Tagged: arbitragem

Casamento em segredo de Pinto da Costa no Brasil, causa mal estar na APAF!

Segundo pudemos apurar, o casamento de Pinto da Costa e da “neta” Fernanda Miranda, no Brasil, na localidade de Touros, terra natal da noiva, está a causar um mal estar generalizado na APAF, principalmente junto daqueles que ainda não tiveram oportunidade de conhecer a terra de Vera Cruz “à pala” do presidente do clube da fruta! Comenta-se no seio da arbitragem, porque é que uns são filhos da fruta, e outros filhos da…, mãe?

Apenas alguns amigos mais próximos e os dois filhos do presidente da fruta foram informados do matrimónio, o que para os árbitros é uma grande falta de consideração, porque segundo eles, quem mais tem sido amigo do noivo? Os familiares e os filhos, ou eles? Para nós foi uma falta de respeito para esses profissionais da fruta e do café com leite…, não se faz! Eles dão tudo pelo clube, e depois é isto que lhes faz!…

Relativamente ao local do casamento na terra natal da noiva, que dá pelo nome de Touros, achamos que não se trata só de coincidência no nome! Touros? Hummmm, cheira-nos que existe algo mais do que coincidência…! 73 anos o noivo…, 25 anos a noiva…, Touros…, chifres…, hummmmm….

 

Anúncios

Hummm…, é por isso!…

Há que poupar!!!…, entretanto outros já se vão preparando para a inflação que as arbitragens vão sofrer…!

Pedro Proença. Para lembrar a frase: «É O QUE A GENTE COMBINOU»

Ao ler as declarações de ontem de Proença,  de imediato a palavra “QUEM” fez tocar bem alto e com estrondo o sino. “Quem...” ? “Quem” não é nada !!! Quem diz “quem” sabe ! Quem não diz o que “sabe” ou lhe é indiferente ou terá medo porque estará incluído no “quem”?

Já ninguém ou poucos ligam ao facto de caso após caso toda esta gente implicada no Apito Dourado ter passado impune à justiça, uns por pretensos buracos na lei terem sido aproveitados por ratos de Direito outros por Juízes que condenaram “uma escuta” ao Gondomar e não consideraram dezenas delas a Pinto da Costa.

Mas, creio que ainda mais gente se esquece que Pedro Proença foi mencionado no processo do Apito Dourado. Esquecidos. Nós recordamos, o que uma vez mais se encontra nas gravações:

Na véspera do encontro que decidiria a Supertaça da época de 2003-2004, o presidente do FC Porto preocupava-se em saber quem seria o árbitro que iria dirigir o confronto que poria frente a frente FC Porto e União de Leiria. Assim sendo, nada como obter informações junto de Pinto de Sousa, o presidente do Conselho de Arbitragem.

A frase que saíu? Significativa:

«É O QUE A GENTE COMBINOU»

Na véspera do encontro que decidiria a Supertaça da época de 2003-2004, o presidente do FC Porto preocupava-se em saber quem seria o árbitro que iria dirigir o confronto que poria frente a frente FC Porto e União de Leiria. Assim sendo, nada como obter informações junto de Pinto de Sousa, o presidente do Conselho de Arbitragem.

Mais uma escuta descoberta entre Pintos – o da Costa e o Sousa:

Conversa interceptada entre Pinto da Costa e Pinto de Sousa no dia 30 de Junho de 2003…

…basta esta passagem… Pinto de Sousa para Pinto da Costa:

Pinto de Sousa: – “É…mas vou devagarito, pá, calmamente…vou falar com o Pedro Proença!”

Pinto da Costa: – “Vais?”

Pinto de Sousa: – “…grande jogo em Guimarãe, pá! Vai fazer um grande jogo!”

Pinto da Costa:- “Com recado para não expulsar ninguém”

Pinto de Sousa:- “Eh! Eh! Eh!”

…Nove dias mais tarde, no estádio Municipal de Guimarães, Pedro Proença seria de facto o árbitro da Supertaça. O Porto venceria por 1-0, golo de Costinha aos 55 minutos…

A imprensa unanimente destacou que o único golo da partida Costinha saltou com o guarda redes leiriense tendo este sido nitidamente impedido de chegar à bola pelo jogador portista…

Expulsões…De um jogador adversário.. e assim os Pintos puderam dormir descansados.

Afinal, o termo “quem” em tudo idêntico ao habitual “ah e tal foram eles…” de quem nem fala nem está calado antes pelo contrário, tem nomes associados, certo? Sim, a pergunta é retórica. Afinal, Pedro Proença, como ficamos, o seu nome surgindo no diálogo e com as conclusões óbvias, servem para poder identificar os nomes? Ou ficamos pelos bois?

Não, como é óbvio não nos esquecemos, nem nos iremos esquecer !

Sporting pede? Vítor Pereira faz !

Soube-se hoje o motivo pelo qual Bruno Paixão ficou sem as insignias da FIFA. Eis o que a notícia do Jornal Record diz:

O advogado de Bruno Paixão fez chegar à redação do Jornal Record um esclarecimento, no qual responsabiliza Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da FPF, pela perda das insígnias de internacional por parte do árbitro setubalense.

Segundo o documento, na base da má classificação de Paixão na época que agora termina está a decisão de Vítor Pereira de, na sequência de uma reclamação do Sporting, rever a nota do juiz do Barreiro na partida Gil Vicente-Sporting, disputada a 19 de março.

O observador ao jogo, Humberto Gonçalves, avaliara com 3,4 a atuação de Paixão; nota que seria revista para 2,0 pelo presidente dos árbitros. Ora, esta alteração, que vai contra as normas da UEFA, fez com que o juiz acabasse mal classificado e perdesse o estatuto de internacional.

Assim se confirma o que há muito se tinha como certo, embora de forma tácita. A Arbitragem em Portugal, é um mundo estranho, autocrático, manipulado e manipulável ! Não quero saber se é com Bruno Paixão, Xistra, Sousas ou sejam lá quem eles sejam. É por demais evidente o conluío existente.

Mas tomando este caso como exemplo, o Sporting Clube de Portugal fazendo juz à sua fama, de Clube das carpideiras, dos lutos e de Viscondes que apesar de não terem um cêntimo, ainda usam o brasão para “assustar” os “Vítor Pereiras” do nosso País.

Queixou-se o Sporting da actuação de Bruno Paixão aquando do jogo da época 2011/12. E Vítor Pereira lá fez o favor de baixar a nota que o observador tinha dado ao árbitro de 3,4 para 2,0. Com isto, segundo o representante de Bruno Paixão, perdeu as insignias da FIFA pela posição que ficou no tal Ranking que apenas é entendido se o viramos ao contrário. A fazer fé nas palavras do Advogado de Bruno Paixão, tal é contra a regulamentação da UEFA, a ver vamos então.

Posto isto e após ver o jogo, mais não vimos que um Gil Vicente dominador e que com mérito venceu o jogo. O vermelho é para vermelho e por muito que custe aos sportinguistas, na segunda grande penalidade o jogador do sporting retira a bola do lance com o braço resultando, o resultado disso é óbvio. Mas, nem é sobre os lances, sobre o resultado ou sobre as tais das insígnias de Bruno Paixão que nos indignamos. É sim com a dualidade de critérios existente para com este Clube dos choradinhos e com o que foi feito ao Sport Lisboa e Benfica . Bruno Paixão, ficou sem as tais das insignias, ok, Pedro Proença, lá segue o seu caminho de tal forma que está nos 3 árbitros que podem arbitrar a Final do Europeu 2012. De facto há muito que se perdeu a vergonha.

Mais, a seguir ao jogo Gil Vicente – Sporting, Carlos Freitas disse  querer o “Bruno Paixão banido…”

O director desportivo do Sporting criticou o árbitro Bruno Paixão e disse que foi ele a “resolver o jogo” e não o Gil Vicente.

Lembremos as palavras de Carlos Freitas:

Este senhor [Bruno Paixão] não se limitou a inclinar o campo, resolveu mesmo o jogo“, disse, indignado, Carlos Freitas no final da partida entre o Gil Vicente e o Sporting, da 23ª jornada da Liga de futebol, que os minhotos venceram por 2-0.

Carlos Freitas sustentou ainda que “já não vale a pena pedir audiências a Vítor Pereira [presidente do Conselho de Arbitragem] ou fazer exposições” e sugeriu que a solução para este problema “passa por banir” estes árbitros, sendo que Bruno Paixão, “é um deles“.

É altura do senhor Vítor Pereira, que é o líder desta malta, vir explicar o que se passou nos testes físicos

Quanto a Presidente, recordemos:

Godinho Lopes: “Árbitro incompetente que não devia estar no futebol  e devia ser irradiado do futebol português.”

Para lembrar o tal jogo:

O que interessa reter, o Sport Lisboa e Benfica ficou sem 13 Pontos (TREZE) nesta Liga da Vergonha. A recordar apenas dois jogos e por motivos diferentes.

O primeiro: O jogo com a Académica é aqui recordado porque numa arbitragem escandalosa nem  Jorge Jesus nem Luís Filipe Viera disseram nada. Não se falou de arbitragem após o jogo.

Imaginem isto com as carpideiras do Campo Grande!

Aconteceu algo a este árbitro Hugo Miguel? Não, não aconteceu.

Já no Roubo, Gozo, Falta de Vergonha de Proença no Estádio do Sport Lisboa e Benfica no jogo com o Clube Corrupto por fim Jorge Jesus disse:

Este golo de Maicon poderá ser fulcral na decisão deste Campeonato!!!…Pois em caso de empate entre Benfica e Porto, o Porto vence no confronto directo, podendo dar-se ao luxo de perder e continuar líder” (E FOI FULCRAL)

No lance em causa estavam dois jogadores do porto fora de jogo e um deles era Maicon.”

foi a terceira equipa que nos derrotou

E Luís Filipe Vieira acrescentou:

Viram o que se passou aqui e em Coimbra. Parece-me que Pedro Proença se sente condicionado a apitar o Benfica, então que não apite mais jogos do Benfica. É o desafio que lanço, nomeadamente a Vítor Pereira (presidente do Conselho de Arbitragem)“, apontou Vieira.

O que aconteceu a Proença?  1º Lugar no RANKING dos árbitros portugueses

JJ e Vieira advertidos e multados pela Liga…

 

Andamos a brincar com o fogo senhor Vítor Pereira?

Recurso a árbitros estrangeiros nos campeonatos profissionais

A Assembleia Geral extraordinária da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aprovou ontem o recurso a árbitros estrangeiros nos campeonatos profissionais, ratificando a proposta da Liga de Clubes.

Diz a proposta agora aprovada… «Podem igualmente arbitrar competições organizadas pela Liga os árbitros e árbitros assistentes inscritos em federações estrangeiras com as quais a FPF estabeleça contrato tendo por objecto o intercâmbio de serviços em condições de paridade que possuam categoria equivalente às referidas.»

Espero para ver na prática esta medida concretizada.
O mais incrível é o facto deste assunto ter sido praticamente abafado na imprensa… 

A ver vamos

Árbitros e os seus salários

Muito se fala na profissionalização dos árbitros e para que o seu trabalho seja bem feito.

Então vejamos o que ganham os árbitros e depois alguém que me diga o que se pode chamar aos mesmos com o montante que recebem e se quando prejudicam equipa não deveria perder parte deste montante (não esquecer que todos ou quase todos têm outros empregos).

Não esquecer que uma má arbitragem prejudica muito um clube, não só com a derrota e perca de pontos bem como cotações na bolsa. Por exemplo, o BENFICA ao ser prejudicado, no dia seguinte podemos ver uma descida na sua cotação…

 

João Capela e Artur Soares Dias completam o pódio do ranking das remunerações

Hugo Miguel, da AF Lisboa, é o árbitro mais bem pago do futebol português, a quatro jornadas do final da época, com 33.338 euros recebidos até ao momento, pelas participações no campeonato, II Liga, Taça da Liga e Taça de Portugal, segundo dados revelados pela agência Lusa, neste domingo. O também lisboeta João Capela e o portuense Artur Soares Dias completam o pódio do ranking das remunerações.

João Capela ocupa a segunda posição com 32.286 euros, menos 1052 que Hugo Miguel e mais 314 euros que Artur Soares Dias, que recebeu 31.972 euros. Todos estes valores incluem um subsídio de treino mensal de 400 euros, durante nove meses (3600 euros no total).

Hugo Miguel dirigiu já 31 jogos, 25 como árbitro principal (10 na Liga, 10 na IIL, quatro na Taça da Liga e um na Taça de Portugal) e os restantes seis como quarto elemento. João Capela esteve presente em 30 encontros (11 na Liga), também 25 como líder da equipa de arbitragem, enquanto Artur Soares Dias foi destacado para 28 partidas, 26 como juiz principal e duas como quarto árbitro.

Apesar de Hugo Miguel liderar este ranking, João Capela, com mais jogos arbitrados no principal escalão, é o árbitro que mais recebeu pelo desempenho na Liga, com 16.408 euros. Pedro Proença, também de Lisboa, é o segundo nestas contas do campeonato, com 15.736 euros, ainda que seja o 20º da lista, com um total auferido de 24.906 euros (menos 8432 euros que Hugo Miguel). O algarvio Nuno Almeida, 21º no ranking, é o mais bem pago da II Liga, com 10.354 euros.

Na última posição surge Olegário Benquerença, da AF Leiria, convocado para 13 encontros, sempre como árbitro principal, com um rendimento de 18.014 euros.

Liga e Federação gastaram, até ao momento, perto de 700 mil euros com os 25 árbitros da primeira categoria, tendo estes recebido, em média, 27.873 euros (cerca de 3.097 mensais).

Refira-se, ainda, que os juízes recebem 1272 euros por cada jogo na Liga, 890 na IIL e um quarto destes valores é pago aos quartos árbitros. Caso o jogo seja disputado durante a semana, são pagos mais 118 euros.

Em 2011/2012, os árbitros conseguiram um aumento de cinco por cento nos prémios de jogo.

Rede de subornos no futebol

Como mostra a imagem da capa do CM de hoje, a videovigilância do banco filmou/gravou a cara de quem depositou os dois mil euros na conta do Cardinal.

Agora tudo depende de quem esteja por trás dos pagamentos/subornos e saberemos que serão válidas as denuncias, imagens e restantes provas, já que escutas e outras imagens captadas anteriormente noutros casos, foram anuladas.

Ontem foi assim no BENFICA POWER:

https://benficapower.wordpress.com/2012/04/11/cardinal-sera-o-apito-dourado-a-queimar-um-dos-seus-antigos-peoes/