Tagged: Lisbon

Para quando a resolução do valor “oferecido” ao fcporto por organismos públicos?

Para quando a resolução dos quase 350 Milhões de Euros OFERECIDOS POR ORGANISMOS PÚBLICOS ao FCPorto ?

É um caso chocante de concorrência desleal: enquanto os seus rivais de Lisboa, Benfica e Sporting, e outros clubes tiveram de investir entre 25 e 30 milhões de euros nos seus centros de estágios, o FC Porto viu o vizinho município de Vila Nova de Gaia dar-lhe de mão beijada um centro de estágios pronto a funcionar.Com vários campos relvados (um até com bancada para duas mil pessoas, o ‘Estádio Dr. Luís F. Menezes’), instalações várias, construções hoteleiras para 150 atletas, tudo feito em terrenos comprados (mais de dois milhões) ou expropriados à pressa.

Para tudo isso, a câmara de Menezes iria endividar–se em mais um empréstimo junto da banca. Mas a situação envolveu vários ilícitos e irregularidades, o que desencadeou então queixas de pessoas e entidades lesadas aos grupos parlamentares da AR, à PGR, à IGAT (Inspecção-Geral da Administração do Território), ao provedor de Justiça, ao Ministério da Administração Interna e Gabinete do primeiro-ministro.

O mais espantoso é que até à data parece que não aconteceu nada nem ninguém fala do assunto. E o inicialmente baptizado Centro de Estágios de Olival/Crestuma, propriedade da Câmara Municipal de Gaia, passou à má-fila para a posse do FC Porto, ao qual pertence hoje através de uma chamada Fundação Porto-Gaia, de que fazem parte a Câmara de Gaia e outros sócios, para disfarçar, mas é dominada (51%) pelo FC Porto, que nomeia o presidente (Pinto da Costa) e dois vogais, contra dois da Câmara. Não é por acaso, tal fundação ter a sede social, endereços postais e telefónicos no… Estádio do Dragão. E a propriedade foi-lhe dada através de uma habilidade legal, um direito de superfície por 50 anos outorgado pelo doutor Menezes em nome do município ao sr. Pinto da Costa, em nome do FC Porto. Entre vários atropelos cometidos com as obras do Centro, desapareceram uma via pública (a Travessa do Alto da Estrada, freguesia de Crestuma, que o dr. Menezes prometeu reconstruir alhures mas não cumpriu), uma fábrica de madeiras com 17 operários, cujos donos e trabalhadores andam pelos tribunais, por onde andam também donos de terrenos ilegalmente expropriados, etc. A questão da rua desaparecida sob as obras ainda há dias foi levantada na Câmara da Gaia, a da fábrica, os donos continuavam a rejeitar a ‘réplica’ que o doutor Menezes lhes oferecia noutro local, e os trabalhadores foram juntar-se a todos os sem-emprego que por aí andam. Enfim, um escândalo em qualquer parte, menos neste país de opereta…”
In Correio da Manha

Em Outubro 2008, na sequência do Relatório do Tribunal de Contas, o Blog ForumBenfica já tinha denúnciado os 310M€ OFERECIDOS POR ORGANISMOS PÚBLICOS ao FCPorto para construção do Estádio do Dragão que foram, portanto, suportados pelos portugueses através dos seus impostos.

Em 2009 o BENFICA POWER alertou para mais uma denúncia clara e evidente de benefícios públicos ao FCPorto, desta feita avaliados em cerca de 30M€, que foi o valor da OFERTA da CMVila Nova Gaia ao FCPorto pelo Centro de Estágio, no qual o clube nao gastou um tusto e tem hoje a PROPRIEDADE do espaço que usa em exclusividade.

No total, estamos a falar de quase 350M€… qualquer coisa como 70M Contos de que o FCPorto usufruiu directa ou indirectamente por através de organismos públicos e a fundo perdido.

Não se pode considerar senão natural o definhar de um clube que apesar de tudo isto começou faz tempo a meter água pela área das modalidades. Apesar de ainda achar que a pretensa extinção da secção de Basket, mais não é que uma “birra” de quem vimos em desespero a berrar com as autoridades num pavilhão onde disse que “o Benfica não voltará aqui a festejar nenhum título“.

Já ninguém leva este caduco dirigente a sério, mais ainda estrebucha. Quanto ao clube, que dizer?

Há a dizer isto, Não passa de um clube que:

passa à margem das leis desportivas
» Acusação provada de CORRUPÇÃO desportiva; Participação IRREGULAR na Champions; Participação IRREGULAR na Taça da Liga, Incrição IRREGULAR de jogadores

passa à margem das leis judiciais 
» Informações privilegiadas que resguardam de acções judíciais da PJ
» Decisões arquivadas em tribunais que penalizam outros cidadadãos em condições semelhantes

 vicía a verdade desportiva

» Apoios financeiros à generalidade dos clubes da 1a Divisão assegurando a sua subserviência.
» “Colocação” de jogadores, treinadores e directores desportivos nos principais planteis da 1a Divisão garantindo o acesso a informação privilegiada e interferência destes nos jogos com o clube

 tem interesses directos e indirectos em 80% dos orgãos de comunicação social
» Posição accionista do presidente do clube na Cofina
» Posição accionista relevante da Olivedesportos
» Conjugação de interesses na RTP, TVI e Sporttv (via Joaquim Oliveira) e alinhamento com Grupo Impresa.
» Garantia de controlo de opções jornalísticas, comentadores mais “habilidosos”…

tem benefícios directos e indirectos dos organismos públicos
» Financiamento integral de infra-estruturas no valor de quase 350M€
» Promiscuidade com poderes locais do Porto e Gaia
» Interferência na vida política através de apoios ao PS

controla poderes federativos e associativos
» Dirigentes “plantados” e controlados na Liga e FPF via domínio da AFPorto destes dois organismos
» Garantia de acesso e influência das decisões da Liga e FPF

resultados desportivos próprios e alheios
» Através do controlo dos organismos de decisão, capacidade de escolher e influênciar árbitros para os próprios jogos e para os adversários, assegurando as decisões que mais lhes interessam
» Garantia de apoio aos clubes “alinhados” de modo a poder obter as devidas compensações e comprar os respectivos silêncios.

Eis o que há a dizer deste clube.

Se a “coisa” ficou por ali?

Três espaços a visitar para tirarem as vossas conclusões:

Um Blog de Munícipes de Gaia, que estranhamente se ficou por 2009

http://camara-de-gaia.blogspot.pt/

E uma notícia com 5 dias.

http://www.ptjornal.com/201207119543/geral/desporto/gaia-vai-acolher-os-jogos-do-fc-porto-b-no-estadio-jorge-sampaio.html

E uma linda amizade de Pinto da Costa e Menezes, com um inimigo comum: Rui Rio.

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Vila%20Nova%20de%20Gaia&Option=Interior&content_id=2661353

Boas leituras.

Segue Benfica, segue o teu caminho !

Anúncios

Que nos desculpem, mas, até vermos o King estabilizado o Euro passou para segundo plano.

Eusébio da Silva Ferreira deverá regressar a Portugal na próxima quinta-feira, um dia depois do jogo das meias-finais do Euro-2012 entre Portugal e Espanha, em Donetsk.

Que nos desculpem, mas, até vermos o King estabilizado o Euro passou para segundo plano.

Com poucas horas de diferença podemos ler declarações dispares:

«Do ponto de vista de evolução posso estar otimista. Eusébio está muito bem, está muito melhor. Realizou toda a bateria de exames. Tem problemas antigos, cardíacos e de outro nível. Embora esteja em condições de ter alta, acham por bem que deva ser evacuado num avião aeromédico, na medida em que as características do voo podem alterar os parâmetros fisiológicos. É uma medida de precaução compreensível», explicou o médico da Seleção, Henrique Jones.

«Vai descansar mais um ou dois dias e, provavelmente, será evacuado na próxima quinta-feira», indicou.

O clínico deu ainda conta do desejo de Eusébio de assistir ao jogo com a Espanha, em Donetsk, tendo confessado que se enerva mais quando acompanha as partidas pela televisão. Assim sendo, e como medida de precaução, deverá ser impedido pelos médicos de seguir o embate de quarta-feira, conhecendo o resultado à posteriori.

  • A 2ª 

“Eusébio só terá alta hospitalar na quinta-feira, uma vez que passou “uma noite agitada” e tem problemas cardíacos que implicam medidas de precaução, dizem os médicos.

O embaixador da seleção nacional Eusébio só terá alta hospitalar na quinta-feira, depois de ter passado uma “noite agitada” no hospital Jozafe Strusia, em Poznan, na Polónia, onde está internado desde sábado.

“O Eusébio está bem e quer é ir para casa. Fizemos todo o tipo de exames, desde TAC a ressonâncias, mas é evidente que Eusébio tem problemas cardíacos e implica maiores cuidados. Embora ele esteja em condições de ter alta, os médicos do hospital acham por bem que ele seja evacuado para Portugal num avião medicalizado. Apesar de no ponto de vista médico ele estar bem, é uma medida de precaução compreensível. Vai descansar mais um ou dois dias e provavelmente terá alta na quinta-feira”, disse um dos médicos do hospital.

Eusébio cumpriu mais exames na manhã desta segunda-feira e à tarde terá a visita dos médicos da seleção nacional, sendo que terá companhia permanente do médico Nuno Campos e de um intérprete enquanto estiver internado. O regresso a Lisboa só acontecerá, por isso, na próxima quinta-feira, já depois de Portugal ter defrontado a Espanha nas meias-finais do Euro 2012. ”

Até que tenhamos algo que nos possa descansar um pouco mais sobre o KING, esta situação para nós como é óbvio relegou o Euro para segundo plano !

Eis o Benfica ! Nascemos para ser Campeões !

Três semanas depois de vencermos o Campeonato Nacional de Basquetebol, uma semana depois de nos tornarmos BI Campeões masculinos em Atletismo, de nos voltarmos a tornar Campeões Nacionais de Hóquei em Patins, título ganho dentro de campo e com todo o mérito. O 22º Título da nossa História, vencemos numa emocionante final o Título de Campeão Nacional de Futsal. A somar a toda esta glória, os títulos de Basquetebol em Sub-16 e Sub-18.

O Benfica é isto, a Mística é isto e não passa apenas pelo Futebol Sénior, onde apenas não fomos Campeões pelos vários motivos que todos conhecemos.

Ano após ano, as nossas modalidade estão cada vez mais pujantes à imagem da grandeza do Glorioso Sport Lisboa e Benfica.

É justo lembrar que em todo este processo a Direcção do Sport Lisboa e Benfica tem uma grande quota parte de mérito nestas conquistas. A uma primeira tentativa de voltarmos a ser o 1º Clube igualmente nas modalidades, jogamos contra adversários, contra arbitragens  e Federações, não tivemos o retorno que todos gostaríamos, ainda assim, sem nunca desistir, a organização, apoio tanto de Direcção como de todos nós adeptos e contra tudo e contra todos aqui estamos de forma orgulhosa a poder apresentar esta imagem.

Que não se baixe a guarda, porque os ataques ainda irão ser maiores, que se mantenha esta garra, de Dirigentes, Atletas e Adeptos.

Parabéns a TODOS

 

Benfica é o novo Campeão Nacional! Hóquei em Patins

“A equipa de Hóquei em Patins do Sport Lisboa e Benfica defrontou, este sábado, fora, o HC Tigres, numa partida referente à 30.ª e última ronda do Campeonato Nacional, onde triunfou por 1-4, sagrando-se o novo Campeão Nacional da modalidade.

Com o pavilhão Alfredo Bento Calado, em Almeirim, completamente lotado e pintado de vermelho num incessante apoio à equipa comandada por Luís Sénica tendo em vista o 22.º título, o brasileiro Cacau abriu as hostilidades logo nos primeiros minutos através de uma recarga a um primeiro remate do ataque benfiquista.

O golo madrugador dos “encarnados” trouxe maior emoção à partida com a bola a rondar as duas balizas com algum perigo, porém foram os líderes a dispor das melhores oportunidades até ao intervalo, nomeadamente através de Valter Neves, de Carlos Lopez e de uma grande penalidade falhada de Sérgio Silva.

A etapa complementar arrancou com mais uma flagrante oportunidade desperdiçada por parte do Benfica. Tuco, através de uma grande penalidade, permitiu a defesa do guardião da turma ribatejana.

O HC Tigres empatou a partida por Carlitos através de uma recarga após a marcação de um livre directo. As “águias” responderam por intermédio de Carlos Lopez volvidos poucos minutos, colocando justiça no marcador.

A ganhar, e garantindo a conquista do título, o Clube da Luz não se acomodou e foi atrás do tento da tranquilidade. Sérgio Silva fez uso da sua excelente meia distância e fez o 1-3. O 1-4 veio poucos minutos depois através de Carlos Lopez, na marcação de um livre directo.

14 anos depois, o Sport Lisboa e Benfica volta a ser Campeão Nacional de Hóquei em Patins.” in aovivo.slbenfica.pt

 AS QUINAS DE VOLTA AO SEU LUGAR ! OBRIGADO CAMPEÕES !

Basquetebol: Sub-16 são Campeões Nacionais! (Com Vídeo)

Depois do Título de Basquetebol conquistado pelos segundo ano consecutivo pelos Sub-18 e após vitória sobre o Ginásio Figueirense.

Os nossos Sub-16 são Campeões Nacionais !!!

A equipa de Basquetebol de Sub-16 conquistou este domingo, dia 10 de Junho, o título nacional, ao bater o Ginásio Figueirense por 65-79.

PARABÉNS RAPAZES ! 

Mais um título na Formação do Sport Lisboa e Benfica

O Sport Lisboa e Benfica começou por vencer o FC Porto na sexta-feira, dia 8, por 62-53, derrotando no sábado, dia 9, o Basket Almada Clube A por 56-51.

Na terceira e última jornada da Fase Final, disputada no pavilhão Henrique Miranda, em Queluz, o título foi decidido na partida entre a equipa da Luz e o Ginásio. O Benfica dominou o encontro e já vencia ao intervalo por 26-44.

Após o descanso, a formação benfiquista manteve o seu domínio e alcançou, assim, a vitória por 65-79.

Depois dos títulos nacionais de Seniores, de Sub-20 e de Sub-18, é vez dos Sub-16 celebrarem a vitória no seu respectivo Campeonato.

O coordenador técnico da Formação de Basquetebol do Sport Lisboa e Benfica, Goran Nogic, mostrou-se, este domingo, dia 10 de Junho, muito satisfeito com o título nacional dos Sub-16. Em declarações à Benfica TV, o responsável da Formação não quis deixar de agradecer a todas as pessoas que tornaram esta vitória possível.

“Quero agradecer a todos os atletas que estiveram em campo durante estes três dias, dar os parabéns ao treinador João Tavares, ao Higino Maroto [seccionista], aos adeptos que foram até ao pavilhão em Queluz, bem como à nossa direcção, ao presidente Luís Filipe Vieira e ao Carlos Lisboa [director-geral das modalidades]. Não nos faltou nada, temos tudo para sermos vencedores”, afirmou o coordenador técnico.

Goran Nogic sublinhou ainda a importância da formação de bons profissionais: “Embora não seja o primeiro objectivo da Formação, é muito importante formar vencedores.”

O coordenador técnico elogiou o trabalho dos Sub-16, afirmando que o resultado final não poderia ter sido mais justo. “Uma fase final é sempre equilibrada e sabíamos que tínhamos de preparar jogo a jogo. Tínhamos de acabar este ciclo com mais uma vitória para a secção e foi inteiramente justo”, afirmou.

Goran Nogic sintetizou ainda a temporada do Basquetebol. “Foi uma época perfeita”, considerou, numa alusão aos títulos nacionais obtidos pelos Seniores, Sub-20, Sub-18 e Sub-16.

Fonte: Benfica ao Vivo

Sr Octávio Machado, a que titulo esteve o Pinto da Costa nessa “reunião”?

Octávio Machado  antigo treinador do Sporting e do FC Porto explicou ontem na rúbrica “O Mister responde do Correio da Manhã” a razão de ter sido ‘afastado’ de técnico da Selecção e aborda a influência dos empresários.

À pergunta,

“Já esteve para integrar uma equipa técnica da Selecção. O que falhou?”

Respondeu:

“Fui formalmente convidado e aceitei. Fui convidado a dar uma entrevista a dizer bem dos irmãos Oliveira [Joaquim e António] e não dei. Depois de uma reunião num hotel de Lisboa, onde estiveram o sr. Pinto da Costa, Gilberto Madaíl, Artur Jorge, João Rodrigues e outro senhor, foi-me comunicado por um jornalista que tinha sido substituído pelo Raul Águas. Na altura, estava em Itália com o Sporting.

As influências existem, são reais. Há quem seja influenciável e quem não se deixe influenciar.”

Agora pergunto eu Sr Octávio Machado, apelando à sua recente frontalidade,deixo no ar esta pergunta: A que titulo esteve o Pinto da Costa nessa “reunião“?

Dança das transferências? Passo, não gosto nem a sei dançar

Dei conta que, antes de ter chegado à cidade o Circo Cardinal já se tinha instalado o Carrossel. O Carrossel que falo é o das transferências, pois é meus caros, os jornaleiros e um pouco por toda a comunicação Social fazem de tudo para destabilizar o nosso Benfica e principalmente os seu sócios e adeptos. Eles sabem que muitos dos Benfiquistas se deixam levar pelas suas cantigas, mas nós estamos aqui para abrir os olhos a quem precisar. Damos conta que meio plantel se vai  embora e que entram jogadores para fazer 8 equipas, isto só porque, quantos mais jogadores eles colocarem na rota do Benfica mais hipóteses têm de acertar. E depois temos as certezas, que jornais como O Porco, ups, O Jogo, dão como certo, ou seja, o Gaitan já é do Manchester e o Witsel é o próximo a sair, mesmo que não exista fundamento eles são capazes de escrever páginas inteiras sobre estas hipotéticas transferências. E o pior é que fazem disto primeira página, vamos lá saber porquê…eu sei e todos vocês já desconfiam, eles tentam vender com base no Benfica.

Antevejo os “casos”:  “Gaitán, por já ter o  interesse de Machester United. “Javi Garcia “, se porventura não ficar no Benfica, lá vai caír o carmo e a trindade.  “Luisão” pela enésima vez, tem pelo menos 53 clubes interessados em si. Antecipo ainda esta primeira página, “Witselsó renova se tiver um vencimento superior ao Cristiano Ronaldo…” e ao saír, uma vez mais a culpa será da Direcção por não ter vendido um quarto do estádio. Lembro o “Circo” que foi por não se renovar contrato com Katsouranis porque o Benfica não teve a lucidez de comprar um Boeing 747 para o jogador poder voar directamente entre Lisboa e Atenas…

E eis que o Carrossel abriu o mercado  – vamos ver se temos pachorra para ir adicionando os nomes… apenas para se poder contabilizar as atoardas da imprensa. Pachorra e espaço, o nosso computador já está no limite do seu espaço com a “dança das transferências”.

Gosto especialmente quando além da transferência se dá um toque côr de rosa à coisa, dá um ar, sei lá, um ar de Beckam/Victória à Portuguesa. Sugiro ou que deixemos no Site Oficial do Sport Lisboa e Benfica um espaço chamado DESMENTIDOS, com um texto padrão em se mude apenas o nome do jogador.

Mas, o pior é que os Benfiquistas mal vêem notícias de transferências parecem que ficam cegos e além de ir atrás dessas capas, ainda entram nessa dança e porque será?Será porque vai-se jogar uma final este fim-de-semana? Ou será porque só o Benfica é que vende jornais? Pois é, quem souber a resposta bem a pode deixar aqui num comentário do BENFICA POWER…a administração agradece.

Objectivo do BENFICA POWER

“Apoiar o Benfica”

Todos queremos! A forma? Cada um tem a sua muito pessoal. Por diversas circunstancias…a vontade de o fazer por vez é tal que nos esquecemos do que nos une: O SPORT LISBOA E BENFICA.

E é sem qualquer maldade que tal acontece. A nossa vontade de ajudar, de colaborar, enfim  de fazer algo, faz com que por vezes, nem nos apercebamos da importância que cada um de nós tem na grandeza do maior Clube do Mundo.

Cada um de nós é uma pequena peça fundamental na construção da sua grandeza. Sempre foi desde o sonho tornado realidade por parte de alguns homens naquela Farmácia Franco. Cada um de nós tem um valor enorme em toda a IMAGEM deste “quadro majestoso” que é o BENFICA. Mas, não queiramos ser o quadro todo, não faz sentido, nem é exequível. Logo, seja qual for o resultado devemos ser a peça unida a todas as outras representam a FORÇA DO SPORT LISBOA E BENFICA !

Connosco quem quiser contra nós quem puder.

Viva o S. L. e BENFICA

Benfica pondera investir através da aquisição do Pavilhão Atlântico

Isto, como em tudo na vida, são escolhas…. Uns aplicam dinheiro em activos imobiliários, outros aplicam-no em pagamentos de férias e carros aos arbitros, e nos deboches dos presidentes das SAD.

E o Porto, esse, nem vale a pena falar das contínuas negociatas de terrenos com as Câmaras do Porto e Gaia, detectadas pela IGF. Até o campo de treinos em Gaia é de borla (caso único), pago pela C.M.Gaia, que há tempos atrás era “só” a mais endividada do país. Agora já fizeram uma maningância qualquer para descer um pouco no ranking das mais endividadas, só significa que fomos nós todos a pagar as dívidas deles. O costume, pr’aquelas bandas.

Tudo isto a propósito da “preocupação” verde e azul e branca no facto do Sport Lisboa e Benfica poder vir a investir através da Benfica Eventos na aquisição do Pavilhão Atlântico.

Aspecto a reforçar e para colocar este assunto no seu devido lugar. Benfica e Sporting pagaram os seus respectivos Centros de Estágio. O Porto através de uma obscura “permuta” usufrui de algo à conta de todos os contribuintes. Assim, não se preocupem que a haver negócio (o que neste momento não passa de um mero cenário a confirmar) o Pavilhão será pago sem manigâncias. Em termos de investimento, bom, se compararmos que no máximo o Sport Lisboa e Benfica pode adquirir um importante activo pelo preço que o Porto deu por um tal de Danilo, creio que aqui pára de imediato o que de existe de matéria de facto e começa a matéria de “dor de cotovelo”.

Mas vamos ao que existe na realidade. No último dia oito de março, o Benfica foi referenciado como possível comprador do Pavilhão Atlântico. Esta notícia, foi mencionada no site “Event Point” e surgiu depois do Governo ter dado o aval para a venda do imóvel. O valor do mesmo não é certo, mas estima-se que se situe entre os 8 e 12 milhões de euros. A corrida pelo imóvel ao que se sabe está concorrida, com o clube da Luz e a promotora Live Nation a liderarem a lista de possíveis compradores. A princípio, o Sporting Clube de Portugal também foi dado como interessado, mas devido à crise financeira em que se encontra, prontamente abandonou a corrida. Posição oficial do Sport Lisboa e Benfica quando questionado sobre o possível interesse no imóvel, o diretor de comunicação João Gabriel limitou-se correctamente  a afirmar que o assunto estaria a ser “discutido internamente”, sem desvendar mais nenhuma informação. Benfiquistas, tudo, mas tudo o que vá para além disto é pura especulação.

Entranto no natural espaço de opinião de quem não conhece minimamente o dossier (EU), posso ser levado a pensar (e vale o que vale) que o Benfica estará de facto a ponderar a compra do Pavilhão Atlântico.

Parece-me ser do mais óbvio e elementar bom senso que se olharmos o sucesso que a marca Benfica tem tido através da Benfica Eventos um espaço como o Pavilhão Atlântico se pensarmos em Clubes desportivos apenas poderá estar ao alcance de um clube como o Sport Lisboa e Benfica. O Governo aprovou no início deste mês o processo de venda do edifício por negociação direta desde que cumprido um caderno de encargos onde de forma resumida se destaca o facto de ser necessário a apresentação de um plano de de investimento a aquatro anos e a salvaguarda dos postos de trabalhos dos Colaboradores que neste momento trabalham neste espaço. Tudo claro, óbvio, sem qualquer especulação.

Ponto de situação conhecido – A quase duas semanas para a entrega de propostas já são cinco os interessados na aquisição do Pavilhão Atlântico, um espaço que, em 2010, gerou receitas de 1,5 milhões de euros.

Além do Sport Lisboa e Benfica, surge a empresa norte-americana de produção de espectáculo Live Nation, a promotora Everything is New, a Sociedade Campo Pequeno e o empresário Joe Berardoque se mostra igualmente interessado além deste espaço no Pavilhão de Portugal,  que considera um «bom espaço» para a instalação da sua colecção de arte moderna.

A apresentação de propostas de compra do Pavilhão Atlântico, em Lisboa, deverá ocorrer até 27 de Abril.

Dados sobre o Pavilhão Atlântico com base na informação da Event Point:

Em 2010, a Atlântico SA, gestora do Pavilhão Atlântico e do Pavilhão de Portugal, registou lucros de 381 mil euros, mais do que os 131 mil registados no ano anterior, segundo o último relatório e contas disponível.

O EBITDA, ou “cash flow” operacional (Ebitda é a sigla em inglês para earnings before interest, taxes, depreciation and amortization, que traduzido literalmente para o português significa: “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”), atingiu no mesmo ano 725 mil euros, enquanto o EBIT ficou nos 565 mil euros (Sigla que vem do inglês “Earnings Before Interest and Taxes”. Em português significa lucro antes de juros e impostos)

Quanto a proveitos operacionais, a Atlântico SA terminou o ano de 2010 com 7,5 milhões de euros, mais 8% do que no ano anterior. Em termos desagregados, o Pavilhão Atlântico gerou proveitos de 1,59 milhões de euros, menos 11% do que em 2009, enquanto o Pavilhão de Portugal facturou 707 mil euros, mais 43% do que no ano anterior.

O activo da Atlântico SA situa-se nos 5,34 milhões de euros, enquanto o passivo ficou nos 3,08 milhões de euros.

Em 2010 a Atlântico, S.A., conseguiu acolher cerca de 125 eventos de dimensão e tipologia diversas, nos espaços sob sua gestão (Pavilhão Atlântico e Pavilhão de Portugal), dos quais 31 no Pavilhão Atlântico.

Em termos de ocupação, o Pavilhão Atlântico foi ocupado durante 259 dias, enquanto o Pavilhão de Portugal 153 dias.

 Posição da Parque Expo

A Parque Expo diz em comunicado que no âmbito da transacção do Pavilhão Atlântico, pretende que seja “acautelada a vocação do Pavilhão Atlântico, cujo tipo de utilização não deverá ser desvirtuado. Deve continuar a acolher uma programação atractiva, variada e culturalmente relevante, bem como a constituir um polo dinamizador da economia local e nacional em virtude, também, da realização de eventos empresariais e institucionais de grande dimensão”. Recorde-se que alguns “players” do sector demonstraram preocupação quanto ao futuro do Pavilhão e se ia continuar a ter as mesmas funções. 

O modelo adoptado para a transacção é a venda directa, por negociação particular, podendo participar no processo entidades singulares e agrupamentos. No mesmo comunicado, a Parque Expo convida “ para o presente processo tanto agentes do sector, como entidades que possam combinar as suas distintas valências e experiências no sentido de apresentarem uma proposta satisfatória”. O processo depois desenrola-se da seguinte forma: “as entidades que venham a ser escolhidas para participar no procedimento receberão uma carta convite, acompanhada de uma Nota Informativa, contendo, respectivamente, os termos do procedimento de venda do Pavilhão Atlântico e da sociedade Atlântico, e informação sumária sobre os activos a alienar”. “Após a formalização da manifestação de interesse pelas entidades convidadas a participar e o envio de documentação standard (incluindo um Acordo de Confidencialidade)”, continua a Parque Expo, “será disponibilizada informação adicional para efeitos de realização de due diligence ao imóvel e às sociedades e que incluirá, entre outros, o acesso ao data room, visitas técnicas e sessões de esclarecimento com os responsáveis das sociedades”. A apresentação das propostas decorre até ao dia 27 de Abril.

 Entrevista de Bruno Sá da Benfica Eventos: Benfica aposta nos eventos Entrevista de Bruno Sá à Event Point

“O Benfica lançou-se, definitivamente, no mercado dos eventos. Apesar de receber eventos há vários anos, e depois de um trabalho prévio de estudo do sector, a instituição decidiu apostar forte nesta vertente e até já lançou uma brochura dedicada à divulgação dos espaços para eventos e que pode ser consultada no site do clube. Fomos conversar com Bruno Sá, da Benfica Eventos, para perceber as potencialidades dos espaços e os objectivos do clube nesta área de negócio.”

“Que espaços tem o Estádio da Luz disponíveis para eventos?”

A Benfica Eventos tem várias salas para reuniões e seminários, um auditório com capacidade para 100 pessoas, que é a nossa sala de conferências de imprensa, salas para jantares e outro eventos com capacidade até 600 pessoas. Estamos a falar de espaços com visibilidade para o relvado. Para além dos espaços interiores, temos os pavilhões, um com capacidade para 1500 pessoas sentadas, outro para 2500; o Caixa Futebol Campus, no Seixal, que tem capacidade para muitos eventos. De referir ainda a Praça Centenário, que permite fazer feiras, concertos, de tudo um pouco. Temos um relvado sintético que permite realizar várias iniciativas. Espaços não nos faltam, até o parque de estacionamento já alugámos.

“Tudo isso condicionado pela época desportiva?”

“Sim, o nosso core business, que é o futebol, está em primeiro lugar, como é óbvio, mas é gerível. Temos cerca de 30 eventos desportivos, de futebol profissional no estádio, nos restantes dias há muitas oportunidades para entrarmos neste mercado.”

“Qual tem sido a reacção?”

“Temos tido muita procura.”

“Em termos de fornecedores? Há exclusividade?”

“No interior do estádio a única exclusividade que existe é ao nível do catering. Em relação a tudo o resto não há restrições. Temos obviamente os nossos fornecedores/parceiros. Estudámos o mercado e percebemos que os promotores dos eventos preferem quase sempre trazer os seus fornecedores habituais. Fora do estádio, nos pavilhões, na Praça Centenário, etc., não há qualquer exclusividade, incluindo o catering.”

“Qual é a grande mais-valia de organizar um evento num estádio?”

“Acima de tudo é um local único para convidar pessoas a assistirem a um lançamento de um produto, um evento, no palco onde as maiores estrelas de Portugal jogam, onde foi a final do Euro 2004, onde se realizaram as New 7 Wonders. Temos tido um feedback muito positivo de todas as empresas que têm organizado aqui eventos, quer a nível da organização, quer do impacto.”

“Fez referência ao espaço mais nobre de todo o estádio, o relvado. Que condicionantes e que possibilidades existem no uso desse espaço?”

“Procuramos sempre cuidar do nosso core-business, como é óbvio. Depende do projecto, do evento a realizar. Nos meses em que não há actividade desportiva, pretendemos realizar eventos no relvado, mas não é uma coisa que vá ser aberta a todo o tipo de propostas. Serão sempre estudadas.”

“Qual o peso que o Benfica quer para a área de eventos?”

“Temos um objectivo traçado, mas neste momento, neste ano 0, queremos estudar o mercado. Obviamente temos objectivos financeiros, mas que não posso divulgar.”

“Podemos falar de uma equipa exclusivamente dedicada à área dos eventos?”

“Hoje em dia já fazemos os maiores eventos desportivos em Portugal. Temos a experiência. São várias as pessoas na equipa, mas também depende de cada evento.”

“Não receiam que neste ano de entrada no mercado haja um contexto tão desfavorável em termos económicos que dificulte a tarefa?”

“Temos tido cada vez mais procura. O que tem acontecido nos últimos anos é o passa-a-palavra. As empresas do Corporate Club, cerca de 150, também procuram os nossos espaços para eventos. E temos tido uma grande receptividade no mercado. Olhámos para o nosso universo e esta é uma área em que faz sentido estarmos presentes porque as infraestruturas estão cá, os custos fixos existem, de modo que rentabilizando, só nos traz valor.”

Fonte:  Event Point

Por fim, devo dizer sobre os habituais opinadores sem cuidado em saber do que falam antes de dizerem algum disparate que  se o Benfica recebeu alguma coisa da Câmara M.Lisboa, o Sporting recebeu exactamente o mesmo, apesar de ser um clube com bem menos de metade dos sócios e simpatizantes do Benfica.

Com isto, e que fique bem claro, não estou a dizer que os clubes devessem ter recebido o que quer que fosse, apenas digo que os benefícios foram NO MÍNIMO iguais para os dois.

Em frente Sport Lisboa e Benfica

Dados e Fontes de Informação incluídos  neste artigo: Parque Expo e Event Point