Category: Benfica

Porque a Liga Portuguesa é medíocre.

A Liga Portuguesa é medíocre !

Por causa do nível das Equipas? Sim, também…
Pela ausência de individualidades que chamem público e atenção fora de Portugal? Sim também…

E de quem dela vive, agentes desportivos e Media? Sem dúvida, também !

Nada, mas mesmo nada nos move contra (ou a favor) de José Manuel Delgado, mas este texto é o melhor exemplo a dar a quem esteja interessado em pegar pela raiz do problema da nossa Liga ser medíocre.

pickerimage

 

José Manuel Delgado, muito mais do que nós, pela idade e acima de tudo por ter sido alguém que viveu por dentro a realidade do futebol português da últimas 3 décadas sabe o que nós sabemos que todos sabem, e consegue dizer isto:
O Dragão”mais as Antas não? “era uma fortaleza quase inexpugnável” e porque o era José Manuel Delgado? “e os jogadores do FC Porto mostravam em campo”sem dúvida, ali as leis eram diferentes em entendimento e na prática, era normal e legal um GR defender fora da área “que compreendiam a história do clube”como??? qual história? 7 campeonatos em 6 décadas? 8 segundo a tal história à FCP – “e cultura pedrotiana” – ...sim, convinha era dizer em que consistia essa tal cultura… o pedido ao Presidente do Sporting para que aceitasse ser treinador em Alvalade incluía um valor destinado a árbitros, caso contrário não aceitava o convite, esta era a sua cultura à que somava o ódio ao adversário numa competição desportiva, esta era a sua cultura, convinha ser explicada ás novas gerações.

0001

 

…”falta alma guerreira ao FC Porto” – impunidade aos vários Paulinhos Santos, João Pintos, Fernandos Coutos, Brunos Alves… eis a alma guerreira e cultura pedrotiana – “...e os adversários não vivem o sufoco do passado..”

0002
“Rodolfo Reis, João Pinto, Jorge Costa, Paulinho Santos podem dar-lhe lições”Não podia estar mais de acordo…convinha era dizer o porquê de poderem dar essas lições e para quê.

0003

 

A Liga Portuguesa é medíocre,… valha-lhe o Sport Lisboa e Benfica para ainda lhe dar alguma visibilidade.

 

Dominar no campo falhar nas estatísticas

Em qualquer processo que se repete, a padronização e utilização de factores estatísticos na análise e antecipação de modelos de falha, e seu impacto sobre o esse processo, é sempre a melhor fórmula para quem gere seja que sistema for. O futebol não foge à regra. Ao se se assegurar o controle das causas fundamentais identificadas para cada motivo de falha, conseguimos sempre desta forma minimizar o seu impacto sobre o funcionamento de um qualquer sistema eliminando as razões de perdas anteriores.

sports_nba_basketball_michael_jordan_selective_coloring_chicago_bulls_1920x1200

Matemática e estatística movem o mundo mas não estão imunes a um qualquer Pedro Proença desta vida que invente um penalty ao Yebda. Um qualquer ambiente tão característico como o campo onde o SL Benfica vai jogar amanhã fazem ser inúteis mesmo as mais precisas previsões

O que fazer então? Dominar em campo e falhar nas estatísticas!!! Simplicidade de processos ! Alegria a jogar ! Aproveitar até à exaustão o estado anímico de raiva, pressão e ódio do adversário de forma que funcione precisamente contra si próprio.  Nesse campo em Contumil nem Einstein conseguiria uma aproximação correcta ao que por ali é possível acontecer.

E o que nos diz a eestatísticasobre a presença do Benfica em tal campo sempre inclinado. Diz que temos 60% de hipótese de derrota, 20% de empate e 20% de hipótese de vencer.

Jorge Jesus, mais que táctica e estudos sobre o adversário, simplesmente deixa que o Tango se ouça livremente, controla o samba que o fado vai estar em minoria.

Vamos a factos, na Liga, o Porto venceu 10 dos seus  11 jogos em casa? Sim venceu. Contra quem? Pois… O Porto nos dois únicos jogos de dificuldade média/alta falhou. O Benfica tem o melhor ataque e a melhor performance a jogar fora entre todas as Equipas da Liga. E é esta Equipa que vai entrar no relvado de Contumil. O Benfica venceu 16 dos seus últimos 19 jogos que fez fora de portas. Este dado garantidamente vale mais do que um somatório de vitórias na liga, algumas sofridas sobre Boavistas. O Benfica chegou ao intervalo e ao final dos 90 minutos a vencer em  5 dos seus 6 jogos fora.

Estes dados não são muito diferentes das últimas épocas. Mas, então por que raio o Porto não é batido pelo Benfica em sua casa nos últimos 11 jogos de 12? Más abordagens ao jogo feitas pelo Benfica e sem dúvida pelo simples motivo que ali para o Porto, os seus dirigentes, adeptos e jogadores estarem formatados para uma guerrilha não um jogo de futebol. Estarem habituados que surja sempre aquele “jeitinho” que facilita sempre a “coisa”.

Jorge Jesus, a resposta para o sucesso está mais na simplicidade que na estatística e nas tácticas. Não amarres os jogadores a sistemas novos. Simplesmente deixa que aquela defesa do Porto leve com Gaitán, Sálvio, Jonas, Talisca, Enzo, etc…

Não tenhamos dúvidas, esperem o habitual. Esperem que aos 5 segundos esteja a ser mostrado um amarelo a Maxi e aos 5 minutos outro ao Enzo. Siga, deixem falar a alegria de jogar, saibam aproveitar a espuma de raiva do adversário. Ela que seja o seu próprio veneno.

Capture

Dominem no Campo, falhem na estatística. Mais que tácticas no campo trabalhem a inexistência de  “E se eu falhar?”… “Foi a bola em que senti mais pressão, estava cheio de medo de falhar. Falhem 5 vezes, 10, mas divirtam-se riam cinicamente da espuma que vão ver na boca dos listados azuis. E…simplesmente espetem com a redondinha lá dentro.

Não podia deixar de dar o meu toque de treinador de bancada. Jorge Jesus não faças a Equipa perder-se em segurar a todo o custo os laterais Danilo e Alex Sandro, deixem-nos subir até à entrada do nosso campo, aí sim, nem portagem pode existir. De resto, deixa a Equipa fazer o que sabe.

Mas quem é que acha boa ideia pagar ao Saraiva para escrever sobre futebol?

Porque o humor deve e tem de fazer parte do nosso dia a dia !

 

Capture

 

Uma possível resposta: Quando se tem um Rui Santos a falar sobre futebol, a tua pergunta deixa de fazer sentido !

8% do Capital do Benfica pertença do BES passa para o “Banco Bom”. Aguarda-se um pedido de desculpas do Expresso.

Novo Banco fica com 8% do capital do Benfica que pertencia ao BES

Esta transferência do capital acontece depois da “medida de resolução adoptada pelo Banco de Portugal ao BES” no início de Agosto, em que os seus activos foram transferidos para o Novo Banco.

“A participação qualificada na Sport Lisboa e Benfica Futebol SAD anteriormente detida ou imputável ao Banco Espírito Santo passou a ser detida ou imputável ao Novo Banco”, segundo comunicado  divulgado ontem pela SLB SAD.

O Novo Banco passa assim a deter 1,832 milhões de acções da SAD benfiquista, o equivalente a 7,97% dos direitos de voto do capital social do clube da Luz.

Após o resgate do Estado português, cumpre-se assim o que Luís Filipe Vieira veio a público tranquilizar os sócios e adeptos do Benfica, ao rejeitar consequências para o clube da crise no BES. Nem outro cenário faria sentido.

Capture

Recorde-se o que o nosso presidente disse em Agosto:  “O problema do BES não é do Benfica, pode é ser do País. Um cliente cumpridor que pagou 200 milhões de euros em juros nos últimos 10 anos não interessa aos bancos? A relação com o BES não mudou, nem é um assunto que seja discutido na praça pública“, disse, em Agosto, em entrevista à Benfica TV.

Os benfiquistas podem estar super-descansados com as contas e não entendo aquilo que foi publicado no Expresso como um recado“, garantiu o presidente benfiquista, desmentindo uma notícia de que o Novo Banco teria cancelado um crédito de cerca de 70 milhões de euros ao Benfica.

Um dos exemplos da relação entre o clube da Luz e o Grupo Espírito Santo (GES) era o Benfica Stars Fund, um fundo de investimento criado e gerido pela ESAF (Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário).

O fundo terminou a sua actividade no final de Setembro e o Benfica pagou 29 milhões de euros para ficar com o restante capital do fundo (85%), de forma a ficar com os passes dos jogadores que pertenciam ao fundo. Entre os direitos económicos adquiridos conta-se 10% de Franco Jara ou 30% de de Maxi Pereira.

Esclarecendo algo que por vezes é cirugicamente passado para a opinião pública de uma forma direccionada, cujo objectivo pode ir desde o aproveitamento do nome Benfica (uma vez mais) para aumentar o número de leitores em sites online (onde cada click é pago pela publicidade contratada) ou simplesmente para causar confusão:

O Benfica Stars Fund fechou a 30 de Setembro, cinco anos depois do seu arranque. Para ficar com a participação de 85% que não detinha, e ficar com os jogadores aí presentes, o Benfica teve de pagar 28,9 milhões de euros. PAGOU, não adiou, ou viu perdoado fosse o que fosse relativamente a fundos, dívida obrigacionista ou seja ao que for. PAGOU !!! Podem todos dizer o mesmo? NÃO !

A sociedade anónima desportiva do Benfica comprou os passes dos jogadores que se encontravam no fundo de investimento do clube. Em alguns casos, recomprou os direitos económicos que tinha vendido anteriormente. O investimento global foi de 28.911.320 euros.

O Benfica Stars Fund, criado a 30 de Setembro de 2009 e gerido pela ESAF (do antigo BES), era constituído por 8 milhões de unidades de participação. A SAD encarnada já tinha 1,2 milhões desde essa altura. As restantes estavam divididas por diferentes investidores. Sabe-se que Joe Berardo e a Ongoing eram alguns dos investidores que compraram participações no fundo durante os anos em que este se encontrou activo. Não existiam áreas cinzentas ou investidores “estranhos ao serviço

A 30 de Setembro, com o fim da actividade do fundo, o SLB adquiriu as restantes 6,8 milhões de unidades de participação, para evitar a dispersão dos passes dos jogadores que aí estavam. Foi a compra dessas unidades de participação que levou ao investimento de 28,9 milhões de euros.

Houve um investimento de cerca de 4,25 euros por unidade de participação quando cada uma delas tem um valor nominal de 5 euros.

EXPLICAÇÃO IMPORTANTE PARA ACABAR DE VEZ COM DIVAGAÇÕES E CONTRA INFORMAÇÃO: Comprando as unidades de participação do fundo, a nossa SAD ficou com os direitos económicos dos jogadores aí integrados. Os direitos económicos de um atleta podem ser partilhados por investidores. O mesmo não pode acontecer com os direitos desportivos, que só podem estar nas mãos das SAD. Na prática, um clube vende parte dos direitos económicos de um jogador para conseguir um encaixe imediato ou reduzir o investimento necessário para o comprar, abdicando de receitas no futuro (porque, por exemplo, só receberá 80% da venda de um jogador, se tiver alienado anteriormente 20% a um fundo).

A 31 de Julho, o valor líquido global do fundo do Benfica ascendia a 26.783.737 euros, com uma carteira de jogadores valorizada em 5.079.437 euros.

“Com esta aquisição, a Sport Lisboa e Benfica – Futebol SAD passou a controlar a totalidade dos direitos económicos dos atletas que compunham a carteira de jogadores do Benfica Stars Fund a 31 de Julho de 2014”, indicou a SLB SADem comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários na segunda-feira, 8 de Setembro do corrente ano.

Entre os direitos económicos comprados estão os 10% de Franco Jara ou os 30% de Maxi Pereira. Ressalva, apesar de adquirir 25% do passe de Nelson Oliveira do fundo, não tem 30% dos direitos económicos. Urretaviscaya rescindiu o contrato a 1 de Setembro, pelo que também não foi transferido.

David Luíz e Di Maria foram alguns dos jogadores que entraram no fundo em 2009, aquando da sua constituição. O fundo, constituído pela ESAF (do antigo Banco Espírito Santo), foi criado para “participar determinada percentagem nas receitas e potenciais mais valias decorrentes da eventual transferência de m conjunto de jogadores vinculados desportivamente à Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD”.

Pode o ser humano descer tão baixo? Pode ! Este é apenas um dos caminhos

Pode o género humano descer tão baixo? Pode ! Este é apenas um dos caminhos…

Existem vários caminhos para se descer ainda mais baixo. O exemplo que vos descrevo é só mais uma forma.

qqq

Desde o golpe de estado que derrubou o último Presidente do extinto Clube chamado Futebol Clube do Porto, Américo de Sá, (dando lugar a uma associação de escroques liderada por dois ex-funcionários da secção de Boxe, um deles Empresário de casas de “Fruta”), que este tipo de acções são habituais. Nada têm de novo a não ser o facto de, durante cerca de duas décadas não existirem “redes sociais” que impossibilitem que, tanto comunicação social como os líderes dessa associação, consigam esconder estas “práticas” tão comuns.

Aproveito para louvar todos os jornalistas, articulistas e companheiros de Blogs (que não apenas benfiquistas) que ao longo dos anos e apesar de ameaças de todo o género, têm tido a coragem de denunciar casos destes e outros muito piores.

Ainda assim, muito fica por contar por receio e/ou subserviência. Este caso torna-se público por um conjunto de factores que escaparam ao controlo dessa tal associação. Quis o acaso, que um árbitro, sem querer, marcasse uma inequívoca grande penalidade, totalmente fora do que a Associação de Escroques está habituada. Quis o acaso que a mesma tivesse sido cometida sobre um seu ex-jogador. Pior – o mesmo acaso fez com que esse ex jogador tivesse tido o desplante de “não ser profissional” e tivesse, com sucesso, convertido a grande penalidade. Ainda pior foi a vergonhosa atitude dos escroques ter sido presenciada e ouvida por elementos que, infelizmente para eles, não faziam parte do seu, cada vez menor, número de subservientes.

Capture

Termino com um pedido aos benfiquistas. Não odeiem esta Associação. É energia perdida desnescessariamente. Foquem-se antes na forma racional mas convicta de ajudar a limpar esta gente da sociedade portuguesa.

“Não permitam que ninguém vos faça descer tão baixo a ponto de sentirem ódio”
Martin Luther King

O que há a observar no Nacional vs SL Benfica

Capture3

A equipa do Nacional opta, muitas vezes, por utilizar um estilo de jogo mais direto. É notória a forma deliberada como a equipa despeja a bola na frente várias vezes no mesmo encontro.

Sendo uma equipa algo frágil do ponto de vista defensivo, antevê-se que não suba muito as suas linhas no processo ofensivo com o objetivo de não se desequilibrar. Assim sendo, será bastante provável que os esquemas táticos tenham bastante importância no desempenho da turma de Manuel Machado.

Marco Matias foi o jogador em grande destaque no passado jogo frente à Académica (O jogo com o porto nem tem ponta por onde se lhe pegue tal foi a passadeira estendida aos de azul). Mário Rondón é um finalizador puro e sempre que tem oportunidade tenta visar o alvo do.

Deste modo, será natural que a equipa mude radicalmente a sua forma de jogar se a compararmos à visita turistica que fez ao Estádio do Dragão. É provável que o Nacional tente retardar ao máximo o golo do Benfica e opte por jogar à espera do erro do adversário

Mário Rondón é um finalizador puro e sempre que tem oportunidade tenta visar o alvo do “inimigo”. No entanto, o avançado do Nacional tem alguma dificuldade em introduzir a bola dentro da baliza adversária.

Convocados por Manuel Machado para o jogo com o Sport Lisboa e Benfica

1 Gottardi
2 Zainadine
3 Miguel
5 Marçal
7 João Aurélio
8 Ayala
9 Suk
11 Camacho
12 Rui Silva
17 Boubacar
18 Lucas
21 Rondon
22 Campos
28 Willyan
55 Sequeira
66 Aly Ghazal
68 Edgar Abreu
77 Marco Matias

O Nacional x Benfica tem início marcado para as 16 horas, no Estádio da Madeira, com arbitragem de Bruno Paixão.

Capture

O cenário mais provável para este desafio será a vitória do Benfica e a ocorrência de poucos golos. Adivinha-se que a Equipa do Benfica entre neste embate com a máxima força logo desde cedo, ou seja, será algo provável que a defensiva do Nacional seja surpreendida logo nos primeiros minutos. Algo que tem vindo a ser uma das chaves de sucesso do SLB na Choupana.

Nos últimos 6 desafios, a turma de Manuel Machado apenas chegou uma vez à vitória. Desta forma, ocupa o 13º posto na tabela classificativa com 8 pontos.

O Benfica está posicionado no cimo da tabela com o fcp  a 1 ponto e o V. Guimarães na nossa frente igualmente por um ponto ainda que à condição.

O confronto direto entre os dois emblemas favorece, nitidamente, a formação do Benfica. Nos últimos 8 desafios, o Benfica triunfou por 7 vezes.

 

Análise do Benfica

Na frente é habitual alinharem Talisca e Lima. Os avançados oferecem ao seu conjunto muita velocidade e mobilidade na frente de ataque.Apesar da equipa do Nacional ser bastante inferior ao Benfica, é necessário ter em conta a forma como a formação caseira pode aproveitar as lacunas defensivas do lado esquerdo ou algum erro. Este será acima de tudo o objectivo do nosso adversário de amanhã.Para este desafio é possível que o Benfica entre motivado com a vitória suada frente ao Mónaco na última jornada da Liga dos Campeões. Ou seja, antevê-se que o Benfica crie muitas situações de perigo e consiga visar com êxito a baliza do adversário. Assim se espera.Factores que podem baralhar toda esta análise, Paixão e Nevoeiro. Curioso como ambos andam de mãos dadas. Paixão, árbitro muito fraco é capaz de “destruir” um jogo com as suas divagações e isso favorece o Nacional. Por outro lado, o que habitualmente constitui a principal táctica de quem joga contra o Benfica, o “canela até ao pescoço…” habitualmente Paixão responde sem caseirismos (até se perder…).

 

“Não é um lugar, É UM POSTO DE COMBATE”

A irracionalidade atribuída às massas, como as que se reúnem em torno do futebol, na forma conhecida de “Claques Organizadas”  é habitualmente atribuida ao resultado da  formação de cada individuo como cidadão e às oportunidades a que teve acesso (ou não) e ainda ao ambiente social onde conviveu e convive. Mas, e se ainda a tudo isto acrescentarmos a educação e apelo ao factor bélico feito por exemplo pelo FCP?

Um exemplo?

 Como é vendido um lugar no Estádio deste Clube? Assim : “Não é um lugar, É UM POSTO DE COMBATE”

Eis a postura do FCP. “UM POSTO DE COMBATE” Por mim não preciso de mais explicação alguma sobre o clima que ali se vive. Porque o que aqui se vai ver e ler ultrapassa qualquer limite do razoável.

 

 

 

Os valores do nosso “ser benfiquista” dito com todo o orgulho e que me foram transmitidos pelos mais velhos, familiares e benfiquistas de referência valem mais do que qualquer titulo do vasto historial do Sport Lisboa e Benfica. Mantenho, sempre manterei  e procuro transmitir este “ser benfiquista” aos mais novos da melhor forma que posso. Eis porque não abdico de dizer “prefiro não vencer nenhum título e poder estar de cara lavada no mundo do Futebol/Desporto.” É sempre muito curioso ouvir a resposta vaga, nervosa e vazia de qualquer argumento válido, ao questionar um adepto portista com o seguinte: “Como é possível que valorizes vitórias como adepto de um clube que as conseguiu pela forma de todos conhecida?” Até hoje não tive uma única resposta sincera e olhos nos olhos, sem entrarem em generalidades, respostas defensivas e fugas ao tema. Nem uma. Mais grave, as gerações mais novas crescem na mentira dos adeptos portistas mais velhos. E, ainda mais grave no ambiente bélico que o próprio FCP incute e educa os mais novos.

Nos últimos anos a violência no futebol vem aumentando substancialmente. Não apenas dentro dos estádios, mas também fora deles, à cabeça as claques organizadas.

Não é um fenómeno exclusivo do FCP, é verdade. Um pouco por todo o mundo o indivíduo egoísta e influenciavel encontra nos ambientes das claques organizadas uma maneira de disseminar todos os seus aspectos negativos perante a sociedade, devido a sua formação como cidadão, às oportunidades que não teve acesso ao ambiente social onde conviveu e convive. Mas, é exclusivo do FCP a forma como o Clube o “educa” e “formata” sejam ou não adeptos de claques organizadas não para irem a um evento desportivo mas sim para um qualquer cenário algures no Afeganistão. E a forma do FCP é esta: : “Não é um lugar, É UM POSTO DE COMBATE” 

Além dos factores mencionados um outro aparece um outro chamado regionalismo bélico, que misturado com os outros dá uma mistura explosiva. O futebol desde a sua criação tem por objectivo unir pessoas diferentes, como casados versus solteiros, bairro versus bairro, freguesia versus freguesia. Nos últimos anos, porém, o mesmo está a transformar-se num pretexto para aqueles que querem demonstrar toda a intolerância de sua personalidade e num demente provincianismo gerando uma cultura de bancada de ódio, violência e bélica.

 A realidade de se torcer pelo seu (deles) clube está num segundo plano, pois “defender a sua ideologia” através de gritos de guerra carregados de ódios e preconceitos que ultrapassam e muito o universo de bancada chegam aos confrontos físicos que temos vindo a ler e a assistir, nos últimos tempos.

A rivalidade sempre existiu e vai existir, mas o que está a acontecer na actualidade são situações de intolerância e brutalidade. É no colectivo da claque e com CAMPANHAS INENARRÁVEIS COMO ESTA DO  “Não é um lugar, É UM POSTO DE COMBATE” que  indivíduos mal formados e formatados pela cultura de Clube encontram a identidade e afinidade para manifestar as suas repulsas e fazer coisas que não fariam isoladamente. É a manifestação do sentimento e de frustração pessoal diluída no coletivo das bancadas, que respondem ao repto desta agremiação:

 “Não é um lugar, É UM POSTO DE COMBATE”… perante isto… É justo recordar o episódio das pinturas no túnel de acesso ao estádio do SCP, consideradas como sendo um apelo à violência. E assim sendo, como é possível esta campanha não ter sido até ao momento sequer comentada?

Benfiquistas, mantenham o orgulho de se dizer “SOU BENFICA” Esta simples frase marca toda a diferença- Que se responda à BENFICA. Vencendo limpo no local indicado. Seja no relvado, numa pista de patinagem ou num qualquer outro local sempre mas sempre à BENFICA.

 

Benfica derrota Bassano

O Benfica recebeu e venceu a equipa italiana do Bassano por 7-3. Os italianos conseguiram chegar ao intervalo empatados a 2 golos mas no segundo tempo o Glorioso foi bastante superior. Grande destaque para João Rodrigues que marcou 4 dos golos do Benfica.

 BENFICA BASSANO

5 Iniciais:

SL Benfica : Trabal, Valter Neves, Nicolia, João Rodriges e Abalos

Bassano H.: Del Monte, Zen, Emanuel Garcia, Alvaro Gimenez e Andrea Bolcato

PARABÉNS EQUIPA

Nem um Homem, quanto mais um bebé chorão

Ó Sérgio, a malta até já tinha deixado passar a situação (mas não esquecido) e ainda vens fazer figura de rufia que ladra mas não mete medo a ninguém?

A tua fama (e proveito) marcam-te para sempre. Estás no Clube indicado para a espuma de raiva puder ser vista como algo normal.

Agora, vá, vai lá acalmar, não bates lá muito bem, mas já deves ter percebido que não te atiras a ninguém, queres-te magoar? Vá sossegado ! Ladra mas não morde

Viva O R.O.S.M.E.N.G.A!! Hoje joga o Rosmenga!

É hoje o dia. É dia do regresso da I Liga à Catedral do Futebol em Portugal. É o dia em que o  Freitas Lobo vai voltar! Não CAIBO em mim de contente!!! Vai voltar… MAS LONGE  DO ESTÁDIO DA LUZ !!! O Freitas Lobo que volte a dissertar sobre táctica. O hexágono, o losango, o pepino o olhar de peixe, as entre linhas, etc… É só escolher… Enfim, vai regressar a qualidade do nosso futebol… MAS LONGE, bem longe porque na Catedral apenas entra a BenficaTV. 

Não tarda eis o que vai entrar em casa de quem mantém a Sporttv…

O silêncio em casa é quebrado pelo intervalo que passa na televisão. Entre os anúncios «Blanca, muito para além da lixívia», «Prolongue a vida da sua máquina, com Calgon» e «Actimel com bifidus activos» – que as idosas iletradas fazem questão de dizer que são iogurtes com «bifes activos» e que por isso é que alimentam muito -, ouve-se uma voz grave com uma boa rockalhada de fundo a anúnciar futebol. 

«Hoje, às 20H45, temos… Graaande Jogo!»

[Rockalhada poderosa de fundo, género clip de Nascar da Eurosport, com imagens dos «coxos» das duas equipas a fazerem fintas e com grandes planos dos rostos em sofrimento dos atletas «na raça» a cortar um lançe aos adversários, também eles «coxos»] E o apresentador, empolgado, continua: 

«Mesmo com Zé Tó e Sabugo lesionados, o Rosmenga luta por um lugar entre os três primeiros da classificação e está moralizado com a vitória frente ao Cucujães em casa. Mas o Ramaldense também tem os seus argumentos! 

O Ramaldense está tranquilo na tabela classificativa mas joga em casa e tem a sua claque – a Torcida Ramalde – a apoiar.»

Em fundo ouve-se…E quem não salta não é ramalde olé, olé; e quem não salta não é ramalde olé, olé …

O apresentador, empolgado, continua:

Desportivo Ramaldense – Sport Industrial Rosmenga. Graaande Jogo. A não perder. Hoje. Às 20h45. No seu canal. Graaande Jogo»

Apreciador de futebol que é apreciador de futebol nunca perde um bom jogo da Liga Portuguesa. Nunca perde um bom Rosmenga – Ramaldense, sobretudo se der na televisão do Quim Oliveira e para mais com colossos desta estirpe que, qualquer dia, ainda vão à Liga dos Campeões. 

O campeonato português apresenta este elevado nível de competitividade e é por isso que as mais diversas equipas de Futebol da 1ª Liga – mas é que são mesmo muito diversas – são tão reconhecidas e respeitadas no estrangeiro.

É tudo uma questão de cultura táctica.

a) Os ingleses são conhecidos pelo seu futebol flanqueado, jogado em toda a amplitude do terreno, como diria o Mestre Rui Santos, estruturado num esquema-tipo 4-4-2.

b) Os italianos são conhecidos pelo seu 5-3-2 que se transforma num 3-5-2 em contra-ataque e pelo futebol físico, como diria o Mestre Gabriel

c) Os brasileiros são conhecidos pelo elevado nível de elaboração técnica do seu futebol – como diria o Mestre Gabriel – …

d) Os nórdicos são conhecidos pelo futebol aéreo, directo e prático – como diria o … vocês sabem,… num esquema-tipo 4-5-1

«… e então e as equipas portuguesas?»,

Portugal orgulha-se de ser o único país da zona UEFA – a par da Albânia – em que a maioria das suas equipas dos campeonatos profissionais usam o esquema 8-2 (oito defesas, dois trincos). Claro que estas equipas não são tão defensivas assim. Por vezes até se desdobram num esquema 7-3 ou mesmo, muito raramente porque esta é demasiado ofensiva, num 6-4.

É a chamada Táctica Rosmenga. «E o que é em termos práticos o futebol estilo Rosmenga?» Fomos a uma Enciclopédia de Futebol investigar.

O esquema táctico R.O.S.M.E.N.G.A .designa a Retirada Obstinada, Sofrida e Manda-pá-frente-que-é-distrital do Esférico para Neutralizar o Golo e Ataques. Começou por um esquema 9-1 mas registou significativas evoluções ao longo de todo o século XX, já se praticando com frequência o 8-2 (leia-se oito defesas, dois trincos). , o 8-1-1, ou mesmo o 7-3.

Característico deste meritório estilo futebolístico são

1. Em situação defensiva:

a) as entradas por trás a pés juntos
b) as obstruções – que devem designar-se antes por placagens
c) as entradas por trás a pés juntos
d) rebolar 37 vezes depois de o guarda-redes interceptar um centro ou remate adversário, sempre com o cuidado para não sair da àrea
e) rebolar 37 vezes depois de sofrer uma falta inexistente
f) as entradas por trás a pés juntos
g) queimar tempo desde o inicio do jogo porque o 0-0 é sempre um bom resultado

2. Em situação ofensiva

a) [dados inexistentes e indisponíveis] …

Esquema 1-8-2: a Equipa Ideal

SW – Mangala
DC – Otamendi
DC – Fucile
DC – Paulinho Santos (Reforço para esta época)
DC – Fernando Couto (Transita dos Júniores)
DC – Bruno Alves (Reforço para esta época)
DCD – Josué
DCE – Costinha (transita igualmente dos Júniores)

MD– Rinaudo
MD – Defour

GR Helton [Que é o responsável pelos remates à baliza adversária]

Equipa Técnica
TREINADOR
 – Sorteio em curso, quem aparecer primero nas instalações, treinará a Equipa.

Lema da equipa:
 Não marcas um penalty à segunda tentativa, aguarda pela terceira.

Estádio: Municipal Contumil

Como vêm, o 4-4-2 e mesmo o 4-3-3 são sistema ultrapassados. Portugal e a maioria das suas equipas estão na vanguarda. Não sigamos pois exemplos como os de uma equipa praticamente desconhecida do norte que se chama Futebol Clube do Porto que é a vergonha nacional.

Mantenhamos vivas as tradições! Mantenhamos acesa a chama e a mística do R.O.S.M.E.N.G.A!!

 

A verdade é ódio para os que odeiam a verdade

Pinto da Costa“Era sabido. Terminado vitoriosamente o jogo, frente ao Sporting, começaram a ser disparados mísseis falaciosos com origem no Porto.

Vale tudo, mesmo tudo. Até vale uma refeição do presidente, Luís Filipe Vieira, com personalidades políticas, denúncia feita por alguém que sempre teve, ele sim, relações promiscuas com dirigentes partidários. 

Vale tudo, mesmo tudo. Com um descaramento indecoroso, vale acusações a um árbitro que, melhor ou pior, não esteve envolvido no famigerado Apito Dourado. De resto, o mesmo juiz que expulsou Aimar, na pretérita temporada, num episódio passível de crítica.
De resto, um auxiliar que validou, também recentemente, um golo irregular, na Luz, ao FC Porto. O problema é o próximo jogo na Madeira. O Benfica vai jogar frente ao Marítimo? Vai, mas também vai jogar contra todos os seus detratores.
A partida deve ser decisiva no atinente à conquista do título nacional. Com todo o cinismo, quem até se permitiu dar conselhos matrimoniais a árbitros, virou virgem, virou coisa imaculada.
O Benfica está preparado. A pressão é brutal, mas o colectivo está preparado, bem preparado. E os adeptos sabem o que está em causa, sabem que há quem tudo faça, nestas horas que antecedem o embate, para viciar o resultado, para obstar ao triunfo vermelho. São métodos do passado, desse passado que inquinou a Verdade Desportiva, que adulterou resultados, classificações, troféus.
Vamos ganhar na Madeira, vamos dar um passo agigantado rumo ao título.
Malheiro e EusébioEstamos UNIDOS nesse propósito. Enquanto isso, o desplante continua. As falsas virgens mugem, nós queremos e vamos ganhar. Também contra a prostituição futebolística.»
– João Malheiro, jornal ‘O Benfica’, 26 de Abril de 2013

Jorge Jesus sobre a sua renovação

Jorge Jesus sobre a sua renovação

jorgejesus7O Benfica está a realizar uma temporada de grande nível estando na liderança do campeonato nacional com mais quatro pontos que o FC Porto (2. classificado). Destacar o facto de os encarnados em 25 jogos já realizados para a Liga Zon Sagres ainda não conhecerem o sabor da derrota.

Além do campeonato equipa comandada por Jorge Jesus tem praticamente um lugar assegurado nas meias-finais da Liga Europa, depois de ter vencido na passada quinta-feira na Luz o Newcastle por 3-1.

Para além destas duas competições o Benfica disputa ainda a Taça de Portugal, onde irá defrontar o Paços de Ferreira, no dia 15 de Abril. Jorge Jesus está confiante que na conquista das três competições onde o Benfica ainda está envolvido.

No entanto apesar da grande época que os encarnados estão a realizar, o treinador do Benfica lembra que ainda nada está nada ganho e que a situação pode mudar a qualquer altura.

 jorge_jesus_de_dedo_em_riste_lusa”As coisas agora estão a correr muito bem mas também podem não correr, de repente. O importante é salientar que foi só com grande mérito, sacrifício e trabalho que chegámos a esta fase nesta forma e posição”, começou por dizer o treinador das Águias às notícias de futebol.

 A ligação de Jorge Jesus ao Benfica termina em Junho deste ano, quando questionado sobre a sua renovação, o técnico respondeu que o importante neste momento é estar concentrado nos jogos que faltam para terminar a temporada.

”No final, se a época for brilhante, o balanço do teu trabalho está feito e ficas tranquilo. E eu vou estar tranquilo”, garantiu Jorge Jesus.

O Benfica vai agora ter duas semanas de jogos muito importantes, depois de defrontar o Olhanense a contar para a Liga Zon Sagres, os encarnados deslocam-se a Inglaterra para defrontar o Newcastle num encontro a contar para a 2. mão dos quartos-de-final da Liga Europa, depois no dia 15 de Abril defrontam o Paços de Ferreira a contar para a Taça de Portugal e no dia 21 de Abril recebem o Sporting no Estádio da Luz, num jogo a contar para a 26. Jornada do campeonato de futebol português.

O Benfica recebe no próximo domingo, a equipa do Vitória de Setúbal

O Benfica recebe no próximo domingo, dia 3 de Fevereiro, a equipa do Vitória de Setúbal num jogo que irá contar para a 17. jornada da Liga Zon Sagres.

O técnico encarnado, Jorge Jesus, recebeu boas notícias com a recuperação de Óscar Cardozo e Carlos Martins, sendo que os dois jogadores são apostas possíveis para o encontro do próximo domingo na Luz.

setubal_benfica

O internacional paraguaio que até ao momento é o melhor marcador do Benfica com 13 golos marcados, estava lesionado e já tinha falhado o jogo com o SC Braga para o campeonato nacional e com o Paços de Ferreira para a Taça de Portugal.

Apesar da recuperação de Tacuara e de Carlos Martins, Jorge Jesus não vai poder contar com Nemanja Matic para defrontar os sadinos, o médio encarnado vai cumprir castigo por acumulação de amarelos.

De resto o Benfica partilha o primeiro lugar da Liga Zon Sagres com o FC Porto, ambos com 42 pontos, até ao momento os encarnados somam 13 vitórias, três empates e nenhuma derrota, com um registo de 41 golos marcados e apenas 12 sofridos, tendo o melhor ataque do campeonato nacional. O Benfica vem de uma vitória por 2-1 no encontro da última jornada frente ao SC Braga.

Já o Vitória de Setúbal ocupa o 15. e penúltimo lugar da tabela classificativa com 14 pontos, soma até ao momento três vitórias, cinco empates e oito derrotas, tendo marcado 19 golos e sofrido 33, sendo mesmo a equipa com mais golos sofridos. Os sadinos vêm de uma derrota caseira por 2-0 frente ao Nacional.

O grande ausente na equipa do Vitoria de Setúbal vai ser Meyong, o jogador camaronês foi contratado pelo clube de Angola, Kabuscorp, que se encontra em Portugal em estágio até dia 17 de Fevereiro.

O encontro entre Benfica e Vitoria de Setúbal realiza-se no próximo domingo, dia 3 de Fevereiro, no Estádio da Luz, às 20:15 horas e tem transmissão em directo na Sport TV 1.

Referir apenas que nas apostas de futebol da bet365 o Benfica é a equipa favorita a conquistar os três pontos

Taça de Portugal: Benfica desloca-se esta quarta-feira ao terreno do Paços de Ferreira

tacadeportugal2O Benfica desloca-se esta quarta-feira, dia 30 de Janeiro, ao Estádio da Mata Real para defrontar o Paços de Ferreira, num jogo que irá contar para a primeira mão da meia-final da Taça de Portugal.

Os encarnados não vão poder contar com o internacional paraguaio, Óscar Cardozo, que continua com queixas a nível muscular.

Depois de falhar o encontro frente ao SC Braga a contar para o campeonato de futebol português, onde o Benfica venceu por 2-1, Tacuara vai agora falhar o encontro da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, frente à equipa sensação da presente temporada, que ocupa neste momento o quarto lugar com 28 pontos.

A juntar ao internacional paraguaio, que é de resto o melhor marcador do Benfica, Jorge Jesus também não vai poder contar com o argentino Ezequiel Garay, também ele devido a uma lesão. O defesa central sofreu uma luxação num ombro e ainda não recuperou totalmente.

Ainda em dúvida para o encontro frente ao Paços de Ferreira, mas com boas perspectivas, estão o defesa central Jardel e ainda Enzo Pérez. Ambos os jogadores se lesionaram no encontro do último fim-de-semana frente aos minhotos, mas ao que parece devem recuperar a tempo do encontro frente ao Paços.

Os encarnados estão a realizar uma excelente época com grandes resultados de futebol e o técnico encarnado não esconde que um dos objectivos da temporada passa pela conquista da Taça de Portugal, competição que o Benfica não vence há nove anos e competição que Jorge Jesus nunca venceu.

O encontro entre Paços de Ferreira e Benfica realiza-se esta quarta-feira, dia 30 de Janeiro no Estádio da Mata Real, às 20:00 horas e terá transmissão em directo da Sport TV 1.

Benfica defronta este sábado o Ovarense para a Taça Hugo dos Santos

Benfica defronta este sábado o Ovarense para a Taça Hugo dos Santos

 basquetebol2

A equipa de basquetebol do Benfica disputa no próximo sábado, dia 26 de Janeiro, a meia-final da Taça Hugo dos Santos frente à Ovarense. O treinador-adjunto da equipa encarnada, Nuno Ferreira, em entrevista à Benfica TV fez a antevisão do encontro do próximo sábado.

Vamos para a Taça Hugo dos Santos com um único objectivo que é conquistá-la, mas sabemos que temos de pensar jogo a jogo. Temos de ganhar os dois jogos e o primeiro é muito importante, não vai ser um jogo fácil, pois são uma boa equipa”, começou por dizer Nuno Ferreira.

O treinador-adjunto da equipa do Benfica lembrou que a concentração irá ser preponderante para alcançar a vitória, num encontro que será a eliminar.

Vamos ter de entrar 150% concentradíssimos, porque este é um jogo a eliminar. Temos de fazer as coisas boas que temos feito e melhorar coisas em que não estivemos tão bem. Temos estado a trabalhar nesse sentido e julgo que a equipa dará uma boa resposta”, concluiu.

O capitão da equipa encarnada Miguel Minhava também falou à Benfica TV: “Estamos com uma grande motivação. Esta é uma competição a eliminar e é muito importante a forma como entramos nos jogos. Não há volta a dar, temos mesmo de ganhar. Este ano queremos voltar com a taça, portanto algo diferente disso é uma derrota”, disse o capitão encarnado.

Miguel Minhava reconheceu que a equipa de oliveira do Hospital tem um conjunto forte, mas que  no pensamento dos jogadores do Benfica só passa a vitória: “São uma boa equipa, organizada, tem uns mecanismos fortes, porque já trabalham juntos há muitos anos. Vamos ter de estar no máximo das nossas capacidades para vencer o jogo.

O encontro entre Benfica e o Ovarense acontece, no próximo sábado, dia 26 de Janeiro às 15:00 horas, com a equipa encarnada nas apostas a ter mais basquetebol odds para a vitória.

Referir apenas que o site da bet365 tem todas as semanas várias promoções de basquetebol.

Quando um erro virtual é muito mais importante para a corrupção, que os erros reais que lhes dão campeonatos de mão beijada…

erro

E este ERRO COLOSSAL, (que não passa de virtual), e que até teve direito a ser mostrado pelo padrinho da máfia no seu telemóvel, deveria mesmo ser punido com pena de morte a quem o cometeu! Isto não se faz ao reino da corrupção!

Eles estão habituados a erros, mas não erros destes, virtuais! Eles estão habituados a erros, mas a erros reais, e de preferência que os beneficiem à descarada, como tem acontecido sistematicamente nos últimos trinta anos! Isto não se faz!

Sinceramente sempre pensei que quando vi o padrinho da corrupção mostrar uma imagem no seu telemóvel, fosse algo que tivesse a ver com as escutas reais, mas ignoradas pela justiça! Ou alguma sms enviada por algum árbitro amigo a pedir conselhos matrimoniais…,  ou algum juiz a aconselhá-lo a viajar para Espanha! Sei lá…, algo desse género! Mas não…, afinal era um erro numa página da internet referente ao resultado, Benfica-Porto! GRAVÍSSIMO!!!

Eu não perdoaria quem cometeu este pecado capital, ao reino da corrupção! Quanto a mim deveria ser condenado sem piedade! Pois sem dúvida nenhuma que este erro pode decidir um campeonato à semelhança do que aconteceu no ano passado quando lhes validaram um golo na Luz, dois metros em fora-de-jogo, nos últimos minutos, e que lhes deu a vitória!

É preciso ter lata…

SL Benfica vs FC Porto, hoje às 20h15, em directo aqui

Live 01

Para Miguel Sousa Tavares “A sua tese tem partes boas e partes originais. Infelizmente, as partes boas não são originais e as originais não são boas».

Nortada ! É assim chamada a coluna de opinião do MST no jornal “A Bola”. Mas se o homem defende o seu clube azul, porque dá o nome de Nortada? Bom, na interpretação da pergunta encontram o segredo da resposta!

Um artigo do norte, carago! Ouvir-se-á por aí…Mas ó Miguel, só que o Norte é Vermelho…

MST grande prodígio da literatura vem esta semana defender duas teses:

A primeira, que os “incidentes” da Luz após o jogo de Hóquei em Patins SL Benfica – FC Porto se devem a não sabermos perder. A segunda que o Apito Dourado está a ser ressuscitado sem qualquer sentido apenas com o objectivo de o perpetuarmos.

à agressão daquele energumero de nome Bosh, uma coisa é certa, não existe qualquer agressão por parte dos nossos adeptos e existe uma brutal stickada num adepto que apesar de atingido ainda se desviou o suficiente para que não estivéssemos a lamentar neste momento algo muito mais grave.

Mas, não se fixem apenas neste Bosh. A “educação e postura” deste clube esteve bem à vista de todos. Reparem nas provocações de vários outros jogadores e nas imagens de ameaça por parte dos mesmo ao público empunhando “corajosamente” um Stick com crianças pelo meio do público.

Este Clube não pode continuar continuar impune no desporto nacional. Não compete, espuma raiva e ódio. Tal se deve como é óbvio ao que tanta imprensa chama de “excelente organização”. Concordamos com o termo “organização” MAS sim CRIMINOSA !!! E não ficam impunes, os embaixadores de Pinto da Costa. Um tal de Franklim e outro de nome Ilídio Vale, são acima de todos os principais responsáveis. Que não se perdoe nem se esqueça. Se me esqueci de Tó Neves? Não, mas devo respeito a quem tem um QI abaixo da média para me preocupar com ele.

A segunda tese de Miguel Sousa Tavares, sobre termos ressusitado o Apito Dourado começa logo por falhar na expressão escolhida. Não existe necessidade de ressuscitar quem está vivo. No resto, resumo cinco colunas de texto de MEC nesta pérola “ao longo de todo o processo, Pinto da Costa  afirmou sempre que a visita do Árbitro foi inesperada e o deixou incomodado“.

Estas “Nortadas” não passam neste momento de brisas que apenas nos fazem sorrir. O Futebol precisa de gente que não se deixe intimidar. Os vários agentes que se movem no nosso futebol devem perceber que não existem intocáveis e nós estamos a chegar a eles.

Aqui ficam algumas das frases que se podem reter da postura tida por Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga. numa Célebre entrevista ao Jornal “Sol” .

Eis que quem decidiu atirar o Boavista para os confins dos campeonatos nacionais é adepto do …Boavista. Situação curiosa, mas apenas pelo facto de o futebol português não estar preparado para saber os Clubes das pessoas que exercem este tipo de cargos.

 Eis quem em 2004 começou a ver algo muito simples, apenas em 2004 a Justiça começa a intervir no Futebol !!!

 Curiosa a sua resposta à seguinte pergunta:

 “É o caso de dois jogos que levaram à condenação do FC Porto e do seu dirigente Pinto da Costa. Se fosse hoje, o clube azul e branco seria punido com a descida de divisão por causa dos actos cometidos pelo presidente?”

 Resposta de Ricardo Costa: Exacto, com os novos regulamentos o FC Porto teria sido punido com a descida de divisão por tentativa de corrupção”

Perante isto, digo eu, e recordo que a subtracção de seis pontos ao FC Porto acontece numa altura da época em que o clube era já virtualmente campeão. Justiça vã!!! Justiça para calar. Boavista usado como bode espiatório.

 O Futebol e a Justiça precisa de gente que não se deixe intimidar. Precisamos acabar com a ideia fixa na cabeça “daqueles bandidos” a que me referi, de que lhes bastará ficar sossegados e quietos, à espera que tudo prescreva. Em frente, sejamos optimistas, é necessário acabar com a impunidade generalizada.

Benfica PowerNortadas…. Podem ser Suladas, Oestadas ou Estadas. Serão sempre vermelhas.

Objectivo: Esmagar a corrupção do FC Porto

O FC Porto é uma invenção relativamente recente. Tenho-os unicamente como pretendentes às provas que disputamos. Tal como tinha o Marselha e o Bernard Tapie, entretanto preso ou também a Juventus e Luciano Moggi igualmente enclausurado ou ainda o Steua de Bucareste e o seu Gigi Becali, igualmente preso.

Podem vencer 100 Campeonatos. Que nenhum benfiquista reconheça nem 1. Podem ser bajulados pela imprensa desporLuta contra a corrupçãotiva, tal não passa por uma conjugação de factores. A destacar: Receio por parte dos jornalistas de verem fechadas as portas do Dragão, e verem vetados os acessos a jogadores, para fazerem “notícia”. A isto se chama BAJULAMENTO, submissão e falta de personalidade. Aos avençados aos que fazem parte do grupo de jornalistas amigos da corrupção, valem o que valem: ZERO !!!

Por isso, no BENFICA POWER não reconhecemos qualquer mérito desportivo ao FC Porto.  Façam o que fizerem, vençam o que vencerem, no Tribunal do Povo, NUNCA terão mérito.

Neste novo ano reforçamos os nossos alvos: Tudo e todos que circundam o nosso futebol fazendo dele um lodaçal mal cheiroso. Tudo e todos incluindo benfiquistas que procuram protagonismo querendo-nos fazer crer que a corrupção não existiu (existe) e que só temos é que ganhar. Pior de quem não vê é quem não quer ver. O BENFICA POWER está aí pronto a lutar contra tudo e todos até vermos a Rainha Isabel do Bolhão fora de cena assim como os seus escudeiros.

Não se pode considerar senão natural o definhar de um clube que apesar de tudo isto começou faz tempo a meter água pela área das modalidades. Apesar de ainda achar que a pretensa extinção da secção de Basket, mais não é que uma “birra” de quem vimos em desespero a berrar com as autoridades num pavilhão onde disse que “o Benfica não voltará aqui a festejar nenhum título“.

Já ninguém leva este caduco dirigente a sério, mais ainda estrebucha. Quanto ao clube, que dizer?

Há a dizer isto, Não passa de um clube que:

– passa à margem das leis desportivas
» Acusação provada de CORRUPÇÃO desportiva; Participação IRREGULAR na Champions; Participação IRREGULAR na Taça da Liga, Incrição IRREGULAR de jogadores

– passa à margem das leis judiciais 
» Informações privilegiadas que resguardam de acções judíciais da PJ
» Decisões arquivadas em tribunais que penalizam outros cidadadãos em condições semelhantes

–  vicía a verdade desportiva

» Apoios financeiros à generalidade dos clubes da 1a Divisão assegurando a sua subserviência.
» “Colocação” de jogadores, treinadores e directores desportivos nos principais planteis da 1a Divisão garantindo o acesso a informação privilegiada e interferência destes nos jogos com o clube

–  tem interesses directos e indirectos em 80% dos orgãos de comunicação social
» Posição accionista do presidente do clube na Cofina
» Posição accionista relevante da Olivedesportos
» Conjugação de interesses na RTP, TVI e Sporttv (via Joaquim Oliveira) e alinhamento com Grupo Impresa.
» Garantia de controlo de opções jornalísticas, comentadores mais “habilidosos”…

– tem benefícios directos e indirectos dos organismos públicos
» Financiamento integral de infra-estruturas no valor de quase 350M€
» Promiscuidade com poderes locais do Porto e Gaia
» Interferência na vida política através de apoios ao PS

– controla poderes federativos e associativos
» Dirigentes “plantados” e controlados na Liga e FPF via domínio da AFPorto destes dois organismos
» Garantia de acesso e influência das decisões da Liga e FPF

– resultados desportivos próprios e alheios
» Através do controlo dos organismos de decisão, capacidade de escolher e influênciar árbitros para os próprios jogos e para os adversários, assegurando as decisões que mais lhes interessam
» Garantia de apoio aos clubes “alinhados” de modo a poder obter as devidas compensações e comprar os respectivos silêncios.

O Benfica e o Fisco! Alguém dê um cérebro às mentes dragartas…

O Benfica e o Fisco!

Na “primavera quente” de 2002, após a saída de Vale e Azevedo, a nova direcção do Benfica assume as dívidas fiscais do clube e em pouco tempo faz o seu pagamento.

Claro está que muitos aproveitaram para fazer um filme e criar mais um “facto”, repetindo tantas vezes mentiras que muitos julgam ser verdades. E quais são essas mentiras?

1) O Benfica pagou as dívidas ao fisco com acções do clube.

Completamente mentira. O Benfica apresentou as acções da SAD como garantia de pagamento. GARANTIA… o que é completamente diferente de PAGAMENTO, entendem?

duhhAlém do mais, foi dos JUROS e não da dívida total. E foi uma GARANTIA… porque o PAGAMENTO foi feito em CASH!

Todas as dívidas foram pagas até setembro do 2002. Então se pagaram como surge essa notícia??? Imaginem quem foi o Papagaio??? O FLATUENTE quando estava de azia… de o Nuno Gomes ter regressado ao Benfica!

Para quem se esqueceu da mentira do FLATULENTE eu lembro:

“O Nuno Gomes é um jogador de selecção, um bom futebolista que qualquer equipa gostaria de ter, mas nem todos podem pagar impostos com acções. Ainda para mais que nem sequer estão cotadas em Bolsa. Se tivessem que pagar os dois milhões que devem ao Fisco, não teriam possibilidades de o comprar”

O que o Flatuente presidente do ECP (Entreposto Comercial do Porto) não explica é onde estão essas acções… se o Benfica as deu como pagamento (como ele inventou) então o estado devia ser accionista do clube? Mas ao que parece não é…

Pode ser que ele o JNBufas um dia explique… pode ser que seja no mesmo dia em que ele explique onde estão os milhões das transferências do Ricardo Carvalho, do Deco, do Paulo Ferreira, do Seitaridis, do Maniche, etc… e os 75 milhões dos capitais próprios que desapareceram!

2) O governo de Durão Barroso favoreceu o Benfica.

Eu diria que favorecido são aqueles quem têm dividas e são perdoados… mas disso falarei no ponto 4).

O Benfica assumiu as dívidas, acordou com a DGCI o pagamento e pagou. Onde está o favorecimento? O Benfica fez o seu papel (tarde mas fez) e o estado recuperou o dinheiro, para bem de todos os contribuintes… ou de todos os que não são perdoados!

3) O Benfica devia ter sido suspenso das competições profissionais.

Não sei bem as regras da altura. Mas se assim fosse então, não era só o Benfica que devia ter sido despromovido. Porque muitos houve que não pagaram… porque os perdões foram só para alguns!

4) A BOMBA: O Benfica foi o único clube que tinha impostos em atraso.

Foi??? Só se for porque os outros viram a dívida perdoada!!!!!

O Benfica tudo pagou… mas os outros viram o amigo Pina Moura ‘esquecer-se’ das dívidas deles.

Claro que depois vieram com a tanga do “não devemos nada”… pois… foram perdoadas… mas o certo é que nunca as pagaram.

“Despacho concilia dívidas sem perturbar competições
Pina Moura “retirou” dívidas dos clubes das certidões fiscais

João Ramos de Almeida
PÚBLICO
Os clubes de futebol que vão receber uma notificação do Fisco para liquidar as suas dívidas fiscais, criadas até 31 de Julho de 1996, mas não abrangidas pelo acordo conhecido pelo “totonegócio” assinado em 1999, poderão estar na posse de declarações das repartições de Finanças afiançando que nada devem. Essa situação aparentemente paradoxal está legitimada por um despacho do ex-ministro Pina Moura, determinando que essas dívidas não seriam consideradas para efeito de passagem de certidões.

“As dívidas referentes a obrigações anteriores a 31 de Julho de 1996 liquidadas posteriormente à celebração do auto da dação em pagamento, não deverão ser consideradas para efeitos de passagem de certidões de situação contributiva regularizada”, refere o último ponto do despacho de 1 de Março de 2001, assinado pelo então ministro. Pina Moura, contactado pelo PÚBLICO para explicar os motivos desta opção, respondeu não se lembrar do referido despacho.

O texto do despacho pode, assim, explicar a situação declarada pelo Sporting Clube de Portugal, após a divulgação pelo PÚBLICO da lista de clubes de futebol, apensa à notificação enviada pela Direcção Geral dos Impostos, a 16 de Dezembro passado, à Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e à Federação Portuguesa de Futebol (FPF). No total, a notificação refere estar em falta 19.957.145 euros de dívidas do “totonegócio” não cobertas pelas apostas do Totobola, e ainda de 8.464.789,45 euros de outras dívidas, apuradas em momento posterior ao acordo. O Sporting, como referiu ontem em comunicado, está na posse de declarações da administração fiscal atestando a sua situação regularizada.

A passagem dessas certidões – assegurando que os clubes possuem a situação fiscal regularizada – tornou-se obrigatória para que os clubes possam participar nas competições desportivas. Mas a tentativa do Governo socialista para encontrar uma solução para o problema polémica das dívidas dos clubes de futebol, à margem do procedimento tributário comum, permitiu conciliar a existência de dívidas sem perturbar as competições.

O “totonegócio” deveria ter sido a forma de solver essa polémica situação criada desde os anos 90, mas a descoberta de novas dívidas fiscais, não abrangidas pelo acordo e referentes ao mesmo período, complicou a situação.

Primeiro, como dá conta o próprio despacho, porque, “no momento em que foram apurados os montantes em dívida”, ainda se encontravam “por liquidar vários impostos, por estarem a decorrer inspecções”, do que “resultaram alguns ajustamentos, para mais e para menos, dos valores em dívida”. A tal ponto que foram suspensas novas inspecções com vista a estabilizar os valores. Um mês antes da assinatura do acordo, a Liga exigiu que essas dívidas não fossem consideradas, o que foi aceite. Em segundo lugar, porque dois meses depois do acordo fechado, a administração fiscal deu conta de novas dívidas, incluindo a do Sporting Clube de Portugal, e de reduções de dívida para vários clubes. Os emblemas visados nunca foram, aparentemente, notificados sobre essas alterações ao panorama inicial do acordo.

A solução encontrada foi adiar o seu pagamento para quando fosse feito o acerto de contas da primeira metade do “totonegócio”, em 2004. Ou seja, para daí a três anos, livres de encargos e juros, exigíveis aos normais contribuintes. E sem prejudicar as competições.”

E já agora… lembram-se do ponto 1? O Benfica teve que pagar tudo com juros!!! Com muitos juros… o Benfica contestou mas teve que apresentar como GARANTIA AS ACÇÕES!!!

Um bom fim de semana a todos.

“Artur merece renovar” diz o empresário do guarda-redes

O empresário de Artur Moraes, Ovidio Colucci revelou que o guarda-redes brasileiro pretende continuar a jogar de águia ao peito, apesar de existirem outros clubes interessados no jogador.

«O Artur joga no Benfica, tem rendimento e por isso é normal que haja interesse de outros clubes. Não tenho tido contactos com nenhum clube mas veremos o que acontece no próximo ano. Ele tem mercado e isso é bom para ele. Mas o que o Artur quer é ficar no Benfica», afirmou o empresário, em declarações à Rádio Renascença.

Numa altura em que alguns jogadores encarnados surgem como prioritários na política de renovações do Benfica (Cardozo, Matic e Garay), o empresário do guarda-redes titular da baliza encarnada afirmou que Artur devia estar nessa lista.

 “Ele merece renovar pelo Benfica pelo rendimento que apresenta e pela importância que tem para a equipa. É um dos jogadores mais importantes do Benfica. Todos me falam bem dele e conseguir isso no Benfica não é fácil.”

A cumprir a segunda temporada ao serviço do Benfica, Artur Moraes chegou ao futebol português em 2012, contratado pelo SC Braga à Roma. Após uma boa época ao serviço dos arsenalistas ingressou na Luz, tendo um contrato válido até Junho de 2015, com uma cláusula de rescisão de 20 milhões de euros.

Artur Moraes esta temporada está outra vez em grande forma, tendo sofrido apenas um golo nos últimos sete jogos que fez pelo Benfica e segundo o seu empresário, Artur é um jogador que desperta a atenção de vários clubes, mas Colucci diz que a prioridade do guarda-redes é ficar no Benfica: “Ele quer muito ficar no Benfica”.

Os encarnados voltam a entrar em campo no próximo dia 2 de Dezembro num jogo a contar para a Taça de Portugal, com um adversário ainda a definir.

 Referir que pode assistir aos jogos do Benfica no site da bet365 em desporto em directo.

S.L. Benfica vs Olhanense, hoje às 20h30, em directo aqui

Anzhi interessado em Nicolas Gaitán

Anzhi interessado em Nicolas Gaitán

Apesar do mercado de transferências ser só em Janeiro já existem várias movimentações de diversos clubes para conseguir a contratação do jovem argentino, Nicolas Gaitán.

Um desses clubes é o milionário Anzhi Makhachkala, que segundo o site russo “Life Sports”, está a preparar uma oferta para contratar o internacional argentino aos encarnados.

Ao que parece será feita uma grande oferta salarial a Gaitán, um salário anual a rondar os quatro milhões.

O agente do extremo argentino tem estado em contacto constante com os dirigente do Anzhi, com Roberto Carlos (dirigente de futebol do clube) a estar também envolvido pessoalmente nas negociações.

O interesse do clube russo por Gaitán não é recente, mas ao que tudo indica, Anzhi fará uma proposta á SAD do Benfica muito brevemente.

No entanto, referir que Nicolas Gaitán tem contrato com o Benfica até 2016 com uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

O internacional argentino esteve em grande destaque na época passada no futebol internacional, chegando a interessar a Sir Alex Fergunson, no entanto esta época o jogador tem estado mais discreto e não tem conseguido tantos minutos de jogo. Segundo a mesma fonte, Gaitán estará agora avaliado em cerca de 16 milhões de euros, sendo que o seu passe terá desvalorizado da última época para esta.

O Benfica defronta amanhã, dia 16 de Novembro o Moreirense em Moreira de Cónegos num jogo a contar para a Taça de Portugal.

Referir que pode assistir ao jogo entre o Moreirense e o Benfica no site da bet365 em desporto em directo.

Destaque ainda para o regresso de Luisão á equipa do Benfica, depois de ter estado afastado dos relvados nos últimos dois meses, devido a um castigo. E ao que parece o experiente central e capitão encarnado será mesmo titular no jogo de amanhã frente ao Moreirense.

Bruno César lembra a obrigação de vencer frente ao Spartak

O Benfica recebe esta quarta-feira, dia 7 de Outubro na Luz a equipa do Spartak Moscovo em jogo a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Os encarnados somam apenas um ponto no Grupo G pelo que estão obrigados a vencer o jogo frente aos russos.

Neste momento a equipa do Barcelona é líder isolada com nove pontos, em segundo lugar está o Celtic com quatro pontos e em terceiro lugar o Spartak Moscovo.

Bruno César em entrevista ao site Globo Esportes falou da importância de vencer o jogo de amanhã frente ao Spartak Moscovo.

“Não pode haver bobeira. Esta época ainda não ganhamos na Champions, mas o grupo ainda está em aberto. O Barcelona já se distanciou, mas existe outra vaga. Este jogo com os russos será crucial”, começou por dizer o jogador brasileiro.

Apesar de na Liga Milionária os encarnados ainda não contarem com nenhuma vitoria, o caso muda de figura no campeonato de futebol português, onde as coisas estão a correr muito bem, o Benfica divide neste momento a liderança com o FC Porto.

“Os dois clubes têm a mesma pontuação. Numa jornada, o FC Porto ganha por quatro e nós por três e na jornada seguinte o inverso. Nesse aspecto está nivelado. Só a Liga dos Campeões é que está a ser completamente diferente”, acrescentou.

Lembrar que Bruno César está em risco de falhar o próximo encontro da Liga Milionária, isto porque já tem dois cartões amarelos das jornadas anteriores, por essa razão o médio brasileiro terá que ter cuidado no jogo de amanhã para não ver nenhum cartão amarelo para que possa jogar no encontro crucial frente ao Celtic.

O jogo desta quarta-feira entre e o Benfica e o Spartak Moscovo está marcado para as 19:45 horas, no Estádio da Luz.

 Referir que nas apostas futebol da bet365 o Benfica é o favorito para vencer o encontro.

Gil Vicente vs SL Benfica hoje às 20h30, em directo aqui –