Sportinguistas. Arbitragens? Mas queixam-se de quê?

Não quero desestabilizar nem ofender ninguém, até porque se são aliados não tem mal, agora em termos históricos se se intitulam de “grandes” estranho que que não saibam ou queiram agir por conta própria. Com isto concluo que Benfica é então acima de “Grande” para o Sporting e Porto.  Será que apenas fui especulativo? Que acham benfiquistas? Serão Sporting e Porto um só clube (o anti-benfica)? Perpétuo?

Vem de trás, muito de trás, e por estratégia do FC Porto a união de forças com o Sporting com o único objectivo de juntos procurarem atingir a grandeza do Sport Lisboa e Benfica. Realidade que vem dos tempos de Pinto da Costa e Pedroto.  Já por parte do Sporting, apenas posso apelidar de “Santa ingenuidade” esta “Santa Aliança”. Apenas conseguiram passar a ser um clube subalterno, cuja face visível são as gerações de ódio criadas para com o Sport Lisboa e Benfica.

Especulativo? Não, não fui. É bom recordar como factos passados podem e influenciam o presente.

A 15 de Fevereiro de 2006, João Rocha antigo presidente do Sporting confirmou o que apenas tacitamente era conhecido.

A existência de uma aliança ou reforço da mesma entre (FC) Porto e Sporting desde 1999-2000 feita pelos presidentes Jose Roquete e Pinto da Costa.

O objectivo era claro, esta aliança visava abater o Benfica afastando-o dos 1º e 2º lugares do Campeonato ou seja da liga dos Campeões. Quem o afirmou? Foi precisamente João Rocha que certificou publicamente ter saído indignado de uma reunião do conselho leonino ao ouvir José Roquete revelar esta aliança. Segundo as suas palavras “estava previsto que o porto seria quase sempre campeão e ao Sporting caberia o 2 lugar e dessa forma matavam-se dois coelhos com uma cajadada”. Palavras de João Rocha. Com a eleição de Dias da Cunha e tendo o Benfica conseguido classificar-se para a Champions, ultrapassando o Sporting em 2004/05, Dias da Cunha lá resolveu dar um murro na mesa. “O Sistema tem dois rostos, Pinto da Costa e Valentim Loureiro” recordam-se desta frase? Acabou Dias da Cunha por ganhar uma guerra com a tal dupla e com alguns sportinguistas. Surgiu entretanto uma nova personagem nesta santa aliança, e ela foi retomada, Soares Franco. E claro, era habitual vê-lo sorridente ao lado de Pinto da Costa, e a servir de moço de recados do “homem do norte”.

Posto isto? Sportinguistas, Gil Vicente? Arbitragens? Mas queixam-se de quê?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s