Tagged: Ola John

Primeiras impressões de Ola John

Primeiras impressões de Ola John

A nova temporada da equipa de futebol do Benfica começou esta segunda-feira, dia 2 de Julho, no Centro de Estagio do Seixal, no primeiro dia que foi dedicado aos habituais exames médicos estiveram presentes 28 jogadores encarnados.

Entres os 28 jogadores esteve o reforço mais sonante até ao momento para esta temporada, o holandês Ola John que é uma das grandes apostas futebol do Benfica. Durante a apresentação dos novos equipamentos do Benfica, o extremo ex-Twente revelou as suas primeiras impressões, desta nova fase da sua carreira.

O jovem jogador começou por dizer às notícias de futebol ” o meu primeiro dia tem sido bom. É um clube novo, claro, por isso é diferente do que eu estava habituado na minha antiga equipa, mas trataram-me bem no primeiro dia e por isso estou feliz por estar aqui. O clima, claro, a língua… tudo é diferente. Quero trabalhar muito pelo Benfica e quero jogar muito aqui”, disse Ola John.

Sobre a sua primeira época ao serviço do Benfica o jogador de apenas 20 anos não escondeu a sua vontade de jogar e de lutar por um lugar no onze titular de Jorge Jesus, “só quero trabalhar para ajudar o Benfica. Como é normal, quero jogar com muita frequência logo no primeiro ano, mas sei que vai ser difícil, pois é a minha época de estreia. Vou dar o meu melhor. Sinto-me preparado para lidar com a pressão. No Twente já disputávamos o título e no Benfica será a mesma coisa. Vamos dar o nosso melhor.”

Esta terça-feira o dia vai ser dedicado novamente há realização de exames médicos.

Referir que Jorge Jesus ainda espera a chegada de dois jogadores encarnados que tem autorização para se juntar ao restante plantel mais tarde devido ás participações nas suas seleções, é o caso do uruguaio Maxi Pereira que só se vai juntar ao restante plante no dia 7 de Julho e o caso do internacional português Nelson Oliveira que esteve presente no Euro 2012 e por isso tem autorização para se juntar ao plantel só no dia 18 de Julho.

Referir ainda que na lista de dispensas de Jorge Jesus estão os dois laterais-esquerdos, Capdevila e Emerson e ainda o argentino Franco-Jara.

Pode seguir o BENFICA POWER no FB AQUI

Anúncios

Ola John em Lisboa para assinar

Ola John vai assinar hoje finalmente pelo Benfica. O extremo holandês já está em Lisboa e vai ter um dia bastante preenchido, pois tem em agenda a realização dos exames médicos necessários para concluir o negócio, colocando depois a sua assinatura no contrato que o vai ligar ao emblema encarnado durante as próximas cinco temporadas, ou seja, até 2017.

Após intensas negociações, Benfica e Twente fecharam a transferência na noite da última segunda-feira, com o clube da Luz a assumir o pagamento de nove milhões de euros ao conjunto de Enschede, num processo em que contou com a decisiva ajuda de um fundo de investidores. Assim, finalizado o acordo, o jogador teve autorização imediata para viajar com destino a Lisboa, algo que fez precisamente durante o dia de ontem. Ola John viajou desde Amesterdão para a capital portuguesa, onde aterrou ao final da tarde, na companhia do seu empresário, Frank Schouten.

“Hoje [ontem] ia entregar-lhe um prémio, atribuído a nível regional pelo excelente desempenho que demonstrou ao longo desta época no Twente, mas ele acabou por não aparecer à última hora, sem explicar o motivo da ausência. Aparentemente já estará em Lisboa”, esclareceu Theo ten Caat, antigo treinador do extremo nos escalões de formação, revelando ainda: “Tenho pena de não lhe poder ter dado os parabéns pela época e pela transferência. Vai dar muito ao Benfica.”

“Guardado” pelo Benfica, o futuro craque da Luz aproveitou as primeiras horas em Portugal (naquela que é a segunda viagem a Lisboa num curto espaço de tempo) para descansar e ganhar forças para o importante dia que enfrenta hoje, durante o qual será oficializada a sua transferência.

O Twente tem procurado desmentir a conclusão do negócio, razão pela qual durante as últimas horas continuava a circular pela Holanda a informação de que a transferência do futebolista de 20 anos – celebrou-os no passado sábado, razão pela qual pode encarar assim a mudança para o Benfica como uma prenda de aniversário – teria sido cancelada, mas que o acordo é total, com Luís Filipe Vieira a beneficiar da entrada em cena de um fundo de investidores, fundamental para assegurar a verba exigida pelo conjunto de Enschede e situação que já tinha ficado prevista nas primeiras reuniões, quando o líder das águias avisou o seu congénere, Joop Munsterman, da necessidade de algum tempo para angariar a totalidade do valor pretendido pelos holandeses.

Referenciado pelo Benfica desde os desafios com o Twente, no play-off da Champions, Ola John afirmou-se este ano pelo clube de Enschede, com 48 jogos e nove golos, tendo sido até incluído na pré-convocatória para o Euro’2012. Falhado esse objetivo, vê agora concretizado o sonho de dar o salto para um grande clube da Europa.

No entanto o CM noticiou o seguinte:

O FC Porto quer desviar Ola John para o Dragão. O futebolista holandês do Twente, de 19 anos, está em conversações adiantadas com os encarnados há algumas semanas, mas fonte segura adiantou ao CM que os portistas “estão em cima dele” e dispostos a impedir que desembarque na Luz.

No entanto, os dirigentes do Benfica acreditam ter quase tudo acertado com o médio e esperam vê-lo chegar, o mais tardar, até ao final desta semana, para ultimar as negociações.

O negócio pode ser fechado por uma verba na ordem dos 8 milhões de euros, valor que de momento parece ter merecido o consenso das duas partes. Também o jogador, que já conheceu as instalações do Estádio da Luz, se mostrou entusiasmado com a oportunidade de equipar de encarnado na próxima época.

Ola John é considerado crucial para Jorge Jesus. O técnico ficou fascinado com as características do holandês, de origem liberiana, nos dois jogos (3-1 e 2-2) em que o Twente defrontou o Benfica, na pré-eliminatória da Liga de Campeões, em 2011/12.

Esta não seria a primeira vez que o FC Porto desvia jogadores quase comprometidos com as águias, sendo exemplos disso Falcão, Álvaro Pereira e James. E, em 2008/09, Cristian Rodríguez roeu a corda aos encarnados: quando tudo apontava para a sua renovação, foi para os azuis-e-brancos. Para Jesus, Ola John seria o substituto ideal de Gaitán, que deve ir para o Man. United, mas a saída de Cristian Rodríguez torna-o também apetecível.

Ultimas do Mercado

Mentira, verdade, rumores?

Ola John, extremo-esquerdo do Twente, mais longe da luz de acordo com as palavras do vice-presidente do clube holandês.

Benfica é a solução que deixa Fábio “louco”

Sir Alex Ferguson recomendou a rodagem no Benfica, os responsáveis encarnados esperam o jogador – incluído ou não na transferência de Gaitán para o Manchester United – e Fábio está em pulgas para rumar à Catedral, apesar de também ser desejado em Inglaterra. A garantia é deixada pela própria mãe do jogador, Laurinda Silva, que está naturalmente a par das operações. “Fábio está louco para ir. Está muito decidido mesmo, e acho que vai ser bom para toda a gente”, dispara a progenitora.

Sempre em tom bem-disposto, a D. Laurinda confessa que dificilmente encontraria melhor destino para o filho do que Lisboa, por todos os motivos e mais alguns. Abre-se a possibilidade de o jovem ter mais minutos nas pernas do que em Old Trafford, a família também já conhece a cidade e, naturalmente, há sempre um pouco de Brasil em solo luso. “Como ele quer ir, ajuda muito. Em Portugal, há mais coisas para fazer lembrar o Brasil. Além disso, ele vai jogar mais e, onde está feliz, joga melhor”, frisa, assegurando estar “a par da maioria das coisas em torno do negócio”: “Antes, só falávamos pelo telefone, mas ele agora está cá e sei bem o que sente. Já estive em Lisboa uns quatro ou cinco dias e adorei! É uma cidade muito bonita e, desde que Fábio esteja feliz aí, eu também vou estar!”

A mãe do ambidestro vai passando os dias “à espera de que tudo dê certo”, mas não esconde alguma preocupação pelo facto de os gémeos se irem separar pela primeira vez na sua vida. A concretização do negócio está, todavia, tão próxima que a D. Laurinda até já tem traçado um plano para que ninguém precise de andar sempre de coração apertado. “Estou um pouco preocupada com a separação dos dois, porque nunca aconteceu. Mas já falámos e, como Lisboa é perto, vai dar para Rafael ir aí quando tiver uma folguinha, ou Fábio ir a Inglaterra também. E eu vou acompanhando os dois pelo meio [risos]”, adianta, sem esconder também que tem sido muito mais próxima dos filhos desde que estes… vieram para a Europa: “Vivi mais com eles depois de eles saírem para o Manchester United do que enquanto estávamos todos no Brasil.”

O motivo é simples e até mete uma história engraçada pelo meio que ainda hoje a mãe de Fábio recorda com alguma emoção. “Eles [Fábio e Rafael] desatavam a chorar, quando eu saia para trabalhar e eles tinham de ir para as concentrações do Fluminense. Quando eram eles a sair, choravam sempre muito e diziam-me que tinham medo de que eu deixasse de gostar deles porque se iam embora. Mas diziam sempre que tinha de ser e iam na mesma, depois de mais um choro, claro. Não havia mesmo nada a fazer. Eu trabalhava como doméstica e não tinha como levá-los comigo. E ainda outra coisa: se eu não os podia levar, eles também não queriam deixar de jogar à bola. A separação era mesmo inevitável”, relembra.

Já quem nada gostava de trazer à memória Portugal era o avô materno de Fábio. O alvo do emblema da águia para a próxima temporada – a título de empréstimo – tem nacionalidade portuguesa e só conseguiu a mesma porque o seu avô nasceu… em Bragança. Ali nasceu em 1909, rumando ao Brasil com 22 anos para montar uma “chácara de flores”, que na prática se resume à “plantação e venda de flores a lojas”, como explica a D. Laurinda Silva. A mãe de Fábio pouco sabe sobre a vida do seu pai em terras lusas, pois “ele não falava quase nada sobre o assunto”. “Às vezes tocávamos no tema, mas como ele ficava muito incomodado e acabava sempre por se emocionar, nunca avançávamos a conversa”, remata

Perde-se pela feijoada à brasileira da mamã

Se há prato pelo qual Fábio se perde é a tão conhecida feijoada à brasileira, com a boa mistura de carnes e enchidos, o afamado feijão preto e farinha de mandioca. “Tanto ele como Rafael são loucos pela feijoada. E já se sabe que a comidinha da mãe e das avós é sempre especial, não é?”, dispara a D. Laurinda, confiante em que poderá repetir muitas vezes o prato em Lisboa, onde tem fácil acesso a todos os ingredientes para um bom prato: “Aí há tudo como no Brasil, não é? Carne boa, hortaliças… Até por isso vai ser bom para Fábio ir”, brinca

AC Milan já falou com Witsel

O AC Milan está muito interessado em Witsel e, até já entrou em contacto com o médio benfiquista, no sentido de o tentar seduzir a abraçar o projeto “rossoneri” a partir da próxima época. O jogador ficou até algo surpreendido com a abordagem dos responsáveis do colosso italiano e procurou aconselhamento nos seus círculos mais próximos.

Para além do próprio internacional belga, também o seu empresário – por sinal, seu pai -, Thierry, está a par do ataque do clube milanês ao centrocampista, que esteve com um pé no AC Milan antes de ingressar no Benfica. O interesse em Witsel reacendeu-se há algumas semanas, mas só recentemente o AC Milan decidiu dar mais um passo para tentar garantir os serviços da pérola encarnada, entrando em contacto direto com o jogador no sentido de lhe apresentar o projeto e procurar seduzi-lo a fazer parte do mesmo. A ideia do AC Milan é clara e passa, desde logo, pela renovação do meio-campo, onde na próxima época já não estarão figuras como Seedorf, Gattuso ou Van Bommel. Os dirigentes do clube transalpino procuram rejuvenescer o seu plantel e, na sua perspetiva, Witsel encaixaria como uma luva na nova fórmula, não só pela sua idade (tem apenas 23 anos), como pela qualidade de jogo que vem apresentando, tanto ao nível de clubes, como na sua seleção.

Os italianos estão longe, contudo, de andar sozinhos na luta pelo médio. Também o Paris Saint-Germain está muito interessado e o seu diretor desportivo, Leonardo, já sabe quais as condições pretendidas pela SAD encarnada para libertar o ex-craque do Standard de Liège – Luís Filipe Vieira pretende encaixar 35 milhões de euros, menos cinco milhões do que a verba estipulada na cláusula de rescisão.

A juntar a um cenário já de si agitado, há ainda o… Real Madrid. É que, os responsáveis benfiquistas estão dispostos a aproveitar o interesse do emblema de José Mourinho em Witsel para tentar – na mesma operação – assegurar a metade do passe de Garay ainda na posse do campeão espanhol. A sociedade anónima das águias há muito decidiu que esta é uma medida a tomar e, depois de ter desembolsado 5,5 milhões de euros por cinquenta por cento dos direitos económicos do internacional argentino, está agora disposta a incluir os restantes numa eventual transferência do belga para Madrid. Esta tipologia de negócio já vem sendo, de resto, bem comum entre o Benfica e o Real Madrid, bastando para isso recordar as vendas de Di María e Fábio Coentrão aos madridistas, que incluíram sempre negócios paralelos – como a vinda de Rodrigo, por exemplo -, mas apenas possíveis pela existência do entendimento pelos primeiros.

Certo, é que Witsel é um dos jogadores com os quais Filipe Vieira conta para equilibrar as contas.

Segundo o portal calcionews24, a Roma está a preparar uma proposta de 20 milhões de euros para levar Axel Witsel, valor que representa metade da cláusula de rescisão do internacional belga e que não deverá convencer os responsáveis do BENFICA a libertar o influente médio de 23 anos.

Sondagens por Franco Jara

Além do Granada há outros clubes que já manifestaram interesse no jogador, sobretudo na hipótese de empréstimo. Granada é opção em cima da mesa. Ele quer jogar com regularidade, vamos ver se o Benfica tem isso em conta», explicou, antes de frisar que «Jara fez um bom final de época»

Eder Luis revela que Vasco da Gama já fez proposta ao Benfica

«Preocupado, sim, em chegar à final e não poder jogar. Mas o Vasco já fez uma proposta ao Benfica. O Daniel Freitas (diretor de futebol) disse que as coisas têm evoluído bastante. Vamos esperar este mês, para ver o que acontece»

Daniel Freitas está confiante na permanência tanto de Eder Luis como de Fellipe Bastos: «Pelo que apresentamos ao Benfica, estou confiante. A proposta foi boa e creio que eles continuarão no Vasco»

Mauro Caballero está a um pequeno passo de tornar-se oficialmente jogador do BENFICA. O negócio entre águias e o Libertad, do Paraguai, está praticamente concluído, e agora, segundo Falta apenas limar algumas arestas para que o acordo seja total.

O BENFICA já fez uma proposta por Marcos Rojo e, agora, espera por uma resposta do clube que detém os direitos desportivos do jogador, o Spartak Moscovo. Os russos encontram-se, agora, a analisar os valores da oferta e têm de decidir se aceitam desfazer-se de um jogador, por quem pagaram 2 milhões de euros em janeiro do ano passado.

O central Roderick Miranda, que atuou no Servette cedido pelo BENFICA, vai deixar o clube suíço para se juntar à equipa encarnada na próxima temporada, caindo assim por terra o desejo por parte do dirigentes do Servette, de Rodrick continuar a representar os helveticos.

Braço de ferro por Ola John e concorrência por Fábio

O Twente ainda não cedeu às pretensões do Benfica, forçando a sua posição nas negociações por Ola John. Pelo menos, é essa a informação que circula nesta segunda-feira à noite pela imprensa holandesa.


O prestigiado Voetbal Internacional garante que o jogador estava preparado para viajar para Portugal (onde já esteve recentemente), deparando-se entretanto com um impasse nas conversas.

Segundo a publicação, o Benfica oferece 8 milhões de euros no imediato (podendo chegar aos 10 milhões em prémios por objetivos), enquanto o Twente continua a exigir quinze milhões. Impasse para resolver nas próximas horas.

Concorrência inglesa pela cedência de Fábio

O Benfica não está sozinho na luta pelo empréstimo de Fábio. O empresário do jogador, Cassiano Pereira, reuniu-se esta semana com os responsáveis do Manchester United e ficou a saber que há vários emblemas da Premier League com o mesmo fito das águias, sendo que os red devils também vêm este cenário com bons olhos. “Ainda nada está fechado. Estamos a analisar tudo o que está em cima da mesa. Já me reuni com o Manchester United e também há clubes ingleses da primeira divisão que querem Fábio, também por empréstimo. O Manchester vê esse interesse com simpatia, mas os tais clubes ficaram de apresentar propostas concretas”, adianta o agente em declarações garantindo que o facto de Luís Filipe Vieira ter assistido à final da Liga dos Campeões (no último sábado) ao lado do diretor-desportivo do colosso inglês, David Gill – o empresário Jorge Mendes ajudou a intermediar as conversas -, pode ter sido uma importante alavanca: “Se o presidente do Benfica esteve com David Gill, com certeza falaram neste assunto. Talvez amanhã [hoje], o Manchester se manifeste sobre isso, não vá ter havido algum avanço para o Benfica.”

De resto, Benfica e Manchester United há muito negoceiam a transferência de Gaitán para Old Trafford, sendo que o lateral brasileiro seria uma opção para baixar a verba em dinheiro a desembolsar pelos ingleses. No entanto, mesmo que o argentino não rume a Manchester, Fábio tem possibilidades de ser emprestado às águias. “Se Gaitán for para o Manchester, simplificará muito a ida de Fábio. Nesse caso, já seria uma parceria, em que os dois clubes têm interesses, e tudo seria mais fácil. Nos próximos dias, o Manchester deve tomar uma posição definitiva sobre o assunto”, remata Cassiano Pereira

                          Jogador de férias em Petrópolis com o irmão

Finda uma época em que esteve perto de se sagrar campeão inglês – o Manchester City só carimbou a festa mesmo ao cair do pano, quando os red devils até já festejavam -, Fábio está agora de férias em Petrópolis, sua terra natal. O lateral-esquerdo seguiu para o município do Rio de Janeiro na companhia do seu irmão gémeo, Rafael, e é aí que aguarda com alguma ansiedade a chamada do seu empresário para o informar de qual será o seu clube na nova época.