Tagged: verborreia

Janko not Jerk

Logo após o final do dérbi entre Sporting e Benfica, que os leões venceram por 1-0, o avançado portista Janko colocou uma mensagem na sua conta no Facebook, onde mostrou enorme alegria pelo resultado. “Que dia magnífico com um final feliz!”, escreveu o avançado austríaco.

Quarta-feira, 28 março de 2012

Marc Janko não se limita a jogar futebol, isso está mais do que visto. O avançado austríaco, de 28 anos, também gosta de estudar e perceber tudo o que o rodeia. Por isso mesmo, sentiu-se à vontade para explicar a um jornal do seu país a rivalidade que há entre o FC Porto e o Benfica. Pelo que já percebeu nestes 2 meses em Portugal, a animosidade entre portistas e benfiquistas vai muito para além das questões futebolísticas.

“Na Áustria é impossível viver algo assim, porque as emoções não são tão extremas. Ódio talvez seja uma palavra demasiado forte para explicar esta rivalidade. Creio que isto é fruto da história de Portugal”, começou por dizer, justificando de seguida essa sua leitura: “No norte do país, ou seja, no Porto, estão os trabalhadores, no centro estão os estudantes e, no sul, isto é, em Lisboa, estão as pessoas que gastam o dinheiro. Esta rivalidade que se vive no futebol entre os dois clubes é o resultado disso mesmo.

” Mark Janko decidiu publicar esta quarta-feira (11 abril de 2012), no seu Facebook um comunicado para esclarecer alguns assuntos polémicos.

O avançado portista recorda o episódio em que afirmou que no Norte “é que estão os trabalhadores” e o mais recente comentário à derrota do Benfica frente ao Sporting na segunda-feira

“Caros Portugueses:

1 – Sobre as declarações «norte, centro e sul»:

Vivo no Porto apenas há algumas semanas, portanto como podia ter um conhecimento tão profundo sobre os temas políticos do passado e do presente? Quando questionado sobre a rivalidade entre norte e sul e, em concreto, entre FC Porto e Benfica, limitei-me, à falta de termos precisos e específicos, a dar como exemplo algo que ouvira nas ruas. Nunca foi minha intenção desrespeitar as pessoas e o país que me acolheu para seguir a minha carreira no futebol.

2 – Sobre posts no Facebook e no Twitter:

Como jogador do FC Porto quero sempre ajudar o clube a atingir os seus objectivos. Como homem do desporto é também natural que esteja atento a todos os outros jogos, por isso é normal que registe com agrado o facto de os oponentes directos não renderem como esperado. Isto não tem nada a ver com «fair play» ou respeito. De resto, respeito muito o jogo e os adversários, mas uma competição é sempre algo entre vencedores e vencidos. Quem não entender isto não sente o que é a verdadeira paixão do futebol.”

Vejamos:

”Creio que isto é fruto da história de Portugal”, começou por dizer, justificando de seguida essa sua leitura: “No norte do país, ou seja, no Porto, estão os trabalhadores, no centro estão os estudantes e, no sul, isto é, em Lisboa, estão as pessoas que gastam o dinheiro. Esta rivalidade que se vive no futebol entre os dois clubes é o resultado disso mesmo.”

Pá o que é que a história de Portugal tem a ver com o futebol (deve ser porque os franceses sempre gostaram de invadir Portugal pelo Norte, gamar tudo e voltar a sair na boa, deixando por lá ainda uns filhos bastardos, seria no porto?)?

Lisboa é o Sul?

Quer dizer que para baixo de Lisboa não existe nada, ainda me fazes lembrar um certo político.

No porto estão os trabalhadores?

Ui e que trabalhadores, então nos últimos 30 anos, basta pegar num telefone, rebuçados e fruta.

Pá vai ao Alentejo saber o que é trabalhar de sol a sol e até de noite.

Depois:

”1 – Sobre as declarações «norte, centro e sul»: Vivo no Porto apenas há algumas semanas, portanto como podia ter um conhecimento tão profundo sobre os temas políticos do passado e do presente? Quando questionado sobre a rivalidade entre norte e sul e, em concreto, entre FC Porto e Benfica, limitei-me, à falta de termos precisos e específicos, a dar como exemplo algo que ouvira nas ruas. Nunca foi minha intenção desrespeitar as pessoas e o país que me acolheu para seguir a minha carreira no futebol.”

Então 1º era fruto da história de Portugal (já a sabias toda de cor e salteada, graças ao padrinho) e no porto é que se trabalhava e no Sul (Lisboa) era onde gastavam o dinheiro (para além de que tem tudo a ver com futebol), agora vens dizer que afinal não tens muito conhecimento e profundo sobre os temas políticos (outra vez a política) e que foi o que ouviste pelas ruas.

Olha ficamos a saber que levas os dias inteiros pelas ruas e das duas uma ou falas muito bem Português ou ai no porto para além de trabalharem muito são poliglotas, não sei se devido às invasões francesas ou se percebes mesmo a maneiras de eles falarem com alhos, bugalhos, azeitonas, beija o cu da baca…

Já que como jogador do FC Porto queres sempre ajudar o clube a atingir os seus objectivos ao menos faz isso é campo e não no facebook e twitter, porque como não rendes o que era esperado pelo teu clube e adeptos vens para a internet dizer barbaridades e nem nisso tu rendes. Se não entendes isto não sentes o que é a verdadeira paixão do futebol!!!

Ah já ouvi pela rua o porquê de falares em política e futebol (porto), não tinha conhecimento, mas agora já me disseram: CORRUPÇÃO, será?

https://benficapower.wordpress.com/2012/03/28/janko-credito-de-estupidez-excedido/

Anúncios