“Pedro Mantorras vai ser embaixador do Benfica” Luís Filipe Vieira

“O presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, elogiou esta terça-feira o percurso de Pedro Mantorras. Na cerimónia de homenagem ao antigo atleta do Clube, realizada no Camarote Presidencial do Estádio da Luz, o líder “encarnado” anunciou que o jogo de despedida do angolano vai ter lugar no dia 18 de Julho deste ano. Leia o discurso de Luís Filipe Vieira na íntegra.

“Senhor embaixador da República Popular de Angola, permita-me que lhe dedique as minhas primeiras palavras, não só para lhe agradecer a presença num acto tão significativo para nós, mas que é igualmente – estou certo – de enorme emoção e relevância para o povo de Angola, mas principalmente para dizer-lhe que o Benfica em Angola sente-se em casa e que voltaremos a Angola sempre e sempre que nos quiserem lá.

Angola faz parte da história do Benfica.

Basta lembrar a imagem de José Águas a levantar a nossa primeira Taça dos Campeões Europeus.

Ele que nasceu em Luanda, que cresceu no Lobito, mas que ficará para sempre na nossa história como símbolo do primeiro título europeu do Benfica.

A presença do senhor embaixador nesta sala confirma por isso a boa cooperação e o excelente relacionamento que temos sabido manter e que queremos continuar a ter com a República de Angola.

O futebol é bonito quando tem os melhores.

O futebol teve dias inesquecíveis quando o Pedro Mantorras passou por ele, e a grande tristeza que hoje sinto é a de ver o Pedro fora do futebol.

Sempre pautei a minha vida por procurar no futuro aspirar sempre ao melhor, por dar, no presente, o máximo que posso.

Mas a tudo isto, nunca esqueci de honrar o passado e de ser grato com todos aqueles que nos ajudaram a chegar até aqui.

Já o disse e volto a repetir, sinto hoje a tristeza de estar aqui para homenagear alguém que com a sua simplicidade e o seu talento nos marcou para sempre.

E sinto tristeza porque esta homenagem significa o adeus definitivo do Pedro ao futebol.

O futebol merecia ter tido o Pedro durante muito mais tempo e o Pedro merecia ter podido confirmar a nível mundial o jogador que era.

Este é o capítulo triste desta etapa.

O Pedro foi um exemplo de entrega, de sacrifício, de superação.

Foi – e continua a ser – um exemplo de optimismo e de persistência.

Alguém que nunca deixou de lutar, que sempre superou as dificuldades porque passou.

Acompanhei a sua luta, sei da sua capacidade de resistir, de nunca deixar de acreditar.

Foi por isso que, apesar de tudo, se conseguiu manter no futebol quando outros teriam desistido.

Mesmo para quem estava de fora, foi doloroso ver o Pedro lutar contra o sofrimento, contra as dores e contra as limitações físicas que o impediram de ser o que ele merecia e podia ter sido.

Sei o que tu viveste e tudo o que deste ao Benfica.

Chegou agora o tempo de retribuir, de dizer a todos os benfiquistas e a todos os angolanos que devem ter muito orgulho na pessoa, no carácter e no profissionalismo do Pedro.

É evidente que nunca deixarás o Benfica, porque fazes parte desta casa.

Fazes parte da nossa história e encarnas os valores que fazem do Benfica o Clube que todos conhecemos.

Tenho orgulho no apoio que o Benfica te deu – como já deu a outros jogadores no passado – porque isso diz muito do nosso carácter e confirma que o nosso passado nos honra, mas também nos obriga para com todos aqueles que serviram o Clube.

Quando um caminho acaba, há sempre uma outra opção, um outro caminho que se descobre e esse é o capítulo feliz que aqui quero assinalar.

O Pedro vai ser “embaixador do Benfica”, vai continuar a representar o nosso Clube nos quatro cantos do Mundo.

Mas o Pedro Mantorras não é um embaixador do Benfica por qualquer acto formal ou contratual, ele é embaixador do Benfica porque pelo seu carácter e pela sua entrega ganhou direito a isso.

Ele é “embaixador” do Benfica porque os benfiquistas reconhecem nele esses valores.

Todos os benfiquistas terão a oportunidade de ver o Pedro em campo uma última vez.

Será no próximo dia 18 de Julho, no nosso estádio, no jogo que a Fundação Benfica vai organizar com o ACNUR e com a Fundação Luís Figo.

Uma oportunidade para todos lhe expressarmos a nossa gratidão e o nosso reconhecimento por tudo quanto o Pedro nos deu e nos vai continuar a dar.

Uma palavra, ainda, de agradecimento ao Presidente do Sindicato de Jogadores, Joaquim Evangelista, e já agora, ao Dr. Pedro Nogueira da Rocha, que nos apoiaram – e apoiaram o Pedro – em todo este processo.

A eles o meu reconhecimento e justo agradecimento.

Permitam-me a terminar, que o faça como comecei, com uma palavra ao embaixador da República Popular de Angola.

Uma palavra de esclarecimento que é devida ao embaixador e ao povo de Angola.

A convite do Governo português, o Benfica deu o seu acordo e consentimento para participar num torneio em Angola, neste verão.

Mas também disse, meses mais tarde, que não estaria disponível para fazer essa viagem.

A nossa recusa não teve nada a ver com qualquer problema com o povo ou com o Governo de Angola.

Nada disso! O nosso relacionamento com Angola é tão forte e tão saudável que poderíamos viajar todos os meses ao encontro dos angolanos.

O que já não podemos aceitar é que o Governo português – o mesmo que nos convida pela nossa história a viajar até Angola – permita que elementos desse mesmo governo tratem o Benfica sem o respeito e a dignidade que Benfica merece.

Isso, como podem compreender, é totalmente inaceitável!

O Benfica foi e continua a ser, uma das principais bandeiras do país em todo o Mundo e qualquer bandeira tem nome, identidade e orgulho na sua história.

Nós não somos “o outro clube”. Porque se querem convidar “o outro clube” então enganaram-se na porta.

E quem se engana na porta, só pode esperar que a porta seja fechada!

Desde Março que esperávamos por um pedido de desculpas. Foi tempo a mais!

Cansamo-nos de esperar e fizemos o que tínhamos a fazer: recusar o convite.

Mas isto – que fique bem claro – não tem nada a ver com o povo ou o Governo de Angola.

Senhor embaixador, termino como comecei: o Benfica em Angola sente-se em casa e voltaremos a Angola sempre e sempre que nos quiserem lá.”” in benfica.pt

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s