Tagged: SL Benfica

Jorge Jesus sobre a sua renovação

Jorge Jesus sobre a sua renovação

jorgejesus7O Benfica está a realizar uma temporada de grande nível estando na liderança do campeonato nacional com mais quatro pontos que o FC Porto (2. classificado). Destacar o facto de os encarnados em 25 jogos já realizados para a Liga Zon Sagres ainda não conhecerem o sabor da derrota.

Além do campeonato equipa comandada por Jorge Jesus tem praticamente um lugar assegurado nas meias-finais da Liga Europa, depois de ter vencido na passada quinta-feira na Luz o Newcastle por 3-1.

Para além destas duas competições o Benfica disputa ainda a Taça de Portugal, onde irá defrontar o Paços de Ferreira, no dia 15 de Abril. Jorge Jesus está confiante que na conquista das três competições onde o Benfica ainda está envolvido.

No entanto apesar da grande época que os encarnados estão a realizar, o treinador do Benfica lembra que ainda nada está nada ganho e que a situação pode mudar a qualquer altura.

 jorge_jesus_de_dedo_em_riste_lusa”As coisas agora estão a correr muito bem mas também podem não correr, de repente. O importante é salientar que foi só com grande mérito, sacrifício e trabalho que chegámos a esta fase nesta forma e posição”, começou por dizer o treinador das Águias às notícias de futebol.

 A ligação de Jorge Jesus ao Benfica termina em Junho deste ano, quando questionado sobre a sua renovação, o técnico respondeu que o importante neste momento é estar concentrado nos jogos que faltam para terminar a temporada.

”No final, se a época for brilhante, o balanço do teu trabalho está feito e ficas tranquilo. E eu vou estar tranquilo”, garantiu Jorge Jesus.

O Benfica vai agora ter duas semanas de jogos muito importantes, depois de defrontar o Olhanense a contar para a Liga Zon Sagres, os encarnados deslocam-se a Inglaterra para defrontar o Newcastle num encontro a contar para a 2. mão dos quartos-de-final da Liga Europa, depois no dia 15 de Abril defrontam o Paços de Ferreira a contar para a Taça de Portugal e no dia 21 de Abril recebem o Sporting no Estádio da Luz, num jogo a contar para a 26. Jornada do campeonato de futebol português.

Anúncios

Taça de Portugal é um dos objetivos da época

Taça de Portugal é um dos objetivos da época

O Final-Da-Taça-jamor-Taça de Portugal- Sport Lisboa e Benfica- Vencedor da Taça de PortugalBenfica mostrou-se em grande forma no regresso da pausa de Natal ao golear o Desportivo das Aves por 6-0 num jogo a contar para a Taça de Portugal.

Com este resultado os encarnados passaram aos quartos-de-final da prova, onde vão encontrar a Académica de Coimbra.

No final do encontro frente ao Aves, o treinador do Benfica, Jorge Jesus, falou às notícias desportivas onde afirmou que o Benfica é sempre um dos candidatos à Taça de Portugal.

“Há nove anos que o Benfica não vai à final e a Taça de Portugal é um grande objectivo, tal como é o campeonato. Temos a dobradinha em mente. Queremos chegar à final mas agora vamos ter um jogo difícil com a Académica, que é o detentor do troféu”, começou por dizer o técnico encarnado.

Jorge Jesus afirmou ainda que apesar da vitória recheada, o Benfica se tinha apresentado bem e sempre com respeito ao adversário.

“Foi um Benfica sério, com respeito pelo Aves. O jogo tornou-se mais fácil com os golos. Foi bom para determinados jogadores que tiveram oportunidade de jogar, que era um objectivo tal como era passar à fase seguinte.”

Jesus aproveitou ainda para referir que o jogo com o Desportivo das Aves, tinha sido uma boa oportunidade para colocar em campo alguns jogadores menos utilizados.

“Contamos com todos. Tenho de olhar para a equipa e fazer o que acho melhor para o Benfica. É preciso saber gerir as emoções, é para isso que cá estou.»

O jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal frente a Académica de Coimbra realiza-se no dia 30 de Janeiro, às 16:00 horas no Estádio Cidade de Coimbra.

O Benfica volta a entrar em campo no próximo domingo dia 6 de Janeiro, frente ao Estoril Praia, num jogo que irá contar para o campeonato nacional de futebol português.

Referir apenas que poderá assistir ao encontro deste domingo no site da bet365 em desporto em directo.

Freixieiro vs SL Benfica, em Futsal, hoje às 14h30, em directo aqui

Final da II Gala do Andebol Fafe 2012 – SL Benfica vs Sporting, hoje ás 17h00, em directo aqui

Vitória de Setúbal vs SL Benfica, hoje ás 20h15, em Directo aqui

Fundação que gere o centro de estágios do FC Porto está à beira da extinção? E devolução dos dinheiros públicos?

Inenarrável como algo a que chamam “Fundação”  e que mais não é que o dinheiro de todos nós contribuintes, tenha sido usada para “gerir” algo que de mão beijada foi OFERECIDO, O CENTRO DE ESTÁGIO do FC Porto.

Aqui fica o Artigo:

Que a Fundação siga o destino do Basket e do próprio Clube é algo que não nos diz respeito, o que se torna inenarrável sim, é o facto de a pergunta que neste momento é obrigatória concerteza ir ficar sem resposta. Ela é, onde está o NOSSO dinheiro? Responsabilização dos autarcas, vai existir?

NOTA: Centros de Estágio, de SL Benfica e Sporting foram pagos por ambos os Clubes.

Para quando a resolução dos quase 350 Milhões de Euros OFERECIDOS POR ORGANISMOS PÚBLICOS ao FCPorto ?

É um caso chocante de concorrência desleal: enquanto os seus rivais de Lisboa, Benfica e Sporting, e outros clubes tiveram de investir entre 25 e 30 milhões de euros nos seus centros de estágios, o FC Porto viu o vizinho município de Vila Nova de Gaia dar-lhe de mão beijada um centro de estágios pronto a funcionar.Com vários campos relvados (um até com bancada para duas mil pessoas, o ‘Estádio Dr. Luís F. Menezes’), instalações várias, construções hoteleiras para 150 atletas, tudo feito em terrenos comprados (mais de dois milhões) ou expropriados à pressa.

Para tudo isso, a câmara de Menezes iria endividar–se em mais um empréstimo junto da banca. Mas a situação envolveu vários ilícitos e irregularidades, o que desencadeou então queixas de pessoas e entidades lesadas aos grupos parlamentares da AR, à PGR, à IGAT (Inspecção-Geral da Administração do Território), ao provedor de Justiça, ao Ministério da Administração Interna e Gabinete do primeiro-ministro.

O mais espantoso é que até à data parece que não aconteceu nada nem ninguém fala do assunto. E o inicialmente baptizado Centro de Estágios de Olival/Crestuma, propriedade da Câmara Municipal de Gaia, passou à má-fila para a posse do FC Porto, ao qual pertence hoje através de uma chamada Fundação Porto-Gaia, de que fazem parte a Câmara de Gaia e outros sócios, para disfarçar, mas é dominada (51%) pelo FC Porto, que nomeia o presidente (Pinto da Costa) e dois vogais, contra dois da Câmara. Não é por acaso, tal fundação ter a sede social, endereços postais e telefónicos no… Estádio do Dragão. E a propriedade foi-lhe dada através de uma habilidade legal, um direito de superfície por 50 anos outorgado pelo doutor Menezes em nome do município ao sr. Pinto da Costa, em nome do FC Porto. Entre vários atropelos cometidos com as obras do Centro, desapareceram uma via pública (a Travessa do Alto da Estrada, freguesia de Crestuma, que o dr. Menezes prometeu reconstruir alhures mas não cumpriu), uma fábrica de madeiras com 17 operários, cujos donos e trabalhadores andam pelos tribunais, por onde andam também donos de terrenos ilegalmente expropriados, etc. A questão da rua desaparecida sob as obras ainda há dias foi levantada na Câmara da Gaia, a da fábrica, os donos continuavam a rejeitar a ‘réplica’ que o doutor Menezes lhes oferecia noutro local, e os trabalhadores foram juntar-se a todos os sem-emprego que por aí andam. Enfim, um escândalo em qualquer parte, menos neste país de opereta…”
In Correio da Manha

Em Outubro 2008, na sequência do Relatório do Tribunal de Contas, o Blog ForumBenfica já tinha denúnciado os 310M€ OFERECIDOS POR ORGANISMOS PÚBLICOS ao FCPorto para construção do Estádio do Dragão que foram, portanto, suportados pelos portugueses através dos seus impostos.

Em 2009 o BENFICA POWER alertou para mais uma denúncia clara e evidente de benefícios públicos ao FCPorto, desta feita avaliados em cerca de 30M€, que foi o valor da OFERTA da CMVila Nova Gaia ao FCPorto pelo Centro de Estágio, no qual o clube nao gastou um tusto e tem hoje a PROPRIEDADE do espaço que usa em exclusividade.

No total, estamos a falar de quase 350M€… qualquer coisa como 70M Contos de que o FCPorto usufruiu directa ou indirectamente por através de organismos públicos e a fundo perdido.

Não se pode considerar senão natural o definhar de um clube que apesar de tudo isto começou faz tempo a meter água pela área das modalidades. Apesar de ainda achar que a pretensa extinção da secção de Basket, mais não é que uma “birra” de quem vimos em desespero a berrar com as autoridades num pavilhão onde disse que “o Benfica não voltará aqui a festejar nenhum título“.

Já ninguém leva este caduco dirigente a sério, mais ainda estrebucha. Quanto ao clube, que dizer?

Há a dizer isto, Não passa de um clube que:

passa à margem das leis desportivas
» Acusação provada de CORRUPÇÃO desportiva; Participação IRREGULAR na Champions; Participação IRREGULAR na Taça da Liga, Incrição IRREGULAR de jogadores

passa à margem das leis judiciais 
» Informações privilegiadas que resguardam de acções judíciais da PJ
» Decisões arquivadas em tribunais que penalizam outros cidadadãos em condições semelhantes

 vicía a verdade desportiva

» Apoios financeiros à generalidade dos clubes da 1a Divisão assegurando a sua subserviência.
» “Colocação” de jogadores, treinadores e directores desportivos nos principais planteis da 1a Divisão garantindo o acesso a informação privilegiada e interferência destes nos jogos com o clube

 tem interesses directos e indirectos em 80% dos orgãos de comunicação social
» Posição accionista do presidente do clube na Cofina
» Posição accionista relevante da Olivedesportos
» Conjugação de interesses na RTP, TVI e Sporttv (via Joaquim Oliveira) e alinhamento com Grupo Impresa.
» Garantia de controlo de opções jornalísticas, comentadores mais “habilidosos”…

tem benefícios directos e indirectos dos organismos públicos
» Financiamento integral de infra-estruturas no valor de quase 350M€
» Promiscuidade com poderes locais do Porto e Gaia
» Interferência na vida política através de apoios ao PS

controla poderes federativos e associativos
» Dirigentes “plantados” e controlados na Liga e FPF via domínio da AFPorto destes dois organismos
» Garantia de acesso e influência das decisões da Liga e FPF

resultados desportivos próprios e alheios
» Através do controlo dos organismos de decisão, capacidade de escolher e influênciar árbitros para os próprios jogos e para os adversários, assegurando as decisões que mais lhes interessam
» Garantia de apoio aos clubes “alinhados” de modo a poder obter as devidas compensações e comprar os respectivos silêncios.

Eis o que há a dizer deste clube.

Se a “coisa” ficou por ali?

Três espaços a visitar para tirarem as vossas conclusões:

Um Blog de Munícipes de Gaia, que estranhamente se ficou por 2009

http://camara-de-gaia.blogspot.pt/

http://www.ptjornal.com/201207119543/geral/desporto/gaia-vai-acolher-os-jogos-do-fc-porto-b-no-estadio-jorge-sampaio.html

E uma linda amizade de Pinto da Costa e Menezes, com um inimigo comum: Rui Rio.

http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Vila%20Nova%20de%20Gaia&Option=Interior&content_id=2661353

Boas leituras.

Segue Benfica, segue o teu caminho !

Primeira derrota do Benfica na pré-época

Primeira derrota do Benfica na pré-época

A equipa do Benfica perdeu este Domingo, dia 23 de Julho o primeiro jogo da pré-época frente à equipa do PSV Eindhoven por 3-1 cedendo assim o troféu na primeira edição do Torneio de Futebol Wroclaw Masters à equipa Holandesa.

No jogo de ontem podemos ver que o Benfica continua com algumas lacunas a nível defensivo, principalmente nas laterais, com o paraguaio Melgarejo a ser novamente utilizado como lateral esquerdo, mas desta vez ao contrario dos últimos encontros o jogador revelou algumas fragilidades, tendo o Benfica sofrido os três golos pelo seu corredor, no entanto o técnico encarnado, Jorge Jesus não culpou Melgarejo pelo resultado final.

Apesar da primeira derrota, o destaque no jogo de ontem vai novamente para o internacional português, Carlos Martins, sendo um dos melhores dos encarnados e tendo sido ele a marcar o único golo do Benfica, tendo posto a equipa da luz em vantagem ao 33 minutos da primeira parte.

Contudo a equipa holandesa conseguiu marcar três golos na segunda parte do encontro, assegurando assim a vitória, com uma segunda parte onde a equipa do Benfica baixou muito o seu ritmo de jogo.

Esse facto também se pode prender ao facto de os encarnados estarem a ter uma pré-época muito intensa já que realizaram cinco jogos em apenas nove dias.

No final do jogo, o técnico Jorge Jesus fez o balanço da partida e recusou-se a culpar Melgarejo como o único culpado da derrota.

“O resultado não tem nada a ver com a forma como a equipa defende nos corredores, até porque defendo com dois jogadores, não só com o lateral”, disse o treinador do Benfica.

Jorge Jesus também falou de o facto de a equipa poder estar a acusar algum tipo de cansaço devido aos cinco jogos que realizou e também salientou que o problema na defesa não estão apenas no lado esquerdo mas também no lado direito, já que para esse lado apenas pode contar com Maxi Pereira.

“Estes jogos servem para perceber onde existem mais lacunas no plantel e com estes jogadores ou outros fazer um plantel equilibrado“, disse Jorge Jesus às notícias de futebol.

Uma das opções para fazer concorrência a Maxi Pereira poderá vir de um dos jogadores da casa, o jovem João Cancelo, que neste momento está ao serviço da equipa B do Benfica.

Aqui com o nº 13 da Selecção de Portugal.

João Cancelo, lateral direito do Benfica B.

 

 

 

Rescaldo do Slask Wroklaw 2 – 4 SL Benfica

Comecemos pelas dificuldades, nota-se que a equipa ainda precisa de ritmo, nada para alarmar pois com mais dois ou três jogos a coisa vai ao sitio. Tacticamente estamos já num nível superior em relação ao ano transacto, mais por se ter mantido a espinha dorsal.

Viu-se um jogo interessante, totalmente dominado pelo Benfica e só se pode dizer que o resultado foi escasso e mesmo tendo marcado quatro golos, de belo efeito diga-se, podiam ter sido bastantes mais.

Em relação aos novos na equipa, sobressaiu  Melgarejo, este menino veio calar muita gente que tanta anseia por contratações quando as soluções estão no seio da equipa.

Dos mais velhos na equipa temos o Witsel em destaque, para mim foi o homem do jogo, enche o campo todo e com classe. E o Carlos Martins que parece que começou hoje a jogar à bola, tal é a sua frescura, continuando assim arrisco-me a dizer que vai ser complicado escolher entre Aimar e Martins, mas estas dores de cabeça qualquer treinador gosta de as ter.

Ainda há quem venha pedir contratações para o Benfica? Penso que se não sair ninguém, só precisamos de uma solução para a Ala Direita, no entanto temos soluções viáveis na equipa B, e foi mesmo para esse efeito que ela foi formada.

Mas amanhã temos outro jogo e ai poderemos tirar mais ilações e ver se alguns dos que estiveram no banco aproveitam a oportunidade para brilhar.

Primeiras impressões de Ola John

Primeiras impressões de Ola John

A nova temporada da equipa de futebol do Benfica começou esta segunda-feira, dia 2 de Julho, no Centro de Estagio do Seixal, no primeiro dia que foi dedicado aos habituais exames médicos estiveram presentes 28 jogadores encarnados.

Entres os 28 jogadores esteve o reforço mais sonante até ao momento para esta temporada, o holandês Ola John que é uma das grandes apostas futebol do Benfica. Durante a apresentação dos novos equipamentos do Benfica, o extremo ex-Twente revelou as suas primeiras impressões, desta nova fase da sua carreira.

O jovem jogador começou por dizer às notícias de futebol ” o meu primeiro dia tem sido bom. É um clube novo, claro, por isso é diferente do que eu estava habituado na minha antiga equipa, mas trataram-me bem no primeiro dia e por isso estou feliz por estar aqui. O clima, claro, a língua… tudo é diferente. Quero trabalhar muito pelo Benfica e quero jogar muito aqui”, disse Ola John.

Sobre a sua primeira época ao serviço do Benfica o jogador de apenas 20 anos não escondeu a sua vontade de jogar e de lutar por um lugar no onze titular de Jorge Jesus, “só quero trabalhar para ajudar o Benfica. Como é normal, quero jogar com muita frequência logo no primeiro ano, mas sei que vai ser difícil, pois é a minha época de estreia. Vou dar o meu melhor. Sinto-me preparado para lidar com a pressão. No Twente já disputávamos o título e no Benfica será a mesma coisa. Vamos dar o nosso melhor.”

Esta terça-feira o dia vai ser dedicado novamente há realização de exames médicos.

Referir que Jorge Jesus ainda espera a chegada de dois jogadores encarnados que tem autorização para se juntar ao restante plantel mais tarde devido ás participações nas suas seleções, é o caso do uruguaio Maxi Pereira que só se vai juntar ao restante plante no dia 7 de Julho e o caso do internacional português Nelson Oliveira que esteve presente no Euro 2012 e por isso tem autorização para se juntar ao plantel só no dia 18 de Julho.

Referir ainda que na lista de dispensas de Jorge Jesus estão os dois laterais-esquerdos, Capdevila e Emerson e ainda o argentino Franco-Jara.

Pode seguir o BENFICA POWER no FB AQUI

Comunicados não ganham campeonatos

“Faltam menos de três dias para o jogo 5 da final do Campeonato Nacional de Futsal e não se compreende o porquê de tantos e tão regulares comunicados do Sporting. Têm sido jogos intensos dentro do campo, bem disputados e com momentos de bom espectáculo que muito dignificam uma modalidade que, ao longo dos últimos anos, tem crescido e conquistado adeptos.

No próximo sábado, às 14h30, a equipa do Sport Lisboa e Benfica vai iniciar o encontro decisivo com a ambição de vencer e alcançar o título. O Pavilhão Império Bonança terá a sua lotação esgotada, com adeptos de ambos os clubes. Serão mais evidentes as cores e os cânticos de incentivo à equipa da casa, como é normal.

O ambiente será infernal, não no sentido de “violência” ou qualquer “ilegalidade”, mas de inferno porque assim se baptizou há largas dezenas de anos o ambiente festivo que se vive na Luz. Não perceber isso é desconhecer a própria história do Desporto em Portugal. As condições do Pavilhão Império Bonança não permitirão que os atletas e árbitros sejam agarrados junto à linha lateral. Os fotógrafos oficiais do Benfica não agredirão qualquer elemento da comitiva da equipa visitante. Não serão arremessados contra técnicos da equipa visitante objectos de limpeza do piso… Nos Pavilhões da Luz, as equipas visitantes são sempre recebidas com cordialidade. Não haverá provocações nem olhares ameaçadores. 

Mais haveria para descrever. Contudo, o que é realmente importante é que, em defesa da modalidade e dos seus intervenientes, a Federação Portuguesa de Futebol seja exigente quanto aos recintos que recebem partidas como um dérbi numa final de Campeonato e não se repitam as condições em que decorreram os jogos em Loures, que em nada justificam o nome do pavilhão. 

Os comunicados não marcam golos nem ganham Campeonatos. Não se compreende o porquê de tantos comunicados nem as palavras de vice-presidente, treinador ou atletas do Sporting no decorrer desta final. 

Se há algum clube que muito se tem movimentado para condicionar arbitragens, decisões disciplinares e os próprios adeptos nesta final não é certamente o caso do SL Benfica, que, ainda assim, nunca deixará de defender a verdade desportiva e a integridade física da sua equipa.” in aovivo.slbenfica.pt

Nós BENFICA POWER adicionamos, a lagartagem deve chorar menos e jogar mais…

SL Benfica Campeão Nacional de Snooker

O BENFICA POWER quer dar os seus sinceros PARABÉNS à equipa de Snooker do Sport Lisboa e Benfica, por ter alcançado o título de Campeão Nacional de Snooker, obrigado por tudo e continuem a lutar pela conquista de mais títulos.

“No primeiro Campeonato Nacional de Equipas de Snooker que a Federação Portuguesa de Bilhar organizou dias 9 e 10 de Junho, na Quinta do Lago no Algarve, a equipa do Sport Lisboa e Benfica constituída por Nuno Santos, João Esteves da Silva, João Grilo e Henrique Correia, sagrou-se Campeã Nacional de Snooker ao bater na final por 4-1 a equipa ASC Almancil.” in benfica.pt

Estes sportinguistas não acertam uma

Haverá deficiência maior do que ser do Sporting CP?
Esta imagem é das maiores parvoíces que tive oportunidade de assistir no facebook LOL.

Para os mais distraídos, a imagem do miudo a chorar foi na temporada de 2009/2010, aquando da vitória do SL Benfica sobre o Liverpool por 2-1. O SL Benfica marcou e o míudo chorou bastante!

Fonte: Colegas do Mística Encarnada

BENFICA POWER:

Uma linha a que se chama miúdos BI CAMPEÕES nacionais:

“É o Benfica que me proporciona em grande parte as condições para que possa representar Portugal ao mais alto nível” Telma Monteiro

Telma Monteiro condecorada

“A judoca do Sport Lisboa e Benfica, Telma Monteiro, foi este domingo, dia 10 de Junho, distinguida pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva. Em declarações à Benfica TV, a atleta expressou o orgulho em representar Portugal e agradeceu a todas as pessoas que a têm ajudado no seu percurso.

“Tem sido um orgulho, uma honra e um prazer representar Portugal ao mais alto nível. É muito bom quando o nosso País reconhece esse trabalho, por isso, estou muito contente. É um trabalho que é meu, do meu treinador e de todas as pessoas que treinam comigo. Tenho também de agradecer à minha família que são as pessoas que, no fundo, contribuem para o meu bem-estar e para o meu sucesso desportivo”, agradeceu a judoca.

No âmbito das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, a atleta “encarnada” recebeu das mãos de Cavaco Silva a distinção como Oficial da Ordem do Mérito Civil. “Acho que é mais fácil receber uma medalha de Judo. É, realmente, um momento muito importante e único. Quando se aproximou a chamada do meu nome, comecei a ficar um pouco mais nervosa”, confessou a atleta.

Telma Monteiro não esquece o Benfica e fez questão de agradecer todo o apoio recebido pelo Clube da Luz. “É o Benfica que me proporciona em grande parte as condições para que possa representar Portugal ao mais alto nível”, referiu.

A atleta portuguesa é uma das principais esperanças portuguesas nos Jogos Olímpicos de Londres e já está a trabalhar para poder estar em bom plano na competição. “Era excelente ouvir o hino em Londres, mas sei que é algo muito difícil de alcançar, apesar de saber que não é impossível. Ser Campeão Olímpico ou alcançar uma medalha é algo de bastante difícil, mas considero que está dentro das minhas possibilidades. Estou a trabalhar imenso para que as coisas corram da melhor maneira”, concluiu.” in benfica.pt

Bicampeões nacionais de Atletismo!

“A equipa masculina de Atletismo do Sport Lisboa e Benfica sagrou-se, este domingo, dia 10 de Junho, bicampeã nacional. No segundo dia de competição, o Clube da Luz assegurou o título.

O Benfica conseguiu assim, pelo segundo ano consecutivo, cumprir o objectivo e renovou o título nacional ao Ar Livre. Na prova dos 110 metros barreiras, Rasul Dabó alcançou o primeiro lugar com 13s62. Já nos 400 metros barreiras, Jorge Paula foi superior ao adversário, alcançando o primeiro lugar com 50s88.

No Salto em Altura, Paulo Gonçalves, ficou igualmente na primeira posição, com 2m12.

O atleta “encarnado” Miguel Moreira também deixou a sua marca na competição, atingindo a primeira posição nos 800 metros com 1m52s45.

No Lançamento do Disco, foi Marco Fortes quem se evidenciou, ficando em primeiro lugar com 50m18. Marcos Caldeira afirmou-se no Triplo Salto, conseguindo o primeiro posto com 16m84.

Nos 3.000 metros obstáculos, o Benfica continuou superior e, desta vez, foi Alberto Paulo que conquistou a primeira posição com 8m46s02.

Na estafeta 4×400 metros masculinos, o tempo de 3m15s04 deu a vitória aos benfiquistas.

Nos 200 metros, Arnaldo Abrantes ficou com o segundo lugar com 21s38. Já, nos 3000 metros, Rui Pinto foi o segundo classificado com 8m46s04. Já António Vital e Silva acabou na segunda posição do Lançamento do Martelo, com 65m69.

Na classificação geral, o Benfica acabou no primeiro lugar com 154 pontos, seguido do Sporting (144) e da Juventude Vidigalense (94), respectivamente.

Referir que o Campeonato Nacional de Clubes ao Ar Livre decorreu nos dias 9 e 10 de Junho, no Estádio Universitário, em Lisboa. ” in benfica.pt

Esclarecimento aos Jornaleiros

De seguida segue o esclarecimento que o Sport Lisboa e Benfica deixou na sua página oficial, e diz assim:

Temos assistido, nas últimas semanas, a um interminável desfilar de nomes de jogadores que, supostamente, o Benfica já teria contratado ou estariam em vias de o ser.

Infelizmente é um hábito de meses como este, em que sem competições a decorrer, os jornais invadem as suas páginas com jogadores que estão na órbita do Sport Lisboa e Benfica.

Uma vez que as notícias além de diárias são infundadas, o Sport Lisboa e Benfica vem esclarecer que jogadores como Caballero, Matías Rodriguez ou Siquiera não estão nos seus planos, por muita vontade que alguns agentes possam ter e por muito boa relação que esses mesmos agentes possam ter com alguns jornalistas.

O Sport Lisboa e Benfica continuará a trabalhar dentro dos objectivos definidos e não em função daquilo que alguns jornais, ou empresários de jogadores através deles, querem que o Benfica faça.

A isto o BENFICA POWER pergunta, porque é que os Benfiquistas continuam a comprar jornais desportivos? É que quanto mais mal nos tratam, mais vendas eles têm, não percebo, se somos a maioria, porque será que eles continuam com vendas…vamos escolher um dia sem jornais, agradecem-se sugestões, deixem aqui a vossa!!!

Notícia de última hora – Benfica dá passos firmes para sair da SportTV

Penso que todos os sócios receberam hoje um e-mail, tal como eu recebi, do departamento de marketing do Benfica para responder-mos a um questionário, até aqui tudo normal. Mas este questionário é sobre os consumos de televisão, a Benfica TV e a SportTV, como podem ver na imagem. Questionam os sócios sobre a utilização destes canais para ver-mos os jogos do nosso Benfica, se estão dispostos a mudarem de operadora para assistir-mos aos jogos do nosso clube. Que quantia acham que era a ajustada a pagar-mos por ter-mos o nosso canal, com os nossos jogos em casa, entre outras questões.

Se o leitor for sócio, sabe a que perguntas eu me refiro, se não for sócio de que está à espera para o ser? No entanto, mesmo que não tenham condições financeiras para o fazer, fica aqui a informação que o nosso Benfica está já a preparar a saída do canal da corrupção, o que a mim pessoalmente me deixa extremamente satisfeito.

Por último lembro todos os sócios da utilidade de responderem a este questionário, só assim nos podemos fazer ouvir, e não deixem de o fazer. Vamos acabar com o monopólio da corrupção, será desta o início do fim, eu acredito que sim, já não vejo a hora de terminar com esta fantochada!!!

Nélson disse que gostava de regressar ao Benfica

Nélson disse que gostava de regressar ao Benfica

O defesa direito Nélson que joga actualmente na equipa espanhola do Bétis admitiu em entrevista á TVI que gostava de voltar a representar o clube do Benfica, equipa que jogou entre o ano de 2005 e o ano de 2008.

Nélson assinou com o Bétis no final do mês de Agosto de 2008, um contrato de cinco anos, numa transferência que custou ao clube espanhol seis milhões de euros.


Apesar de ter mais um ano de contrato com o Bétis, e ainda outro de opção por parte do clube espanhol, Nélson falou da ambição de voltar ao futebol português  “O Benfica é um grande clube onde qualquer jogador gostava de jogar. Não escondo que é o meu clube de sempre e veria com bons olhos se regressasse” disse Nélson na entrevista que deu á TVI.

Na mesma entrevista o lateral de 28 anos falou sobre a convocatória de Paulo Bento e disse que estava a contar ser um dos 23 eleitos para representar a Selecção nacional “fiquei triste por não ser convocado mas Portugal vai estar bem servido, graças a Deus, temos dois bons laterais”.

Mesmo sem ter conseguido realizar o sonho de participar numa grande competição como é o Euro 2012 que se vai realizar na Polónia e Ucrânia, o jogador português mostrou que tem plena confiança na equipa portuguesa “ confiou que Selecção consiga passar o grupo, que é muito forte e tem duas selecções muito fortes, a Alemanha e a Holanda. Podem ser dois candidatos mas Portugal também o é”.

Ainda em entrevista á TVI o lateral direito falou da vitória da conquista do Real Madrid no campeonato espanhol “foi um justo vencedor. Mostrou ter regularidade, durante toda a época e para isso contribuíram a qualidade do plantel e o trabalho do treinador”. Concluiu Nélson.

Origem do Apito Dourado? Lembrem-se de quem disse: “Só vou para um clube que dê garantia de contar com os árbitros.”

«Há clubes que fazem tudo para vencer, para se auto proclamarem vencedores, e que transgridem as regras de forma obscena. Uma das coisas mais surpreendentes de tudo isto é a repetição nos nomes das equipas. São quase sempre as mesmas: Juventus, FC Porto…» – Santiago Segurola, director-adjunto do jornal A Marca

A história encarrega-se de deixar bem marcadas as manigancias de Pinto da Costa e seus acólitos. Ridiculas umas, anedóticas  outras e ainda outras muito sérias. Factor comum neste “Pulpus Curruptus” em que se transformou o FC Porto registar que os árbitros foram presa apetecível e indispensável na estratégia da dupla Pedroto-Pinto da Costa no topo, e de mais algumas personagens secundárias que entretanto não resitiram à erosão da Justiça do Tempo. Foram estes sabendo que controlando o sector da arbitragem tinham o caminho desbravado para dominarem o futebol português.

A entrevista que em 1988 Pedroto concedeu ao falecido jornalista Neves de Sousa do extinto Diário de Lisboa, é disso um perfeito testemunho.

Quer queiramos quer não, o processo ‘Apito Dourado’ despertou consciências que de tão habituadas estavam adormecidas. Finalmente, a tal corrupção de que repetidamente se falava mas nunca se concretizava,  tinha ‘pés para andar’, existiam razões objectivas, haviam factos e sobretudo nomes.

Como seria de esperar, os visados e os seus “ratos das leis” conhecedores de todos os buracos da Lei e utilizando todas as formas de esquiva processual ao seu alcance perante a Justiça que temos conseguiram que o Apito Dourado fosse desacreditado perante os tribunais. Perante a opinião pública? Claro que não. Podem dar as piruetas juridicas que quiserem que a marca “corruptos” está eternamente vincada pela lamina da faca da verdade na sua pele de dragão azul.

O Benfica bem pode ter um plantel de qualidade comprovada  e saber que está em condições de lutar ‘no campo’ pelo título de campeão, e com larga vantagem que surgem os apelos velados ao “PAPA” para que os velhos hábitos surgam com personagens antigas com cheiro a naftalina em conjunto com alguns “novos alunos” que vêm a ser preparados ao longo dos últimos anos por Pinto da Costa e sua velha guarda pretoriana.

Mas afinal onde e como nasceu a estratégia que acabou por ser chamada de Apito Dourado?

Sentem-se confortavelmente e leiam o que se segue.

Episódio contado pelo jornalista Neves de Sousa:

Pouca gente soube que o muito saudoso José Maria Pedroto esteve a um pequeno passo de ser treinador do Sporting, quando João Rocha era presidente do clube de Alvalade. Tudo estava acertado, pormenor por pormenor , até à mais ínfima partícula de um documento que vinculava as duas partes, pelo menos durante uma temporada futebolistica. Porém, no dia em que estava aprazado a assinatura nos papelinhos, Pedroto travou o gesto e subitamente disse para o  presidente do Sporting: “Esqueci-me de lhe lembrar, mas falta aqui uma clausula. Está tudo certo, tanto em relação aos meus prémios, como aos meus vencimentos, o caso do apartamento e do carro às ordens, tudo muito bem, mas o senhor presidente esqueceu-se de que eu lhe tinha dito logo no primeiro encontro: só vou para um clube que dê garantia de contar com os árbitros.

“Como, não percebo?”, indagou João Rocha, nessa altura pouco habituado a saber o que era certa fatia da arbitragem, Pedroto meteu a caneta na algibeira, levantou-se e apenas disse: “Quinze mil são para mim, mas para os árbitros são precisos outros tantos, caso contrário o Sporting só ganha campeonatos lá para o fim do século.”

O contrato acabou por não ser assinado. Pedroto rumou para outra latitude, mais compreensiva. O Sporting continua a ver navios.

Assinou então contrato com o FC Porto, após uma investida directa de Pinto da Costa, que estava devidamente autorizado pelo Presidente Américo Sá para contratar a qualquer custo o treinador português. José Maria Pedroto apenas colocou uma condição que se verificou: que Pinto da Costa fosse o Chefe de Departamento de Futebol Profissional. Começava assim uma dupla que marcou e marcará inquestionavelmente para sempre uma época no futebol português.

Pinto da Costa e José Maria Pedroto traçaram uma estratégia que visava afrontar todos os poderes instalados no futebol português e de uma vez por todas acabar com a hegemonia dos clubes da capital.

A temporada de 1976/77 foi altamente conflituosa. O FC Porto acabou apenas em 3º lugar no Campeonato Nacional da 1ª Divisão a 10 pontos do SL Benfica que foi o Campeão Nacional. Venceu porém a Taça de Portugal numa final onde derrotou o SC Braga por 1-0.

No ano seguinte, finalmente, foi quebrado o longo jejum de vitórias dos FC Porto no Campeonato Nacional da 1ª Divisão. Os azuis e brancos sagraram-se Campeões Nacionais depois de um competição disputadíssima, decidida na “goal average”, com o SL Benfica, que foi 2º classificado, com a proeza inacreditável protagonizada pelo clube da Luz, que não perdeu qualquer encontro na prova e não foi campeão.

Renovou o título de Campeão Nacional na época seguinte de 1978/79 em mais um campeonato extremamente disputado com o SL Benfica. Em 1979/80 perdeu o título para o Sporting CP, quedando-se o FC Porto no 2º lugar do Campeonato Nacional da 1ª Divisão somente a 2 pontos dos leões de Alvalade.

Depois destes 3 anos à frente da equipa do FC Porto o clima de “guerrilha” no futebol português, envolvendo os principais clubes e os poderes de decisão na FPF, estava extremamente intenso e fortemente acicatado por José Maria Pedroto e Pinto da Costa. Era um chorrilho de polémicas e um constante ambiente fervente entre os protagonistas.

Depois do FC Porto perder o Campeonato Nacional da 1ª Divisão da época de 1979/80, não conquistando o tri, José Maria Pedroto foi afastado do cargo de treinador principal do azuis e brancos pelo Presidente Américo Sá que se dizia farto das polémicas e conflitos gerados pela dupla Pinto da Costa e Pedroto.

A saída de José Maria Pedroto e de Pinto da Costa do FC Porto foi conturbada originando o célebre verão quente de 1980, quando 14 jogadores do FC Porto, onde constavam nomes como o de Costa, Oliveira, Octávio, Sousa, Frasco, Gomes, entre outros, fizeram uma autêntica rebelião não comparecendo aos trabalhos no arranque da temporada de 1980/81.

O Presidente do FC Porto Américo Sá deixava o nome de Pinto da Costa fora das listas concorrentes aos órgãos sociais. Em forma de protesto e demonstrando estar ao lado do actual presidente portista, 14 jogadores não compareceram aos trabalhos de preparação para a nova época sob os comandos do austríaco Herman Stessl, entretanto escolhido para suceder a José Maria Pedroto.

A estratégia de Pedroto, para quando perdia, passava por imputar as responsabilidades pelas derrotas ao exterior. Quando perdia, a culpa ou era do árbitro, ou dos poderes instituídos no futebol português que teimavam em prejudicar a sua equipa.

Ele e o seu aprendiz, Pinto da Costa, dividiram o país, erigiram guerras sem fundamento, lançaram o ódio, a mentira e o cinismo para cima dos adeptos e do quotidiano desportivo.

Pedroto será talvez a figura, de entre todas as áreas de actividade, que mais mal fez a Portugal e à sua coesão colectiva no último quarto de século, um mal de consequências que só o futuro poderá apurar.

E o seu aprendiz é estranhamente tolerado e branqueado por uma comunicação social imediatista, superficial e reverente para com o poder, por dirigentes desportivos e agentes diversos que fazem do servilismo um modo de vida, e até por uma classe política medíocre e bajuladora, capaz de o receber, ano após ano, a expensas dos nossos impostos, nos luxos da Assembleia da República.

Deve dizer-se, de forma bem clara, que o objectivo de vida de Pedroto e de Pinto da Costa não foi atingido. Apesar dos títulos conseguidos pelo F.C.Porto – grande parte deles à custa das mais variadas formas de viciação, muitas delas para além das questões vindas a público no âmbito do processo Apito Dourado -, a verdade é que o clube nortenho nunca foi capaz de se afirmar como referência nacional, nem cativar a simpatia, ou mesmo o simples respeito, da esmagadora maioria dos adeptos portugueses, sobretudo fora das fronteiras da sua delimitada região.

Pedroto e depois Pinto da Costa nunca conseguiram matar a alma benfiquista, Mesmo tendo, ao longo deste período, ganho mais vezes, o F.C.Porto nunca venceu por si próprio, mas sim e sempre, contra alguma coisa. Contra o Benfica, contra Lisboa, contra o Sul, contra os fantasmas dos seus próprios complexos. Mesmo ganhando aos grandes nunca deixou de ser pequeno. Uma pequenez do tamanho do seu presidente, que transformou uma instituição outrora respeitável num antro de rancor e podridão.

O clube do povo continua a ser o Benfica, de Norte a Sul, do Minho ao Algarve, do Continente às Ilhas, e é por isso que o ódio de Pinto da Costa aos encarnados permanece tão vivo.

Pedroto e o seu aprendiz. O primeiro já faz tijolo há anos e o segundo estrebucha porque sabe que já não tem muito tempo e mesmo com 30 anos de roubos, continua a liderar um clube pequeno, que não soube evoluir, crescer, tornar-se grande. Eis quem lançou a semente de 30 anos de corrupção, ódio e guerra no futebol português.