A bem de Portugal

Agora que vai ter início mais uma jornada europeia, quero fazer uma pequena reflexão. Bem sei que honestidade intelectual é coisa que não abunda quando a “clubite” vem ao de cima. Posso dizer que aprecio de sobremaneira o fanatismo desportivo, excepto quando este atinge níveis de estupidez que degeneram em confrontos físicos ou ameaçam destruir amizades de anos. Sou dos que acha até piada a certos argumentos completamente tendenciosos que surgem de parte a parte. Agora, custa-me aceitar que, em competições internacionais, quando a bandeira de Portugal está em destaque lá fora, haja quem pense que pode criticar de forma desonesta a prestação dos clubes portugueses nos seus respectivos grupos. Esse é o caso de uma imagem que, após a última jornada europeia, foi posta a circular pelos adeptos portistas, líderes no seu grupo da Champions. Gozam com o facto do Benfica e Sporting estarem em último e não hesitaram em fazer uma montagem gráfica onde inverteram as tabelas classificativas dos grupos nos quais estão os clubes de Lisboa. Ao mesmo tempo, saliente-se, inverteram sem pudor a bandeira de Portugal! 

ch1

A imagem colocada a circular, onde a bandeira de Portugal está de pernas para o ar

Sou daqueles que, mesmo quando joga um clube que não me faça vibrar a nível nacional, torço sempre pela bandeira de Portugal quando é o nome do nosso país que está representado numa competição internacional. Assim, quero salientar, a bem da verdade intelectual, que ao consultar as tabelas classificativas dos campeonatos dos adversários dos nossos três representantes da Champions chego à conclusão – e isto com base de números do dia 24 de Outubro, data a que se refere a classificação europeia em apreço – que, enquanto FC Porto tem como adversários o primeiro classificado do campeonato da Bielorrússia (Bate Borisov), Benfica e Sporting enfrentam, respectivamente, o primeiro classificado da Rússia (Zenit) e da Inglaterra (Chelsea). Os portistas contam ainda com o terceiro classificado do campeonato da Ucrânia (Shaktar), quando, em contraponto, Benfica e Sporting têm ambos de enfrentar equipas que estão em sexto e nono lugar no exigente campeonato da Alemanha – e que, acrescente-se para quem não se recorde, este último é ainda o país que venceu recentemente o campeonato do Mundo no Brasil. Por fim, o FC Porto tem uma equipa do competitivo campeonato espanhol (Athletic Bilbau), enquanto o Benfica tem de enfrentar um da não menos competitiva França (Mónaco), face a uma pouco expressiva Eslovénia (Maribor) que calhou no grupo do Sporting. Mas, no caso de FC Porto e Benfica, é diferente comparar o 17º classificado em Espanha com o 10º em França, sobretudo quando este último até foi um adversário derrotado pelo FC Porto em 2004, o último ano em que estiveram presentes numa final europeia. Sendo assim, meus senhores, nas competições europeias podem criticar as falhas do que se joga em campo, mas gozar com o nome de Portugal de uma forma desonesta a ponto de inverter as cores da bandeira do todos nós, por favor, vejam se conseguem evitar essa coisa que só envergonha a quem o faz! Obrigado.

ch2

Só envergonha a quem o faz!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s