingido esse objectivo, e numa altura, em que lembro, Luis Filipe Vieira disse aos benfiquistas faz mais ou menos um ano que não esperassem grandes investimentos. Por ventura muito benfiquista estaria mais contente com o discurso evasivo de Godinho Lopes enviado aos associados do SCP ou com a salganhada de contas do FCP. Lamento, eu não. Prefiro a clareza de processos.

Anjinhos? Só no Céu. Luis Filipe Vieira, iniciou o seu mandato de forma titubeante e inexperiente mas tem vindo a aprender que se queremos paz, o melhor é prepararmo-nos para a Guerra. Não chegou ainda ao patamar que sei ser possível à figura que lidera o Sport Lisboa e Benfica, mas tudo tem para lá chegar. Qual o meu ideal num presidente do Sport Lisboa e Benfica? Simples, que negoceie como Churchill e actue como o Patton.

“Queremos ser Campeões” Claro que queremos, mas antes existem felizmente pessoas que vos preparam o terreno para que não sejam motivo de chacota ao dierem tal frase.

Faz falta uma candidatura, atenção, falo em Candidatura, não em lunáticos a quem já mandei tirar o garrafão da mesa….”Ó Baptista, não sai mais vinho para a mesa do Sr Bruno Carvalho“. Uma candidatura que me faça pensar e não vomitar. Ela é necessária, existem aspectos importantíssimos a serem discutidos, aspectos a sabermos qual a posição da actual direcção e desta forma arriscamo-nos a que o actual Presidente por mais que queira se não tiver um candidato pela frente pode não esclarecer, não por maldade, mas por falta de interlocutor.

Por fim, aos que diariamente mandam imagens, comunicados (ainda por cima pessimamente redigidos) que (sem ironia) apresentem ideias sem ser essa do “Quero ser Campeão” (quanto a esta douta frase,tenham calma que o vão ser) ou das contas mal apresentadas, nesta é nitida a falta de conhecimento económico financeiro mesmo ao nível mais básico. Confrangedor, ler o que se comenta neste aspecto.

Querem ideias? Eu ajudo.

#Estamos atentos ao nascimento de uma nova realidade a nível Europeu pela compra de Clubes por parte de magnatas e empresas por meios menos transparentes que contornam de forma ridicula as normas da UEFA estabelelidas na FFA?

#O que pode ser feito para tornar a marca Benfica mais agressiva em termos comerciais? O que pode ser feito para tornar a imagem institucional do Sport Lisboa e Benfica adequada aos tempos que decorrem, para vermos os canais oficias de comunicação do Sport Lisboa e Benfica mais libertos de movimentos e mais inovadores? Os orgãos oficiais do Sport LIsboa e Benfica tem de ser a Máquina que nos puxa e não o contrário.

Há uns anos atrás, finais dos anos 80, era olhos nos olhos que olhavamos qualquer adversário. Por fim isso está a voltar e não foi com escritas inócuas no facebook que tal foi conseguido. Foi com trabalho e estratégia clara no rumo a tomar. Mantendo-o, auguro algo de muito positivo ao SL Benfica num curto prazo de 2 a 3 anos e que por fim permitirá a quem agora anda nas correntes caricatas do Facebook com slogans “Queremos um Benfica Campeão” ter de arranjar um outro Slogan. Sejam criativos, justos e já agora, menos cu no Sofá e mais acção no apoio ao Sport Lisboa e Benfica !

Saudações Gloriosas

O vencedor e o resignado.

A diferença entre um vencedor e um resignado.

Um vencedor parte para uma batalha sem frases feitas, nem receios de assumir “É para ganhar” um resignado parte para a batalha a dizer tudo pode acontecer…

O curriculum de um vencedor fala por si. Um resignado fala do Curriculum com que sonha.

Um vencedor, perde !!!
Um resignado, não perde, “tem azar”, “fica para próxima”.

Um vencedor chora!!!
Um resignado agradece o facto de ter participado na derrota.

De tudo o que já li sobre a Telma, desde ofensas pessoais, umas motivadas por clubites mal tratadas, outras por frustação nacional, a mais grave vem da Imprensa.

A Telma foi para os Jogos Olimpícos como atleta de Portugal.
A Telma foi para o combate como lutadora lusa.
A Telma saíu de combate na maioria dos Media como a “Atleta do benfica”. A Telma vem para Portugal como “a atleta do Benfica regressa a Portugal”.

A quem faz com que se imprima em tão mal empregue papel uns rabiscos legitimados por 3 anos de curso de jornaleiro (eles e elas) e a quem diz meia dúzia de patacoadas na TV com a mesma emoção que um Corso cumprimentar a Mãe, devo dizer que me orgulho duplamente da mentalidade da Telma. É benfiquista é portuguesa e acima de tudo é uma VENCEDORA!

 

 

 

Balanço à data, da Missão Portuguesa nos Jogos Olimpicos ! 29-07-12

Balanço à data, da “Missão Portuguesa” nos Jogos Olimpicos !

Começo por citar o Presidente do Comité Olímpico de Portugal, Vicente Moura. “Desde o inicio dos Jogos Olímpicos da era moderna, esta é de longe a delegação portuguesa mais bem preparada”

 Vamos a Balanço? Claramente negativo.

 Não se compreendem a maioria das prestações até ao momento. Perder com um adversário que está 109 lugares abaixo no ranking mundial. Um nadador que fica a 5 seg (CINCO) da sua marca pessoal é muito mau. Os Jogos Olímpicos são um evento de superação. Infelizmente, para os Portugueses raramente isso acontece e, mesmo quando são favoritos os resultados estão à vista.

Devia haver pelo menos fasquia minima para a prestação dos atletas!!!…já que não há máxima!!!!

A desculpabilidade total em qualquer circunstãncia nunca é caminho para o progresso.

Em Portugal, falta uma cultura de exigência. De ambição. De querer ser melhor. A grande maioria dos atletas nacionais vai aos JO e isso já é uma grande vitória. Resultados, não são precisos. É pena, pois para os atletas de outros países, muitos com pouquíssimas condições, os Jogos são, de facto, um momento de superação, onde obtêm resultados extraordinários e muito acima daquilo que julgavam ser possível. O problema do nosso país são as “palmadinhas nas costas”. O “boa, parabéns!”, mesmo quando os resultados ficam muito áquem do esperado. Eu quero que o meu país tenha ambição de ser melhor, que lute por vitórias e que não fique feliz apenas por participar. Apoio incondicionalmente TODOS os atletas portugueses, mas não tenho medo de dizer que os resultados são maus, quando efectivamente o são.

Os resultados de um atleta de alta competição têm muito, mas mesmo muito a ver com a exigência que o atleta tem consigo próprio. Seja em que área for, só conseguiremos ser melhores se tivermos, realmente, essa ambição. Se nos limitarmos a ficar contentes com resultados medíocres, então jamais melhoraremos. Não entendo este “medo” que tantos portugueses têm da crítica. A crítica só ajuda a melhorar, a obter melhores resultados. No desporto, como na vida.

Não entendo o receio de se dizer o que está à vista de todos. Não entendo as críticas que por aqui vão sendo feitas a quem alerta para os resultados obtidos até agora. Balanço à data, Rui Costa, Pedro Fraga e Nuno Mendes (Remo) Parabéns. Muito boas prestações, sendo que o Pedro Fraga e o Nuno Mendes, ainda estão aí para a luta ao terem para já passado às meias finais. Muito bem !!! Lei (Ténis de Mesa) João Costa (Tiro) e Manuel Campos (Ginástica) , voto de louvor, cumpriram e no caso do Manuel superou-se. O resto? Medíocre. Quando houver coragem de se dizer isto, e mudar o estado de coisas, talvez se chegue a algum lado.

Não me venham falar que tenho discurso de “bota abaixo” apoio incondicionalmente quem dignifique neste caso.

Aqui fica o destaque (DE LONGE) do BENFICA POWER

Pedro Fraga e Nuno Mendes no Remo. Condições? Menores que a grande maioria dos seus colegas de delegação. Diferença? Mentalidade ganhadora !!!

Siga o BENFICA POWER no Facebook

 

 

 

Crime compensa…

Portugal é um país único. Único pela sua beleza natural, pelos seus habitantes, pelas tradições, e único por querer ter regras da elite mundial e ser do terceiro mundo na arte de classificar, onde se premeia a incompetência, e a meu ver isto ateve-se a facto que este país está inundado de corrupção. Como aqui já foi dito anteriormente num post feito por mim que podem ler aqui, nós só copiamos dos outros países o que é mau, o que a mim me custa e muito perceber, e todos os dias me debato com isto, se copiamos ao menos que seja algo bom, digo eu. Só assim explica a classificação que hoje veio a público dos árbitros, é impressionante como se incentiva o fraco, ou por outra forma, assim se vê como se premeia os subordinados do corrupto more. Pois é, foram estes senhores que ajudaram a dar aquelas faixas que o Vitinho tanto queria e que tanto chorou.

Deixo aqui a classificação promovida e que nós, BENFICA POWER, não aceitamos como tal, mas fica aqui a informação para vocês se rirem um pouco assim como nós o fizemos. Para nós é a piada do dia e vocês que acham? Deixem os vossos comentários aqui na página, nós agradecemos ler as vossas opiniões…

 A seguinte informação está diposta no site maiscorrupto.pt, o site que ajuda sempre os mais necessitados a poderem corruper quem quer que seja, esperamos que tenham isto sempre em mente.

O árbitro da A.F. Lisboa, que está no Campeonato da Europa, teve uma nota final de 3,814. Olegário Benquerença foi o segundo classificado, com 3,752, e Jorge Sousa completou o pódio com 3,699.

Bruno Paixão ficou em 14º lugar e arrisca perder o estatuto de internacional, ainda que esteja ainda um recurso pendente no Conselho de Justiça.

O melhor árbitro assistente da época foi Bertino Miranda, que também está no Euro2012, tal como Ricardo Santos, que foi quarto.

Rui Patrício (AF Aveiro), Hélder Malheiro (AF Lisboa) e André Gralha (AF Santarém) são despromovidos à segunda categoria. Luís Ferreira (AF Braga), Renato Gonçalves (AF Guarda) e Manuel Oliveira (AF Porto) fazem o trajeto inverso.

Classificação completa dos árbitros (entre parêntesis a nota final):
1 Pedro Proença (3,814)
2 Olegário Benquerença (3,752)
3 Jorge Sousa (3,699)
4 João Capela (3,670)
5 Artur Soares Dias (3,667)
6 Hugo Miguel (3,660)
7 Jorge Ferreira (3,657)
8 Duarte Gomes (3,644)
9 Manuel Mota (3,642)
10 Carlos Xistra (3,632)
11 João Ferreira (3,632)
12 Bruno Esteves (3,609)
13 Marco Ferreira (3,608)
14 Bruno Paixão (3,602)
15 Paulo Baptista (3,599)
16 Nuno Almeida (3,581)
17 Cosme Machado (3,577)
18 Rui Costa (3,573)
19 Vasco Santos (3,567)
20 Jorge Tavares (3,565)
21 Hugo Pacheco (3,543)
22 Rui Silva (3,527)
23 Rui Patrício (3,512)
24 Hélder Malheiro (3,510)
25. André Gralha (3,499)

Parabéns MAESTRO!

O Nosso Maestro RUI COSTA, comemora hoje os seus 40 anos, e o BENFICA POWER quer dar os parabéns a uma figura do nosso clube que tantas alegrias nos deu, dá e irá continuar a dar por muitos e bons anos!

PARABÉNS MAESTRO!!!