Tagged: Pablo Aimar

Dois jogos de castigo para Aimar!…, mas alguém ficou admirado?

Acho que qualquer Benfiquista que viu/assistiu à expulsão de Aimar durante o jogo, teve logo o raciocínio imediato e mais que lógico – “vai apanhar dois jogos de castigo…” – era muito intuitivo e fácil de adivinhar…, e contra quem é que são esses dois jogos? Isso mesmo…, Braga e Sporting!  Numa altura crucial da Liga Portuguesa! Coisa pouca…, e nada de coincidências!

Reportando-nos a outras expulsões deste campeonato, e já que a anedótica expulsão de Aimar foi castigada com dois jogos de castigo por agressão, que dizer da expulsão do jogador do clube da fruta, James, na 5ª jornada contra o Feirense? Lembram-se? Não?… Então dêem uma vista de olhos…

Sabem quantos jogos apanhou este menino? 1 JOGO DE CASTIGO!!! Deve ter sido um soco com pouca força…

E já agora uma outra agressão mais recente, pelo menos foi por isso que foi expulso! Que dizer da expulsão de Carrillo do Sporting,  sobre Miguelito, no jogo contra o Vitória de Setúbal, na 21ª jornada! Agressão? Então quantos jogos apanhou de castigo? 1 JOGO DE CASTIGO!!!

Nós no BENFICA até os castigos são à grande! DOIS JOGOS DE CASTIGO para Aimar, num lance em que marcar falta já é puxadinho…, amarelo era para rir…, vermelho…, enfim! Dois jogos de castigo!

Convém lembrar que das 33 expulsões que já houve nas 24 jornadas disputadas, nenhuma delas foi castigada com dois jogos de castigo, salvo o jogador Abdoulaye da Académica, que foi já contemplado com o cartão vermelho por três vezes, tendo apanhado, um, dois e três jogos de castigo em cada uma das expulsões, e claro, por reincidência! DOIS JOGOS de castigo só mesmo AIMAR! Incrível, não é? Somos mesmo GRANDES…, em tudo!!!

Fonte: Apanhados Quânticos

Anúncios

Sim, não jogámos como sabemos! Mas e o resto…, não interessa?

Agora mais a frio e depois de ler análises e análises, e ver imagens e mais imagens do jogo de ontem em Olhão, vou dar a minha opinião do que vi, e do que gostaria de não ter visto!

Primeiro e para dar razão aos Benfiquistas que caíram em cima da equipa e mais propriamente em cima de Jorge Jesus, é verdade, o BENFICA não jogou o que sabe e deveria ter jogado! Sendo isto verdade não quer dizer que não vejamos tudo o que envolveu o jogo, e os factores que levaram a tal resultado! Ou não acham que será correcto fazê-lo?

O relvado: Uma autêntica vergonha…, ao bom estilo de Guimarães! Os clubes já viram que em batatais e areais o BENFICA tem dificuldade em explanar o seu jogo, e nada melhor do que deitar areia no relvado para o tornar muito mais pesado! É igual para as duas equipas? É sim senhor! Mas para quem quer jogar futebol é bem pior! Como é possível a LIGA continuar a permitir estes cenários quase terceiro-mundistas! E revoltaram-se os senhores catedráticos em futebol, quando Portugal foi jogar à Bósnia! O que dizem agora disto…

O adversário: Passou o jogo todo a fazer anti-jogo, mais que propositado! Sempre com jogadores no chão, reposições da bola em jogo…, quanto mais tempo melhor! E isto tudo com conivência do senhor do apito! Ah e tal, mas deu sete minutos de compensação! Pois deu! Mas deveria ter dado uns QUINZE! Se as regras fossem como no basket ou como o futsal, em que só conta o tempo que a bola está em jogo…, ainda agora lá estávamos! Esta equipa é daquelas que se pudesse jogar contra o BENFICA sem bola, fazia-o!!! Nem a jogar contra dez, se deram ao trabalho de jogar futebol…, uma VERGONHA! No final…, cenário digno de uma vitória na Champions League! Sabe-se lá o que leva a tal comemoração!!!

O árbitro: Mais um malabarista do apito! Tornou-se muito fácil para estes artistas levar a mão ao bolso quando se trata de jogadores do BENFICA! E o lance da expulsão de Aimar é o maior entre outros que se desvalorizam ou nem se fala neles. Penalti por marcar na cabeçada de Luisão que é interceptada pela mão de Toy (ontem o Toy acho que jogou mais vezes a bola com as mãos do que com os pés…, mas pronto!) Comentário no momento do repórter de campo! “É à queima!”…, para rir, só pode! A bola ia para a baliza! É penalti SEMPRE! Entrada de Toy sobre Javi Garcia, essa sim digna de vermelho directo…, mas NEM amarelo! No lance do cabeceamento do Javi que quase dá golo, vejam como o defesa do Olhanense marca Cardozo! Hilariante…., apanhou boleia na camisola do nosso jogador! Mas foi assim todo o jogo…!  O Javi também o sentiu ainda na primeira parte…, mas siga!!! Devem ser os tais bloqueios de que a fruta tanto fala!

Quem veja esta foto diz: Xiiii..., que agressão bárbara...

Quanto ao lance de Aimar! Incrível! Reparem que Aimar (jogador que foi expulso a última vez por acumulação de amarelos há nove anos…, e que todos sabemos ser um jogador correctíssimo) protesta de imediato, por o árbitro ter marcado falta…! Mais que isso, foi falta e expulsão por AGRESSÃO! Agressão a quem e onde? Vejam de onde o Rui Duarte se queixa, e depois digam alguma coisa…, uma bola disputada sem falta sequer, e que provoca em função do movimento do corpo dos dois jogadores aquele cenário! Vê-se perfeitamente que Aimar até se encolhe para não tocar no adversário! Nada melhor do que colocar um dos jogadores mais influentes do BENFICA de fora nos próximos jogos…, por sinal, contra Braga e Sporting!…

Esta não..., a bola até está ali perto e tudo! Foi a disputar a bola...

O resto: É uma verdade que não interfere em nada para o desfecho do jogo, mas gostava de perguntar aos senhores da liga, quantos elementos do banco podem andar na área reservada ao treinador no decorrer do jogo! Sabem? UM!!! Vejam quantos ontem, praticamente em todo o jogo andaram no banco do Olhanense! Um que a única coisa que fazia era tremer com o queixo…, e outro todo vestido de vermelho que irradiava ódio no olhar e deitava fumo pelas narinas…! E depois perto do fim do jogo o árbitro assistente ainda tem o desplante de ir mandar sentar o adjunto de Jesus!!! Nós não queremos benefícios…., QUEREMOS IGUALDADE DE TRATAMENTO!!!

Os erros continuam a prejudicar os mesmos e a beneficiar os do costume!!!

E divisão no seio da ENORME Família Benfiquista não ajuda em nada o CLUBE a superar as adversidades! Devemos cerrar fileiras mais que nunca e ir contra a podridão toda! Não só quando ganhamos, mas também nos momentos menos bons!!! BENFICA SEMPRE!!! E ACREDITO…

VAMOS SER CAMPEÕES!!!

Hoje é para assumir a liderança do Campeonato.

Hoje é para assumir a liderança do Campeonato.

O segundo lugar a que nos obrigaram é para ser trocado hoje pelo que nos pertence por direito. O primeiro!

Estamos com menos 1 ponto que o Porto, actual líder empurrado para tal posição por Proença. Hoje num jogo com elevado grau de dificuldade vai poder ficar para trás.

Domingo? Domingo estamos certos que se a choradeira do Vitinho não se fizer sentir podemos continuar a dormir na liderança para além destes dois dias.

Por isso, hoje é fundamental vencer e pressionar a Equipa do Porto.

Como disse Óscar Tacuara Cardozo:

“Vamos em busca de uma vitória, pois sabemos que assumir a liderança, mesmo de maneira provisória, pode ter um peso importante neste momento da competição”,

Se queremos dormir na liderança, o nosso seu rival de hoje tem de ser levado muito à sério. E acreditamos plenamente que é isso que o nosso treinador incutiu nos nossos jogadores para a partida de hoje.

Existem muitos perigos no jogo de hoje. Temos de estar atentos e concentrados no jogo e esperar que o árbitro não seja protagonista, como que pressionado, pela incoerente e sem vergonha, pressão que o fc do porto tem vindo a protagonizar em relação à arbitragem nos últimos dias.

Hoje decide-se muito e mesmo que o senhor do apito possa querer dificultar a vida ao Benfica, vamos ter que responder  atudo isso  dentro de campo com qualidade, força, raça, ambição, disciplina e concentração .

Os adeptos também têm uma palavra a dizer. São o 12.º jogador do Benfica e com o apoio e a ajuda deles o Benfica vencerá! BENFICA POWER é sinónimo de Equipa em campo adeptos à sua volta tornando una a força do Glorioso.

FORÇA BENFIQUISTAS!!! FORÇA BENFICA!!!!!!!

Lista de Convocados: Artur Moraes, Eduardo, Maxi Pereira, Luisão, Miguel Vítor, Jardel, Capdevila, Luís Martins, Emerson, Javi García, Matic, Witsel, Pablo Aimar, Nicolás Gaitán, Nolito, Cardozo, Rodrigo, Nélson Oliveira e Saviola.

23.ª jornada da Liga portuguesa – SL Benfica- Beira Mar

23.ª jornada da Liga portuguesa

SL Benfica– Beira Mar

Jogo SL Benfica vs. Beira-Mar

Data Hoje – Sexta-Feira, 16-03-2012 21:15

Local Estádio do Sport Lisboa e Benfica

O árbitro Manuel Mota é o eleito para dirigir o encontro entre o Benfica e o Beira-Mar, em jogo a contar para a 23.ª jornada do Campeonato Nacional.

Na antevisão ao jogo que teremos hoje, não poderia deixar de vos recordar este nome: Elmano Santos. Árbitro do jogo SL Benfica – SC Beira-Mar na época transata.

Vergonhoso!

 Ainda assim, levantámos a cabeça e contra 14, eis o que aconteceu:

Já nesta época, recordamos o jogo da primeira volta onde a figura foi:

Witsel

Sem Aimar de início, não eram expectáveis tantos toques de magia no meio-campo ofensivo dos encarnados. O belga foi o habitual médio trabalhador, mas surgiu em campo camuflado de encantador de jogo, abrindo preciosos espaços com pequenos toques de arte ou com simples fintas de corpo. Dá gozo apreciar um jogador que, com a mesma qualidade, tanto segura a batuta de maestro como carrega o piano, se necessário for.

O goleador: Cardozo

Como habitualmente, não precisou de muitas oportunidades para facturar e neste jogo bastou-lhe aproveitar a falha de Rui Rego para marcar aquele que terá sido um dos golos mais fáceis da sua carreira.

Outros destaques desse jogo na primeira volta:

Nolito

Perante a densa floresta de pernas amarelas nas imediações da grande área dos aveirenses, a finta curta do espanhol serviu como primeiro utensílio para abrir o trilho para a baliza de Rui Rego. Foi ainda admirável a disponibilidade que mostrou para recuar e ajudar na defesa.

Recordemos agora o jogo da primeira volta!

Beira Mar-SL Benfica 0-1

A lista dos 19 convocados para o desafio de hoje ante o Beira-Mar:

Lista de convocados:

Guarda-redes: Artur Moraes, Eduardo; Defesas: Luisão, Jardel, Miguel Vítor, Luís Martins, Capdevila e Emerson; Médios: André Almeida, Javi García, Witsel, Bruno César, Pablo Aimar, Nicolás Gaitán e Nolito; Avançados: Cardozo, Rodrigo, Nélson Oliveira e Saviola.

Para fechar com chave de ouro:

Aqui fica o apelo de Nélson Oliveira: “Estejam ao nosso lado diante do Beira-Mar”

“Numa altura crucial da época é cada vez mais necessário o apoio dos nossos adeptos, por isso deixo o apelo sincero a todos: estejam ao nosso lado nesta partida com o Beira-Mar.”

Depois da vitória na Mata Real, frente ao Paços de Ferreira, 1-2, o Benfica tem todos os argumentos para continuar a lutar pelo título e os jogadores prometem que tudo irão fazer para chegar ao grande objectivo da temporada. “Da nossa parte, garanto-vos que tudo iremos fazer para corresponder às vossas expectativas e daremos tudo em campo para conquistar mais uma vitória importante para o objectivo de todos, que é ser campeão nacional”, afirmou o jovem internacional português.

“Num campeonato de qualidade que está a ser discutido taco-a-taco, podemos fazer a diferença nas bancadas, porque temos a grande vantagem de ter uma massa associativa única, vibrante e que nos tem empurrado para as vitórias”, concluiu.

Lá estaremos Nélson!

Objectivamente a História não apagará este nome Pedro Proença.

Objectivamente a História não apagará este nome Pedro Proença.

Depois de perder em Guimarães, onde merecia ter empatado, e ter empatado em Coimbra, onde merecia ter ganho

Benfica recebeu o porto em igualdade pontual.

Prisioneiro de fantasmas (os que Fernando se quer referir certamente) da temporada anterior o Benfica entrou nervoso e pior ficou com o único golo legal do porto. Demorou 20 minutos até a nossa Equipa reagir, como Aimar e Cardozo a darem sinais dessa reacção. O que aconteceu ao 41º minuto quando Takuara atirou fostíssimo e empatou. Na jogada Janko puxou Cardozo ,e porque em lances de grande penalidade não existe a lei da vantagem surge a primeira proençada deveria ter marcado penálti e expulso o austríaco, o que muito provavelmente transformaria o jogo em algo necessáriamente diferente pois convertido o castigo máximo, o jogo seguiria para intervalo empatado e o porto reduzido a 10 elementos.

Embalado o Benfica demorou apenas três minutos na segunda parte para se adiantar com Cardozo a bisar e a colocar o Benfica na liderança. Mas, nesse lance perdemos o motor do ataque Pablo Aimar. Audaz e ambicioso, sentindo o estado animico da nossa equipa e do adversário Jesus meteu Rodrigo para o ataque mais que provável ao 3 – 1. O adversário respondeu com James, no mesmo minuto em que Nolito viu a mão de Maicon cortar uma jogada individual de eminente perigo…nova grande penalidade por assinalar.

Jogo lançado, e com uma defesa mais que permeável estava nos pés de quem possui os jogadores para causarem desiquilibrios individuais fazerem a diferença. E essa claramente era e é o Benfica. Mas seria algum jogador a evidênciar-se? Não. Seria uma vez mais Pedro proença. Ao minuto 64, Witsel conduziu com mestria uma jogada atacante e ao preparar-se para se isolar em plena área portista foi derrubado com agressão por Maicon na meia-lua, Proença BEM COLOCADO mandou seguir e o porto seundos a seguir chega ao primeiro golo precedido de lance ilegal.

Aos 77 minutos Emerson ( que aos 63 visa um “zeloso” cartão amarelo) a cerca de 40 metros da baliza chega atrasado a um corte a Hulk, levando segundo amarelo.  Sem a mesma contemplação que teve para os vermelhos directos que se justificavam a Álvaro Pereira (aos 24’ por entrada em “tesoura” sobre Maxi Pereira e no vermelho directo no lance sobre Witsel que anteceu o segundo golo do porto. Bem como nos lances para grande penalidade e expulsão protagonizados por Janko (agarrão a Cardozo na área) e Maicon (corte com a mão na sua área, aos 58’ em jogada de Nolito) – Proença, EXPULSOU EMERSON À SUA SEGUNDA FALTA.

E eis a cereja no todo do bolo. A Mentira no seu explendor quando não um, mas dois jogadores do Porto em clara posição de fora de jogo foram fantasmas permintindo a Maicon, em posição obviamnete irregular marcar e ferir mortalmente a verdade desportiva deste … CAMPEONATO.

Para a história fica o resultado, dizem as frases feitas. Eu digo que não. Não podemos permitir que a História deixe esconder esta MENTIRA.  E a mentira é todo o resultado deste clássico, adulterado desde o final da primeira parte. Temos assim uma vitória batoteira portista. A diferença é de 4 pontos e pode ser crucial na determinação do Campeão.

Fazendo uma análise mais detalhada sobre a carreira de Pedro Proença é fácil reparar um facto, em todos os grandes clássicos que dirigiu, este último foi o nono, o Benfica nunca ganhou : Na memória de todos ainda está  aprtida de há 3 temporadas em que Lisandro, numa atitude anti-desportiva, simulou dentro da área sobre Yebda na frente de Proença  com este a assinalar o castigo máximo que evitou a derrota do clube do sistema e a possibilidade do Benfica se isolar na liderança.