Balanço à data, da Missão Portuguesa nos Jogos Olimpicos ! 29-07-12

Balanço à data, da “Missão Portuguesa” nos Jogos Olimpicos !

Começo por citar o Presidente do Comité Olímpico de Portugal, Vicente Moura. “Desde o inicio dos Jogos Olímpicos da era moderna, esta é de longe a delegação portuguesa mais bem preparada”

 Vamos a Balanço? Claramente negativo.

 Não se compreendem a maioria das prestações até ao momento. Perder com um adversário que está 109 lugares abaixo no ranking mundial. Um nadador que fica a 5 seg (CINCO) da sua marca pessoal é muito mau. Os Jogos Olímpicos são um evento de superação. Infelizmente, para os Portugueses raramente isso acontece e, mesmo quando são favoritos os resultados estão à vista.

Devia haver pelo menos fasquia minima para a prestação dos atletas!!!…já que não há máxima!!!!

A desculpabilidade total em qualquer circunstãncia nunca é caminho para o progresso.

Em Portugal, falta uma cultura de exigência. De ambição. De querer ser melhor. A grande maioria dos atletas nacionais vai aos JO e isso já é uma grande vitória. Resultados, não são precisos. É pena, pois para os atletas de outros países, muitos com pouquíssimas condições, os Jogos são, de facto, um momento de superação, onde obtêm resultados extraordinários e muito acima daquilo que julgavam ser possível. O problema do nosso país são as “palmadinhas nas costas”. O “boa, parabéns!”, mesmo quando os resultados ficam muito áquem do esperado. Eu quero que o meu país tenha ambição de ser melhor, que lute por vitórias e que não fique feliz apenas por participar. Apoio incondicionalmente TODOS os atletas portugueses, mas não tenho medo de dizer que os resultados são maus, quando efectivamente o são.

Os resultados de um atleta de alta competição têm muito, mas mesmo muito a ver com a exigência que o atleta tem consigo próprio. Seja em que área for, só conseguiremos ser melhores se tivermos, realmente, essa ambição. Se nos limitarmos a ficar contentes com resultados medíocres, então jamais melhoraremos. Não entendo este “medo” que tantos portugueses têm da crítica. A crítica só ajuda a melhorar, a obter melhores resultados. No desporto, como na vida.

Não entendo o receio de se dizer o que está à vista de todos. Não entendo as críticas que por aqui vão sendo feitas a quem alerta para os resultados obtidos até agora. Balanço à data, Rui Costa, Pedro Fraga e Nuno Mendes (Remo) Parabéns. Muito boas prestações, sendo que o Pedro Fraga e o Nuno Mendes, ainda estão aí para a luta ao terem para já passado às meias finais. Muito bem !!! Lei (Ténis de Mesa) João Costa (Tiro) e Manuel Campos (Ginástica) , voto de louvor, cumpriram e no caso do Manuel superou-se. O resto? Medíocre. Quando houver coragem de se dizer isto, e mudar o estado de coisas, talvez se chegue a algum lado.

Não me venham falar que tenho discurso de “bota abaixo” apoio incondicionalmente quem dignifique neste caso.

Aqui fica o destaque (DE LONGE) do BENFICA POWER

Pedro Fraga e Nuno Mendes no Remo. Condições? Menores que a grande maioria dos seus colegas de delegação. Diferença? Mentalidade ganhadora !!!

Siga o BENFICA POWER no Facebook

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s