Tagged: Liga

Socorro ! Tirem-me o Benfica deste filme.

É quase dia. É quase dia do regresso da I Liga. O  Freitas Lobo vai voltar! Não “CAIBO” em mim de contente!!!

Vão chegar de novo! As dissertações sobre táctica. O hexágono, losango, o pepino o olhar de peixe, as entre linhas, etc… É só escolher… Enfim, vai regressar a qualidade do nosso futebol.

Não tarda eis o que nos vai entrar em casa…

O silêncio em casa é quebrado pelo intervalo que passa na televisão. Entre os anúncios «Blanca, muito para além da lixívia», «Prolongue a vida da sua máquina, com Calgon» e «Actimel com bifidus activos» – que as idosas iletradas fazem questão de dizer que são iogurtes com «bifes activos» e que por isso é que alimentam muito -, ouve-se uma voz grave com uma boa rockalhada de fundo a anúnciar futebol. 

«Hoje, às 20H45, temos… Graaande Jogo!»

[Rockalhada poderosa de fundo, género clip de Nascar da Eurosport, com imagens dos «coxos» das duas equipas a fazerem fintas e com grandes planos dos rostos em sofrimento dos atletas «na raça» a cortar um lançe aos adversários, também eles «coxos»] E o apresentador, empolgado, continua: 

«Mesmo com Zé Tó e Sabugo lesionados, o Rosmenga luta por um lugar entre os três primeiros da classificação e está moralizado com a vitória frente ao Cucujães em casa. Mas o Ramaldense também tem os seus argumentos! 

O Ramaldense está tranquilo na tabela classificativa mas joga em casa e tem a sua claque – a Torcida Ramalde – a apoiar.»

Em fundo ouve-se…E quem não salta não é ramalde olé, olé; e quem não salta não é ramalde olé, olé …

O apresentador, empolgado, continua:

Desportivo Ramaldense – Sport Industrial Rosmenga. Graaande Jogo. A não perder. Hoje. Às 20h45. No seu canal. Graaande Jogo»

Apreciador de futebol que é apreciador de futebol nunca perde um bom jogo da Liga Portuguesa. Nunca perde um bom Rosmenga – Ramaldense, sobretudo se der na televisão e para mais com colossos desta estirpe que, qualquer dia, ainda vão à Liga dos Campeões. 

O campeonato português apresenta este elevado nível de competitividade e é por isso que as mais diversas equipas de Futebol da 1ª Liga – mas é que são mesmo muito diversas – são tão reconhecidas no estrangeiro.

É tudo uma questão de cultura táctica.

a) Os ingleses são conhecidos pelo seu futebol flanqueado, jogado em toda a amplitude do terreno, como diria o Mestre Rui Santos, estruturado num esquema-tipo 4-4-2.

b) Os italianos são conhecidos pelo seu 5-3-2 que se transforma num 3-5-2 em contra-ataque e pelo futebol físico, como diria o Mestre Gabriel

c) Os brasileiros são conhecidos pelo elevado nível de elaboração técnica do seu futebol – como diria o Mestre Gabriel – ,…

d) Os nórdicos são conhecidos pelo futebol aéreo, directo e prático – como diria o … vocês sabem,… num esquema-tipo 4-5-1

«… e então e as equipas portuguesas?»,

Portugal orgulha-se de ser o único país da zona UEFA – a par da Albânia – em que a maioria das suas equipas dos campeonatos profissionais usam o esquema 8-2 (oito defesas, dois trincos). Claro que estas equipas não são tão defensivas assim. Por vezes até se desdobram num esquema 7-3 ou mesmo, muito raramete porque esta é demasiado ofensiva, num 6-4.

É a chamada Táctica Rosmenga. «E o que é em termos práticos o futebol estilo Rosmenga?» Fomos a uma Enciclopédia de Futebol investigar.

O esquema táctico R.O.S.M.E.N.G.A .designa a Retirada Obstinada, Sofrida e Manda-pá-frente-que-é-distrital do Esférico para Neutralizar o Golo e Ataques. Começou por um esquema 9-1 mas registou significativas evoluções ao longo de todo o século XX, já se praticando com frequência o 8-2 (leia-se oito defesas, dois trincos). , o 8-1-1, ou mesmo o 7-3.

Característico deste meritório estilo futebolístico são

1. Em situação defensiva:

a) as entradas por trás a pés juntos
b) as obstruções – que devem designar-se antes por placagens
c) as entradas por trás a pés juntos
d) rebolar 37 vezes depois de o guarda-redes interceptar um centro ou remate adversário, sempre com o cuidado para não sair da àrea
e) rebolar 37 vezes depois de sofrer uma falta inexistente
f) as entradas por trás a pés juntos
g) queimar tempo desde o inicio do jogo porque o 0-0 é sempre um bom resultado

2. Em situação ofensiva

a) [dados inexistentes e indisponíveis] …

Esquema 1-8-2: a Equipa Ideal

SW – Douglão
DC – Otamendi
DC – Khalid Boulahrouz
DC – Paulinho Santos (Reforço para esta época)
DC – Fernando Couto (Transita dos Júniores)
DC – Bruno Alves (Reforço para esta época)
DCD – Ruben Micael
DCE – Danijel Pranjic

MD– Rinaudo
MD – Defour

GR Helton [Que é o responsável pelos remates à baliza adversária]

TEquipa Técnica
TREINADOR
 -Jaime Pacheco
ADJUNTOS – Sá Pinto e Vítor Pereira

Lema da equipa: Break a leg

Estádio: Municipal Avelino Ferreira Torres

Como vêm, o 4-4-2 e mesmo o 4-3-3 são sistema ultrapassados. Portugal e a maioria das suas equipas estão na vanguarda. Não sigamos pois exemplos como os de uma equipa praticamente desconhecida do norte que se chama Futebol Clube do Porto que é a vergonha nacional.

Vejam lá que jogaram contra uma Académica e só (!) conseguiram uma vitória tangencial – atencão: só! – quase aos aos 90 minutos. Assim não dá; assim, meus amigos, é uma verdadeira vergonha – um verdadeiro escândalo – para a tradição do futebol português e para a preservação da cultura táctica do sistema 1-8-2.

Mantenhamos vivas as tradições! Mantenhamos acesa a chama e a mística do R.O.S.M.E.N.G.A!!

Socorro, tirem-me o Benfica deste Filme!!!!

Anúncios

Benfica pode impugnar a Liga Fruta Proença

Imagem“Qualquer equipa pode impugnar o campeonato”

Caso se comprove negligência por parte da Liga, “qualquer clube pode impugnar o campeonato”, de acordo com Pedro Miguel Branco, advogado especialista em direito de desporto profissional. Ainda assim, em relação às alterações na classificação, só poderão ser anulados os resultados 29 dias.

Com a desistência da U. Leiria no campeonato, deve haver mexidas na actual classificação, a duas jornadas do final.

Pedro Miguel Branco, advogado com pós-graduação em direito de desporto profissional, considera que as equipas que lutam pelas diferentes frentes do campeonato têm legitimidade para impugnar a classificação final do campeonato, porque a Liga de Clubes poderá ter responsabilidade por negligência: “A Liga de Clubes poderá ter aqui uma responsabilidade, principalmente tendo em conta que os factos são públicos. Comprovando-se que existe negligência por parte da Liga ao permitir que um clube incumpridor com salários de jogadores continue a competir, prejudicando a verdade desportiva e os outros clubes, pode levar a que seja impugnada a classificação no campeonato.”

Na opinião do advogado, qualquer equipa pode impugnar o campeonato, “seja os que desçam ou os que não tenham acesso a uma determinada posição que lhes permita aceder a uma competição europeia, ou até mesmo em relação ao campeão nacional”.

Miguel Branco explica que “o absurdo da situação é que, caso um clube não pague as multas à Liga, a Liga pode impedir esse clube de competir. Em relação aos salários, a Liga já não se intromete”.

“Só poderão ser anulados os resultados dos últimos 29 dias”

Há especialistas em direito desportivo que defendem a anulação de todos os jogos dos leirienses na prova e há quem defenda a anulação apenas dos resultados dos últimos 30 dias. Pedro Miguel Branco manifesta a sua opinião, baseada no que será “mais favorável aos clubes e à verdade desportiva”: “O artigo 17 prevê que só poderão ser anulados os resultados das competições dos últimos 29 dias, porque ao trigésimo dia o seu resultado considera-se tacitamente homolgado.”

Neste caso, só seriam anuladas as derrotas da U. Leiria com o V. Guimarães e com o Feirense. in rr.pt