Tagged: anti corrupção

Onde chega a imagem da corrupção do nosso futebol

Eis porque dentro do que nos for possível  tudo faremos para que o Mundo possa ouvir e saber o que é a vergonha chamada Liga Portuguesa. Para que todos  possam ouvir e saber que o FC Porto é o clube de futebol mais corrupto. Neste caso, são os Suecos a fazê-lo.

Para quem acha que apenas por cá se fala da vergonha da Corrupção no Futebol português aqui fica.

Na Suécia eis o que se falou e ainda se fala:

 “Porque será que aconteceu o que aconteceu ao Marselha e o seu Tappie preso? Por que razão Moggi foi punido e a Juventus enviada para a segunda divisão?”

Comparando o que Moggi e Tappie fizeram ao pé de Pinto da Costa e o seu FC Porto apenas os torna nuns meninos de couro.”

Esta é uma razão pela qual, o Sr. Platini, apenas encolheu os ombros a toda a corrupção que se passa no futebol em Portugal. Assim, Pinto da Costa vai continuar com este sistema.

Reparem neste Site,

http://www.svenskafans.com/europa/portugal/artikel.asp?id=236145

e neste Fórum:

http://forum.fmsweden.se/viewtopic.php?t=12488&sid=1b3338f8619505d50e53aae6550c8e2b

Onde chega esta vergonha… Neste Fórum sobre Corrupção no Futebol, alguém ao fazer referência à corrupção em Itália recebe esta resposta:

…se pensam que em Itália é mau, nem imaginam o que se passa em Portugal...”

 Basta um tradutor On-Line para se entender o que ali ainda está mais escrito.

«Classificação está aldrabada por influência dos árbitros»

João Gabriel: «Classificação está aldrabada por influência dos árbitros»

O director de comunicação do Benfica, João Gabriel, manifestou à nação Benfiquista assim como à restante a indignação em relação às últimas arbitragens dos jogos onde tem vindo constatemente a ser e de forma ojectica prejudicado.

«O senhor Vítor Pereira já lidera há tempo suficiente os árbitros portugueses para continuarmos a poder tolerar o que está a suceder. Nesta altura a classificação está aldrabada por influência direta dos árbitros», vincou, pedindo ao presidente do Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol que tenha «critérios iguais para todos os clubes».

João Gabriel enumera alguns casos, como «dois foras de jogo mal assinalados ao Benfica em Coimbra», ou «o fora de jogo de mais de um metro que decide a partida contra o FC Porto, na Luz». Para mais, neste último caso, estranha que o árbitro auxiliar responsável pelo «erro grosseiro» tenha ficado «melindrado com o treinador do Benfica em vez de incomodado pela decisão».

O responsável encarnado fala ainda de uma «agressão a pontapé a Aimar, na área, no jogo de Coimbra», lance em que não foi assinalada grande penalidade, e do «choque casual entre Emerson e Diego Barcellos, que já deu penalty contra o Benfica, na Luz, frente ao Nacional», sem esquecer que «Bruno César foi atropelado em Paços de Ferreira, também na área, e ainda levou amarelo». Junta a estes casos «outros dois penalties não assinalados em Paços de Ferreira e um em Guimarães», o que merece o seguinte comentário: «Em matéria de penalties, a regra parece ser só marcar quando a falta obrigar a internamento hospitalar.»

Relativamente ao jogo de Olhão, João Gabriel acusa o árbitro João Capela de ter permitido o «antijogo do Olhanense», defendendo que «em 90 minutos jogaram-se 30 no máximo». O juiz é ainda acusado de ser «diligente moço de recados do treinador do FC Porto», tal a atenção com que observou os lances de bola parada na área algarvia, «para garantir que não havia bloqueios que irritassem o treinador do FC Porto». Como tal, e lembrando mais uma vez a «expulsão de Aimar numa jogada legal», quando uma entrada de Toy sobre Javi García teve outro entendimento, conclui que «foi João Capela quem bloqueou o jogo e não parece que o tenha feito com ingenuidade».

Fonte: Jornal Record

Porque se eterniza no tempo a corrupção do FC Porto

Ricardo Costa, antigo Presidente da Comissão Disciplinar da Liga não ter sido reconduzido no seu mandato em 2010 por Fernando Gomes não me espantou em nada. E não constituíu qualquer novidade tendo em conta principalmente o que o próprio em entrevista que infelizmente muitos perderam e outros tantos ignoraram.

O BENFICA POWER, reproduz no final deste texto frase emblemática, do Juíz Ricardo Costa, parte dessa entrevista ao Semanário Sol. Num espaço de 3 anos, muitas peças de encaixam como poderão observar.

Que grande entrevista a de Ricardo Costa ao “Semanário Sol”.

Com a clareza e frontalidade de quem nada deve e nada teme, este boavisteiro nascido no Porto, afirmou preto no branco que à luz dos novos regulamentos aprovados pela Liga, o FC Porto desceria de divisão pelos actos de corrupção praticados pelo Seu Presidente.

E se o castigo de seis pontos, mesmo à luz dos anteriores regulamentos (que não puniam boa parte dos crimes praticados) tivesse sido aplicado no ano anterior, o Porto não seria campeão.

Jogo viciado! Sem medo, sem meias palavras! Corrupção Activa que se permitiu que passasse em claro.

Na sequência dessa entrevista….

O antigo presidente da Liga de Clubes, Hermínio Loureiro, denunciou pressões do FC Porto para “correr” com Ricardo Costa da Comissão Disciplinar. Uma entrevista imperdível.

Hermínio Loureiro deixou a Liga e concedeu uma entrevista ao Semanário Sol. As palavras do ex-presidente da Liga de Clubes tiveram pouco eco, o que não condiz com a gravidade de algumas afirmações. O BENFICA POWER fez eco dessas palavras, e fá-lo de novo para que ficam assim eternizadas no espaço que eterniza a corrupção do FC Porto, as pressões e os agentes fiéis que agem em nome do clube.

A pergunta do jornalista Luís Rosa: “Valentim Loureiro ou Pinto da Costa nunca lhe disseram para controlar o que Ricardo Costa (presidente da Comissão Disciplinar da Liga) andava a fazer?”

A resposta: “A única pessoa que me falou do Ricardo Costa foi o Adelino Caldeira, vice-presidente do FC Porto, a 3 de Setembro de 2008, num almoço no restaurante Lusíadas, em Matosinhos. Ele foi clarinho e apreciei a frontalidade. Disse-me: ‘Meu caro, ou você corre com o Ricardo Costa e tem a vida facilitada ou vamos fazer-lhe a vida negra’. Certo é que não mudei a orientação de total autonomia que dei desde o início à Comissão Disciplinar. Desde esse dia que percebi que me iam fazer a vida negra e fizeram.

E porque quereria o FC Porto afastar Ricardo Costa? [a pergunta parece inocente, mas terá de ser feita para se obter o testemunho de Hermínio]. “Tem a ver com as decisões disciplinares do Apito Dourado, como é evidente”, respondeu. Hermínio Loureiro contou que Filipe Soares Franco, ex-presidente do Sporting, “também várias vezes sugeriu” que o presidente da Liga “substituísse o Vítor Pereira”.

Fernando Gomes, em 2010, então presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, disse à Agência Lusa que o tempo de Ricardo Costa na presidência da Comissão Disciplinar da Liga “não foi um tempo positivo” e que por isso não o convidou para continuar, para depois acrescentar que a anterior comissão “não teria competência” para prosseguir. Fixem estas palavras…”não teria competência”

Melhor ainda: em 2010 dito por Fernando Gomes “Passámos um período conturbado, muito mais na disciplina do que na arbitragem, foi essa a minha percepção relativamente ao convite ou não convite às pessoas que presidiam a esses conselhos. Não me parece que devamos colocar ao mesmo nível o Vítor Pereira e o Ricardo Costa e por isso mesmo convidámos o Vítor Pereira e não convidámos o Ricardo Costa” . Fantástico ! Meus caros leitores do BENFICA POWER, o período conturbado a que Fernando Gomes se referia, era nem mais nem menos que o Apito Dourado. Peço uma vez mais para seguirem estas palavras até lerem as palavras de Ricardo Costa a seguir.

O melhor? Vem agora. Leiam, fixem, gravem bem estas palavras de Fernando Gomes: Lembro, Ricardo Costa, presidente da anterior Comissão Disciplinar foi quem enfrentou sem receio e com diversas decisões polémicas sobre o FC Porto, clube de que Fernando Gomes foi administrador até Fevereiro desse ano de 2010 até ter passado a Presidente da Liga. Pois bem, não espante ninguém que o ex presidente da Liga faça uma avaliação claramente negativa do Juiz Ricardo Costa. Meu caro leitor, atente nestas palavras de Fernando Gomes, são um verdadeiro tesouro a que ninguém ligou na sequência de tudo o que têm vindo a ser todas as épocas desportivas pós Apito Dourado onde tudo se soube, se sabe, se antecipa e quem queria não poude fazer, quem pode, não deixou fazer. 

Aqui estão as palavras de Fernando Gomes sobre o Juiz Ricardo Costa (pormenor, adepto Boavisteiro)

Ao longo dos diversos contactos que tive com os todos clubes aquando do processo da minha candidatura havia a ideia generalizada que efectivamente o tempo do dr. Ricardo Costa à frente da Comissão Disciplinar não foi um tempo positivo em termos daquilo que tem de ser a justiça do ponto de vista factual, concreto e objectivo de equidistância e de não grande exposição. A justiça deve ser célere, deve ser competente, deve ser rápida, e nesse aspecto creio que se deram passos significativos, mas também deve ser equilibrada e recatada. Nessa perspectiva, o sentimento que fui tendo dos próprios clubes é que havia a ideia generalizada de que essa comissão não teria competência e que não deveria continuar

Verdadeiros tesouros para registar:

o tempo do dr. Ricardo Costa à frente da Comissão Disciplinar não foi um tempo positivo em termos daquilo que tem de ser a justiça do ponto de vista factual, concreto e objectivo de equidistância e de não grande exposição

“Factual e concreto”? Mais? Não, nem é necessário nem mais um comentário…

” objectivo de equidistância e de não grande exposição” Claramente, isso é mais que óbvio. O Juiz Ricardo Costa expões em excesso a podridão existente, mas como ele disse, “Eu tenho familia, duvido que consiga ir mais longe” E não foi, NINGUÉM O AJUDOU!

“A justiça deve ser célere, deve ser competente, deve ser rápida, e nesse aspecto creio que se deram passos significativos, mas também deve ser equilibrada e recatada ” Não podia estar mais de acordo, não fora o pequeno pormenor de Fernando Gomes ter sido um dos que não permitiram essa celeridade e principalmente JUSTIÇA.

Meu comentário:

O Futebol precisa de gente que não se deixe intimidar. Os vários agentes que se movem no nosso futebol devem perceber que não existem intocáveis. Ricardo Costa percebeu isso, tentou, remou contra a maré em correntes viciadas, e em pantanos imundos.

Aqui ficam algumas das frases que se podem reter da postura tida por Ricardo Costa, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga. numa Célebre entrevista ao Jornal “Sol”

Eis que quem decidiu atirar o Boavista para os confins dos campeonatos nacionais é adepto do …Boavista. Situação curiosa, mas apenas pelo facto de o futebol português não estar preparado para saber os Clubes das pessoas que exercem este tipo de cargos.

Eis quem em 2004 começou a ver algo muito simples, apenas em 2004 a Justiça começa a intervir no Futebol !!!

Curiosa a sua resposta à seguinte pergunta:

“É o caso de dois jogos que levaram à condenação do FC Porto e do seu dirigente Pinto da Costa. Se fosse hoje, o clube azul e branco seria punido com a descida de divisão por causa dos actos cometidos pelo presidente?”

Resposta de Ricardo Costa: Exacto, com os novos regulamentos o FC Porto teria sido punido com a descida de divisão por tentativa de corrupção”

Perante isto, digo eu, e recordo que a subtracção de seis pontos ao FC Porto acontece numa altura da época em que o clube era já virtualmente campeão. Justiça vã!!! Justiça para calar.

E digo ainda como será possível campeonatos, resultados falseados pela corrupção vigente ao longo de duas décadas e meia a conspurcarem a futebol nacional, possam ficar registados para a história, apenas porque “se fosse hoje o FC Porto seria condenado” ou ainda porque apenas a partir de 2004 a justiça entrou no futebol.

Como será possível os adeptos de tão Corrupto Clube não pintarem a cara de vergonha pelo que se sabe apesar de “legalmente” ninguém lhes tocar. Eu respondo, quem estiver no futebol por bem, baixará e abanará a cara de vergonha e dirá que o porto infelizmente se confunde com o maior corrupto conhecido chamado Pinto da Costa e que se pavoneia pelas salas da Assembleia da Republica em cerimónias de beija mão e comendo do que todos nós produzimos. Vergonha!!! Outros, os sem escrúpulos, sem caracter, bandidos da consciência humana, ladrões de valores como ética e seriedade, abanarão a cabeça e ainda gozarão com todos nós, como que a dizer “sim matei” ou “sim roubei” mas…“já não nos podem tocar.”

O Futebol e a Justiça precisa de gente que não se deixe intimidar. Precisamos acabar com a ideia fixa na cabeça “daqueles bandidos” a que me referi, de que lhes bastará ficar sossegados e quietos, à espera que tudo prescreva. Em frente, sejamos optimistas, é necessário acabar com a impunidade generalizada.

O BENFICA POWER tem na razão da sua existencia não esquecer, não perdoar, denunciar tudo, todos, doa a quem doer.

Direitos televisivos valem mais de 30 Milhões!

Segundo o Correio da Manhã, o Benfica já fez as contas aos valores, e estipulou uma quantia na ordem dos 30 milhões de euros, e a meu ver fica longe dos 22,2 milhões oferecidos pela Olivedesportos. Se me perguntarem se o Benfica devia aceitar, caso esses senhores igualem esse valor, a minha resposta, como é óbvio, é NÃO!!! A nossa liberdade não tem preço!!!

Eu não confio nessa gentalha, nem um milímetro, esses CORRUPTOS só nos querem deitar abaixo, mas nós não nos vamos calar e nem deixar que eles levem a melhor. Não me esqueço o que esse canal (SportTV) nos tem feito, cada jogo que passa vimos a diferença para com os outros. Eu não estava à espera que fossem a favor do GLORIOSO, só queria isenção, o que não tem vindo a acontecer. No grupo da Controlinveste existem anti-benfiquistas a mais, e é o suficiente para o Benfica não se vender. Caros leitores juntem-se, falem, divulguem e nunca, mas nunca mesmo, se calem, pois é nestas alturas que não podemos baixar a guarda. Eu sou ANTI-SportTV…e TU???

 Segue-se a noticia que falei:

30 milhões: Benfica estipula fasquia para direitos televisivos

Dirigentes estão cada vez mais determinados em passar os jogos da Luz no canal televisivo do clube e reforçar as verbas que recebem de MEO, Clix e Cabovisão. Contrato com a Olivedesportos acaba em 2013.

O Benfica está a estudar um plano em que estima ganhar uma verba na ordem dos 30 milhões de euros, por ano, com os direitos televisivos dos jogos disputados no Estádio da Luz, recorrendo ao seu próprio canal.

Segundo apurou o Correio Sport, na mesa está o reforço de relações institucionais entre o clube e o MEO – serviço de televisão da Portugal Telecom (PT), que já conta com mais de um milhão de clientes – onde pode ser vista a Benfica TV. No actual contrato com a PT, as águias recebem mais de seis milhões de euros por ano pela cedência do canal, publicidade nas camisolas e pelo patrocínio de duas bancadas da Luz.

Caso os jogos passem a ser emitidos na Benfica TV, os dirigentes esperam que uma grande ‘fatia’ dos clientes da Sport TV (cerca de 600 mil subscritores) passem para a PT, através do MEO. Além disso, também a Cabovisão (mais de 200 mil aderentes) e a Clix (mais de 20 mil) poderão reforçar a carteira de clientes, dado que contam igualmente com a televisão dos encarnados.

De acordo com as fontes contactadas, o reforço dos montantes pagos pelas três operadoras poderá originar uma receita superior a 30 milhões de euros por ano, verba que a Olivedesportos não quis pagar. A empresa que detém os direitos televisivos do Benfica até 2013 apresentou uma proposta de 111 milhões de euros por mais cinco anos, montante que Luís Filipe Vieira recusou, no dia 6 de Março.”

By: Correio da Manhã

O Filho da Fruta…

“Pedro Proença sentiu-se mal após ter apitado o Inter de Milão-Marselha, na terça-feira, e teve mesmo de receber uma massagem cardíaca nos balneários.”

Óóóhhhh, parece que o senhor sentiu-se mesmo mal! Tadinhoooo…., acho que isto vai um pouco contra aquilo que os médicos nos fazem querer passar em que a fruta faz bem à saúde! Se calhar não faz assim tão bem…, o Pedro Proença tem que se aguentar e passar a comer outras coisas…, fruta, fruta, fruta…, isso vai acabar por dar cabo de ti, rapaz!

Numa primeira fase e para começares a fazer o desmame, nós aqui no BENFICA POWER, aconselhamos-te a levar na bagagem uns boiões de fruta, daqueles que os bebés comem, sabes…? Antes dos jogos comes um ou dois, e no final comes outro…, sempre te mata o vício no corpo e talvez a disposição para arbitrares seja outra. Isto porque compreendemos que para ti arbitrar um jogo em que a fruta não te sacie, e em que as coisas tenham que correr como mandam as leis, te cause alguma indisposição e te sintas mal depois do jogo. Chegas ali ao balneário e há algo que te falta, não é?…, nós percebemos Pedrito…! O corpo pede-te algo, não é?… Mas para não ser assim uma mudança muito radical, ao intervalo podes comer uma banana…, mas vê bem por onde…

Força nisso, Pedro! Tu vais conseguir ultrapassar essa dependência!…, ou não…

De que têm medo os adeptos do Porto?

Mas afinal de que têm medo os adeptos do Porto?

As escutas existem? Sim!  Mas podem ser usadas? Não! Mas nas escutas não é claro o ilícito corrupto activo e passivo? Sim! Então os intervenientes vão ser condenados? Não!

Não querendo enaltecer em excesso o verdadeiro prodígio que são as minhas reminiscências, mas a verdade é que compreendi tudo sobre o futebol português no dia 21 de Setembro de 1994. Disputavam-se os últimos cinco minutos da segunda mão da final da Supertaça, no Estádio das Antas. Quem marcasse, ganhava. E o Benfica marcou. Custou um bocadinho, mas marcou. Lembro-me como se fosse hoje: Carlos Secretário, um especialista a fazer assistências para os adversários, isola de forma brilhante César Brito. César Brito remata para excelente defesa com as mãos de Baía, que se encontra dois metros fora da grande área. O árbitro, Donato Ramos, mira inexoravelmente a lei que se aplica em jogos no Estádio das Antas e manda seguir. Por sorte, a bola sobra para um jogador do Benfica chamado Amaral. Amaral chuta e José Carlos, defesa-central do FC Porto, encaixa a bola na própria baliza. Golo. Mas, eis quando… o árbitro auxiliar, que naquela altura ainda se chamava bandeirinha, levanta a dita. No momento em que o jogador do FC Porto marca o autogolo, há um jogador do Benfica, a uns 15 ou 20 metros de distância, que está em fora-de-jogo posicional. Inteligentemente, Baía tinha saído da grande área para defender com as mãos o remate de César Brito, deixando depois este último em posição irregular. Golo anulado.

É claro, fiquei esclarecido. Quando surge o escândalo dos quinhentinhos do Guímaro, nem um minuto de atenção dediquei ao assunto. Para quê? Quando Carlos José Amorim Calheiros (conhecido no mundo do futebol como Carlos Calheiros e no mundo das agências de viagens como José Amorim) foi de férias para o Brasil com a viagem paga pelo FC Porto, tudo demonstrado por facturas, encolhi os ombros, e disse, qual a novidade? O clube da organização e do rigor tinha pago, por engano, uma viagem a um árbitro. E daí? Quem nunca pagou uma viagem a um árbitro por lapso que atire a primeira pedra. Acontece-me pelo menos uma vez por mês. Quando li as escutas sobre a «fruta para dormir» e os «rebuçadinhos para a noite»? Virei a página, que eu cá gosto é de novidades. E quando Pinto da Costa confessou que recebeu um árbitro em casa na véspera de um jogo, bocejei e retomei o que estava a fazer. Perspicaz, e mostrando que os amigos são o que de melhor temos na vida, Pinto da Costa ao ser avisado por um dos seus dedicados amigos, que governa a sua vida na Judiciária, ala para a Galiza onde aproveitou para comer umas belas Vieiras.

Receios dos adeptos do FC Porto em que possa suceder ao seu clube o mesmo que ao amigo Loureiro? Nahhh, nada disso Tudo calmo. Irradiados da Champions? Nahhh. Por isso, ouçam lá meus caros, se não aconteceu nada depois do golo do Amaral, dos quinhentinhos, do José Pratas a bater o recorde dos 100 metros à frente do Fernando Couto em Coimbra, do Calheiros, da fruta para dormir do serviço de árbitros ao domicílio, do Apito Dourado ou parecer de Direito Administrativo, do Proença a dar-vos até ao momento 3 Campeonatos, acham que é o facto de o SPORT LISBOA E BENFICA ter uma Equipa objectivamente superior que vos vai tramar? Nada temam. Além disso têm tempo para ler os documentos antes de o comentarem. E depois podem dizer: «Sim senhor, gostei muito de ler o parecer, a história é empolgante, e tal e coiso, e coiso e tal, mas agora vou arquivá-lo aqui no caixote do lixo, ao lado desta factura em nome de José Amorim». Mais cedo ou mais tarde, é lá que ele vai parar. Diz-se pelos meandros da Cedofeita, que Pinto da Costa terá dito “juízes, justiça? É pá vão mas é trabalhar no trabalho…”

Só pode…

Depois dos últimos acontecimentos, com supostos jornalistas, delegados da liga, e o raio que os parta a todos, cada vez tenho mais a certeza que a escola onde eles andaram é a mesma, independentemente do sector “profissional”, se é que se podem chamar profissionais a esta cambada toda, que transpira raiva e ódio pelo Sport Lisboa e Benfica! E nem sequer por um bocadinho conseguem por de lado esse tipo de sentimento, não tendo pudor nenhum em o demonstrar publicamente pelos mais variados meios, mesmo exercendo os cargos/funções que exercem!…

Devem aprender as lições assim…! Continuem a marrar…

A montanha pariu um rato…

Depois de uma “magnífica exibição” no Estádio da Luz, ontem os senhores da fruta, não foram além de um empate no estádio do dragão com a Académica, deixando no ar a sensação que o seu melhor jogador, e que infelizmente para eles ontem não esteve em campo, leia-se, pedro proença, faz uma falta enorme e foi mesmo o melhor elemento do porto no jogo da Luz.

Uma coisa é certa, os homens da fruta não jogam nadinha….! Fraquinhos…, fraquinhos…, um treinador que dá dó.., e só mesmo as acrobacias e artimanhas das terceiras equipas que vão actuando com eles, os colocam na posição onde estão.

Ontem mais uma vez, tentaram-se algumas artimanhas, só que não foram suficientes para os três pontos. O penalti da ordem que dá o empate à fruta, lá surgiu aos 90 minutos…, e se o jogo durasse mais uns minutos para além dos OITO de compensação…, que inicialmente até eram só CINCO, talvez a coisa ainda se orientasse! Leva-me a crer que se não aparecesse aquele penalti, ainda lá andavam a esta hora, até empatarem…! Uma situação a reter é o facto de as mãos dentro da área quando são a favor do Benfica, serem sempre “à queima”, ao invés, quando são a favor do porto, desviam sempre a trajectória da bola que vai em direcção à baliza! E para os mais distraídos, parece que os da fruta já vão em CINCO jogos seguidos a acabar os jogos a jogarem contra DEZ! Quando eles próprios terminam os jogos com ONZE, sem saber bem como, tal é a quantidade (com qualidade…) de miminhos que distribuem dentro de campo aos seus adversários! Critérios uniformes precisam-se!

Uma situação que vou ter curiosidade em matar, é o que irá acontecer ao árbitro deste jogo, Marco Ferreira, nas próximas jornadas…, pois o homem bem tentou, mas não foi suficiente! A classe da fruta este ano é muito baixinha e alguns árbitros ainda têm dificuldade em fazer tudo sozinhos, como fazem já com uma perna às costas os “profissionais”, xistras e proenças…! Uns peritos já na arte de falsificar e camuflar resultados, só com um apito e dois amigos com bandeiras nas mãos!

Uma última nota de destaque, e esta direccionada para o nosso Presidente! Não volte atrás por favor com a nega que deu ao canal da fruta! Ontem mais uma vez foi vergonhosa a transmissão daquelas “ditos jornalistas”! Comentários e imagens, feitas para camuflar algo e qualquer coisa que possa ser suspeita a favor da corrupção! As repetições então, é algo abismal! Se for necessário dão DEZ repetições de um lance para tentarem descobrir se a bola tocou na unha do polegar da mão de uma jogador adversário da fruta! É incrível, revoltante e vergonhoso! Que se sustentem com as vergonhas deles, e não com o nosso PRESTÍGIO!!!

Descubram as diferenças…

Nada melhor que uma “xistrada” nesta jornada, para prolongar a “proençada” da jornada passada…! Ora vejam lá se descobrem as diferenças nas imagens!

Pois claro…, na primeira já nem é preciso falar! Dois jogadores do porto escandalosamente em fora-de-jogo, mas o árbitro assistente nem viu! Afinal deu o golo da vitória a quem lhe pagou, e também eram só dois jogadores que estavam para lá da linha…, coisa pouca!

Na segunda imagem, lance que origina golo do Leiria, e que dava o empate (1-1) frente ao braga! Mas…, pasmem-se…, o árbitro assistente, viu ali fora-de-jogo!… E vejam a “excelente” colocação do “bandeirinha”…, uma posição perfeita para tirar o fora-de-jogo!

Quais são as diferenças? Isso mesmo…, as equipas em jogo!!! Vale tudo, meus amigos!!!

ERROS HUMANOS? O Kilo deles desceu dada a grande oferta

Ainda existe muito boa gente que acredita que o Futebol português se auto regenera e se transforma. Desenganem-se, os velhos hábitos que vão dando titulos aos batoteiros faz com esta corja não abdique. E claro, se lhes é favorável o vento por que o hão-de fazer? Mesmo depois de terem apanhado um valente susto com o Apito Dourado, não irão deixar o bem-bom deste “dolce fare niente” em que nos estamos a deixar caír.

Os anos vão passando, os tribunais vão recebendo recursos e mais recursos e os processos vão sendo arquivados sem castigos para vigaristas e corruptos. No último Benfica – porto ficou com a nitida sensação que estávamos nos anos 80/90 e o árbitro em vez do Proença seria um Garrido, José Silvano ou um Calheiros.

Quem viu aquele jogo. Quem o sentiu, sabe tal como eu que o cancro do futebol são os árbitros.

Quero ir ao Futebol descansado, e ficar a saber que se a minha Euipa perdeu é porque não jogou bem, ou porque falhou muitos golos, ou porque teve azar. Estou saturado, FARTO, de ver o Benfica perder por ” ERROS HUMANOS” dos árbitros. Chega.

Há anos que digo, acabem com os árbitros, a FIFA que faça uma parceria com uma Companhia Major em IT, Microsoft, Cisco, etc para se por a andar estes “tudo bons rapazes” de uma vez por todas.

Não estou a descobrir a pólvora, não estou a pedir nada que não seja exequível, pelo contrário, é perfeitamente possível dotar os campos de Futebol de uma simples tecnologia que faça algo tão simples como, é falta, não é falta, baseada NA VERDADE. Os “rapazes” vão para o desemprego? Não, voltem para as suas actividades, os que forem sérios continuaram a sê-lo, os que não forem, tentem outras formas de ilicito, e espero que sejam apanhados.

O raio que parta a desculpa do “ERRO HUMANO”, nestes últimos 30 anos o Kilo de “Erro Humano” baixou significativamente devido à grande Oferta que existe.

Cambada… Distância

Onde chega? Eu lembro-vos algo de NOVEMBRO DE 2011

“ESTÁ TOTALMENTE PROHIBIDO POR LA UEFA
Directivos del Oporto cenaron con el árbitro tras el partido contra el Villarreal
· Reinaldo Teles y Antonio Garrido, implicados en el caso ‘Pito Dorado’, acudieron al restaurante con el holandés Kuipers · También cenó allí el presidente Pinto da Costa

El Oporto, rival del Villarreal en las semifinales de la Europa League, incumplió el pasado jueves una de las reglas más importantes que marca la UEFA: la prohibición expresa de que directivos o miembros de cualquiera de los equipos contendientes acompañen a los árbitros del partido durante su estancia en la sede del choque. Y mucho menos, que coman o cenen con ellos.
Tras ciertos casos de corrupción aparecidos hace algunos años, el organismo que regula el fútbol europeo incide mucho en velar por cualquier tipo de conducta que pueda dar lugar a presuntas irregularidades. Y así lo expresa nítidamente en su reglamento: “Durante su estancia en la sede del partido, los árbitros deben ser únicamente atendidos por un enlace que será un representante oficial de las asociaciones nacionales del equipo anfitrión (artículo 20.08 del capítulo XIII)”. Es decir, sólo puede acompañarles alguien de la Federación o del Comité de Árbitros.
Pero, según ha podido saber MARCA, esta regla se incumplió gravemente la noche del pasado jueves, cuando el holandés Bjorn Kuipers, encargado de dirigir el choque entre el club luso y el Villarreal, cenó con varios directivos y personas estrechamente vinculadas al Oporto en el mismo restaurante.
Kuipers cenó en la Marisqueira de Matosinhos -de la localidad del mismo nombre situada a 10 kilómetros de Oporto- con Reinaldo Teles, directivo del club portugués y persona de gran confianza del presidente de la entidad, y con Antonio Garrido, ex árbitro luso que colabora con el Oporto.
A lo largo de la cena, el asunto fue más allá cuando ¡el propio presidente! Jorge Nuno Pinto da Costa también apareció en el exclusivo restaurante de la Rua do Roberto Ivens.
La UEFA no ve con buenos ojos estas prácticas, sobre todo teniendo en cuenta que Pinto da Costa, Teles y Garrido estuvieron involucrados en el escándalo de corrupción arbitral que salpicó al fútbol portugués en 2004 conocido como ‘Pito Dorado’.
Escuchas telefónicas
Teles y Garrido no fueron condenados porque la justicia portuguesa no aceptó como pruebas las escuchas telefónicas. El caso se saldó -además del descenso administrativo del Boavista y cinco árbitros suspendidos- con dos años de suspensión para Pinto da Costa y una sanción de seis puntos en Liga para el Oporto, que además fue apartado de la Champions League 2008-2009. Esta sanción fue posteriormente revocada por el Comité de Apelación de la UEFA.
La actuación del holandés Kuipers en dicho partido (que concluyó con un contundente marcador de 5-1 a favor de los portugueses) se saldó con tres tarjetas amarillas para los castellonenses -Catalá, Borja y Diego López-, un penalti señalado a favor de los locales y la reclamación de un posible fuera de juego en el cuarto gol del Oporto.
Ante la sospechosa irregularidad de esta cena, el Villarreal podría plantearse ahora presentar una reclamación ante la comisión disciplinaria de la UEFA, el mismo órgano al que iba dirigida la demanda presentada por el Real Madrid contra los jugadores del Barça, que fue desestimada el pasado lunes.”

A destacar:

-Parece que a Marisqueira é sempre a mesma!!! Até parece que não há mais sítios para se comer!!!

-Garrido nomeado pela FPF, para acompanhar os árbitros. O homem mais ‘sério’ da arbitragem Portuguesa!!! Será que ele também acompanha os árbitros da UEFA que apitam na Luz?!!! Se sim, então as coisas começam a fazer sentido…!!!

-Jornaleiros avençados Lusitanos caladinhos, todos… aqui não há surpresa.

-Pintinho disse no final deste jogo, que não tinha gostado da arbitragem na 1ª parte!!! Será que este também recebeu fotografias por baixo da porta?!!! Ou será que só ao intervalo, é que decidiram o ‘Menu’ da Fruta?!!!

-‘pito dourado'(!!!): A prova que os Castelhanos chamam os bois pelos nomes!!!