Tagged: Carlos Lisboa

O Campeão Nacional fecha o plantel com duas contratações fantásticas

Cláudio Fonseca e LaceDarius Dunn fecham o plantel da equipa de basquetebol

A equipa do Benfica campeã nacional de basquetebol comandada por Carlos Lisboa assegurou as contratações do poste português Cláudio Fonseca, que regressa assim ao basquetebol nacional depois de uma passagem pela equipa espanhola do Plasencia e do base/extremo norte-americano LaceDarius Dunn, ex-Bnei Hasharon.

Estes são assim os últimos reforços da equipa encarnada para a nova temporada que se avizinha, depois de já terem contratado Carlos Andrade (ex-FC Porto) e Ricky Franklin (ex-Lusitânia).

O Benfica conseguiu assim assegurar um dos jovens jogadores promissores no basquetebol português, Cláudio Fonseca de apenas 23 anos, o jogador mede 2,07 metros de altura e foi um dos melhores jogadores da Selecção Nacional durante a fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2013, com uma média de 12,4 pontos e 5,8 ressaltos. O jovem jogador antes da experiência em terras espanholas tinha jogado ao serviço do Vitoria de Guimarães.

 Já o basquetebolista norte-americano, LaceDarius Dunn, de 25 anos de idade, tem 1,94 metros de altura jogou na última temporada ao serviço do clube israelita, Bnei Hasharon, tendo jogado basquetebol universitário no seu país ao serviço do Baylor Bears, onde conseguiu alguns números de grande relevo.

A equipa de Basquetebol do Benfica nas casas de apostas parte como grande favorito para vencer o campeonato de 2012/2013, numa época em que a equipa do FC Porto e a equipa do Barreirense suspenderam a presença das suas equipas seniores na modalidade, estando neste momento a Liga reduzida a apenas 10 equipas, ao contrário das 12 previstas inicialmente.

Referir apenas que pode acompanhar em directo vários jogos de basquetebol no site da bet365 em desporto em directo.

Anúncios

Medo? Nenhum ! Temos vergonha!

Não temos medo !

Temos vergonha!

Os incidentes no final encontro com o FC Porto, onde vencemos por 56-53, levaram a nossa equipa encarnada a sair de campo sob protecção da Polícia, debaixo de uma chuva de objectos lançados por adeptos do FC Portoe o Benfica saiu de campo sob proteção policial.

Medo? Nenhum !

Vergonha? Muita. Tudo isto ocorre num Estado de Direito numa Cidade de Portugal. Esta vergonha não é imputável à Cidade do Porto que durante anos tem vindo a ser usada, diria mais, abusada por Pinto da Costa e seus Acólitos para satisfazerem os seus interesses pessoais alegando agir no interesse de uma Região. Este estado dentro do Estado tem tido em demasia a nossa permissividade enquanto País. A Cidade do Porto, seus habitantes, os Portuenses, o Norte, Minhotos ou Transmontanos não se revêem nesta tentativa de tornar um actual pequeno Clube de Contumil num braço armado de meia dúzia de pessoas sem escrupulos.

Este “terror” provocado pelo ambiente hostil  é uma constante na vida de Pinto da Costa enquanto  dirigente de um clube outrora respeitado.  A minha preocupação e que se entre numa acomodação a registos como os que ontem sucederam no Dragão Caixa Refletem fielmente a dimensão do real problema e que é o facto de todos termos passado a achar normal o que por ali acontece quando o Benfica lá vai jogar. A PSP vai levantar um inquérito? Ok, aguardo…..sentado.