Tagged: Estádio da Luz

O Rio Ave tem toda a razão!

Como entendemos aquele pontapé na garrafa de água (seria Vitális?) do Pedro Martins e a Taquicárdia daquele senhor delegado do Rio Ave, Miguel Ribeiro.

qqq1

Como é que possível tamanha descriminação?

qqq

Afinal qual o motivo do Rio Ave não ter tido o mesmo tratamento do Sp Braga e todos  quantos que até à data têm beneficiado de lances ilegais que passaram a legais?

Têm toda a razão para estar indignados, então mas porque é que tem de ser o Rio Ave a ter um lance ilegal contra o Benfica a ser anulado???

Enfim, temos a liga que merecemos. Temos a imprensa que merecemos. Vamos a caminho do fecho do primeiro terço desta coisa chamada “Liga” onde andamos metidos, vai sendo tempo de oficialmente o Sport Lisboa e Benfica marcar uma posição bem firme sobre esta feira que está ser montada mesmo à nossa frente.

Anúncios

Jorge Jesus sobre a sua renovação

Jorge Jesus sobre a sua renovação

jorgejesus7O Benfica está a realizar uma temporada de grande nível estando na liderança do campeonato nacional com mais quatro pontos que o FC Porto (2. classificado). Destacar o facto de os encarnados em 25 jogos já realizados para a Liga Zon Sagres ainda não conhecerem o sabor da derrota.

Além do campeonato equipa comandada por Jorge Jesus tem praticamente um lugar assegurado nas meias-finais da Liga Europa, depois de ter vencido na passada quinta-feira na Luz o Newcastle por 3-1.

Para além destas duas competições o Benfica disputa ainda a Taça de Portugal, onde irá defrontar o Paços de Ferreira, no dia 15 de Abril. Jorge Jesus está confiante que na conquista das três competições onde o Benfica ainda está envolvido.

No entanto apesar da grande época que os encarnados estão a realizar, o treinador do Benfica lembra que ainda nada está nada ganho e que a situação pode mudar a qualquer altura.

 jorge_jesus_de_dedo_em_riste_lusa”As coisas agora estão a correr muito bem mas também podem não correr, de repente. O importante é salientar que foi só com grande mérito, sacrifício e trabalho que chegámos a esta fase nesta forma e posição”, começou por dizer o treinador das Águias às notícias de futebol.

 A ligação de Jorge Jesus ao Benfica termina em Junho deste ano, quando questionado sobre a sua renovação, o técnico respondeu que o importante neste momento é estar concentrado nos jogos que faltam para terminar a temporada.

”No final, se a época for brilhante, o balanço do teu trabalho está feito e ficas tranquilo. E eu vou estar tranquilo”, garantiu Jorge Jesus.

O Benfica vai agora ter duas semanas de jogos muito importantes, depois de defrontar o Olhanense a contar para a Liga Zon Sagres, os encarnados deslocam-se a Inglaterra para defrontar o Newcastle num encontro a contar para a 2. mão dos quartos-de-final da Liga Europa, depois no dia 15 de Abril defrontam o Paços de Ferreira a contar para a Taça de Portugal e no dia 21 de Abril recebem o Sporting no Estádio da Luz, num jogo a contar para a 26. Jornada do campeonato de futebol português.

Uma sociedade sem memória é uma sociedade sem futuro. Obrigado King !

Sobre a homenagem ao KING

O Benfica está de volta hoje. O Benfica está de volta com a homenagem a alguém que o Tempo não soube nem conseguirá apagar… Se uma sociedade sem memória é uma sociedade sem futuro, podemos estar tranquilos porque os benfiquistas tem memória, e será sempre com base nos alicerces do passado que o nosso futuro será por nós construido. É com este respeito à nossa memória, que o BENFICA tem FUTURO.

Pela minha idade, também não tive a sorte de poder ver Eusébio a jogar.  Apenas tenho disponíveis as imagens que felizmente existem e as memórias dos mais velhos  que fazem parte do nosso Património. E esse, é algo que chega para perceber o seu impacto e dimensão.

Infelizmente, algumas mentes menos capazes, tentam por vezes denegrir esse orgulho benfiquista, apelidando de canal história. Faceta ridícula, quem produz tais afirmações, porque se há coisa que os benfiquistas se orgulham é da sua história e tenho sinceramente pena de quem não sabe o que isso significa. E História, é o património majestoso, único que nos tem sido entregue geração após geração.

Se o Benfica tem hoje a colossal dimensão que tem, se arrasta as multidões que arrasta, tal se deve à sua enorme História e a tudo o que ela representa, sem esse passado, certamente o Benfica não teria a dimensão que hoje tem e nós orgulhamos-nos disso, ao contrário de outros, que infelizmente por não se orgulharem da mesma forma em quantidade e em qualidade da sua história, se revêm mais depressa nas conquistas de outros que nas vitórias do seu clube e isso, nós benfiquistas, não fazemos.  Para nós, graças a pessoas como Eusébio e outras antes dele e aos que lhe seguiram, amamos e olhamos apenas para um clube, o Sport Lisboa e Benfica.

Obrigado Eusébio ! Obrigado King !

Siga o pulsar do Glorioso através do BENFICA POWER na sua página no Facebook

Das melhores respostas sobre o que é o INFERNO DA LUZ

Para relembrar ou para dar a conhecer uma famosa situação (entre centenas de outras) ocorrida antes de uma meia final para a Taça dos Campeões Europeus, aqui deixamos uma entrevista a Mozer (à data jogador do Olympique de Marselha).

Eis a resposta de Mozer quando foi questionado sobre o que é o

INFERNO DA LUZ

É preciso sair do país para enxergar o prestigio e o tamanhão do Benfica em todo o mundo. Estive três anos em frança, no marselha, joguei num estádio fantástico, o vélodrome, convivi com grande jogadores como Papin e Waddle, mas o Benfica estará sempre no meu pensamento. Os meus companheiros de equipa não percebiam muito o meu entusiasmo pelo clube, já que sabiam pouco do futebol português, embora reconhecendo o tremendo historial do Benfica.

Durante os primeiros tempos tive de aturar os comentários de Papin, logo desde o inicio, sempre que jogávamos em casa. Uns dias antes de cada jogo, o Papin chegava para mim e me dizia: “Mozer, vais ver o que é um estádio cheio e um ambiente terrível.” Terrível para os outros. Não sei se o se o Papin dizia isso para me intimidar, já que era novo no clube e não percebia muito daquela conversa. Mas para mim, sempre pensava: “Este cara precisava de jogar no Maracanâ ou no estádio da Luz, cheios. ” Era o que eu pensava.

Até que, na taça dos campeões, nas meias-finais, o Benfica calhou no caminho do marselha. Fiquei, ao início, desgostoso, porque ia defrontar o meu Benfica, o clube que os meus companheiros sabiam que eu adorava. Me lembro de Sauzée, o meu zagueiro do lado me ter perguntado: “Você vai estar em condições de jogar contra o Benfica? ” Aí, senti que beliscavam o meu profissionalismo. Nos dois, jogos joguei a duzentos por cento. Depois do primeiro jogo, em marselha, uns dias antes de jogarmos na Luz, virei para o Papin e lhe perguntei: ” Papin, você quer mesmo ver o que é um estádio cheio, com 120 mil a gritar todos para o mesmo lado? ” Engraçada a reacção do Papin: “Você, está querendo me meter medo, Mozer?” Não estava não e por isso lhe disse para esperar para ver. E já agora, tremer.

Pois bem, chegou o dia, chegámos no estádio da Luz e fomos logo indo para os balneários. Muitos risos, muita convicção de que íamos jogar a final da Copa dos Campeões. Lembro até que Tapie disse aos jornalistas franceses que lhe podiam chamar de Bernardette se o marselha perdesse a eliminatória. Antes de subirmos ao relvado, para o aquecimento, Papin ainda troçou de mim, dizendo que estava já “tremendo de medo”. E ria-se bastante. Os jogadores foram saindo do balneário e eu atrasei um pouco, porque estava colocando uma ligadura no tornozelo. Quando cheguei perto do tunel de acesso ao estádio, começo a ver os meus companheiros, completamente assustados e todos do lado de dentro, não querendo entrar. Só depois percebi que, nessa altura o Eusébio foi chamado ao relvado para receber uma homenagem e foi aí que o estádio quase vinha abaixo. Logo no momento em que os meus companheiros do marselha se preparavam para entrar. Claro que voltaram atrás assustados e me perguntado: “O que era aquilo?”. Aquilo respondi eu, é o INFERNO DA LUZ.

Aí todos me começaram a me dizer para ser eu o primeiro a avançar, subi as escadas, entrei no relvado, não fui mal recebido e quando olhei para trás, estava sozinho. Espreitando, à saida da escadaria estavam alguns dos meus companheiros do marselha, ainda com um olhar de medo e só nessa altura começaram a entrar. No regresso às cabinas, perguntei a Papin: “Já sabes agora o que é um estádio cheio e um grande ambiente?” A resposta, nunca mais a esqueci: “Mozer, nunca vi uma coisa destas. Tudo isto é incrível. Sempre tiveste razão, o Benfica é ENORME! ” Naquela noite, o marselha perdeu, fiquei triste mas senti orgulho pelo Benfica. E já agora, naquele balneário, fui o unico a ter uma vitória. Foi uma vitória moral, sobre aqueles que não acreditavam na grandeza do Benfica.

NOTA: Este testemunho, esta demonstração do que é o Inferno da Luz, quer igualmente recordar que este ambiente criado não tinha divisões entre benfiquistas. Quem lá esteve sabe o que se sentia naquelas bancadas. Este é o verdeiro INFERNO DA LUZ . Será que os nossos adeptos este ano alguma vez criaram este INFERNO? Eu respondo. Não. E acrescento, o legado que os nossos Bisavós, Avós e Pais nos deixaram diz claramente que o INFERNO DA LUZ é para os adversários, não para a nossa Equipa.

E o borrego que continua a crescer…

Leonardo Jardim disse antes do jogo que queria ir matar o borrego à Luz!…., mas ainda não foi desta amigo! O borrego vai continuar a crescer, a crescer, e não serás tu que o vais matar, porque para o ano já todos sabemos qual o teu mais que possível poiso, e ai não vais precisar de matar borregos, porque ai há quem os mate por ti!!!…, e com outras armas…

Sem comentários….

A única coisa que se poderá dizer, é que isto é uma autêntica vergonha!!! 

Isto vai muito além do humor ou da sátira! Isto são provocações baratas de um jornal que a cada dia que passa, se assume mais como mais um dos “ANTI” que por ai andam! De mim já há muito, mas muito tempo que não ganham um cêntimo! Nem nunca mais ganharão…!

Paus mandados!!!

Final da Champions League 2014 no Estádio da Luz

O Estádio da Luz vai ser o palco da Final da UEFA Champions League em 2014.

A decisão foi tomada no primeiro dia da reunião do Comité Executivo da UEFA, em Istambul, na Turquia.

O Estádio do Sport Lisboa e Benfica, recebe desta forma, a mais importante prova europeia de clubes.