Zon pode ser prejudicada caso o Benfica não renove direitos televisivos com a Olivedesportos

Segundo o Jornal de Negócios na sua edição de hoje:

O BPI acredita que a Olivedesportos pode apresentar uma contraproposta depois de ver a sua proposta rejeitada ontem pelo Benfica. Caso isso não aconteça, a unidade de investimento do BES defende que a Zon poderá sair prejudicada.

A Zon Multimédia, detentora de 50% da Sport TV a par dos 50% na posse da Controlinveste, poderá sair prejudicada caso o Benfica não renove os direitos de transmissão televisiva com a Controlinveste, na opinião da casa de investimento do BES.

“Os jogos do Benfica podem ser considerados um dos elementos chave do conteúdo futebolístico da Sport TV e, na eventualidade do contrato não ser renovado, as implicações para a Sport TV e para a Zon podem ser negativas, já que o Benfica poderá procurar por outras alternativas de modo a explorar os direitos de transmissão televisiva”, escreve o analista Nuno Miguel Matias.

O clube da Luz anunciou ontem, em comunicado através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, que não aceitava a proposta da Olivedesportos, que lhe oferecia um pagamento de 22,2 milhões de euros por época, num total de 111 milhões de euros entre 2013 e 2018. Actualmente, arrecada 8 milhões por época.

O Sporting e o Porto já renovaram os contratos de transmissão televisiva com a Controlinveste, que revende depois os direitos à Sport TV, que é detida a 50% pela Zon. De fora, continua ainda o Benfica.

O “cash flow” da Zon sofre um impacto de 40 milhões de euros por época com os contratos negociados ainda em vigor, de acordo com o BESI. A casa de investimento considera que esse impacto poderá ascender a 59 ou 60 milhões de euros a partir de 2014, com a entrada dos novos contratos. Nessa estimativa, Nuno Miguel Matias assume um custo anual de 23 milhões de euros com o Benfica, bastante próximo dos 22 milhões ontem rejeitados.

Outra casa de investimento, a do BPI, salienta hoje, no seu comentário diário, que a actual situação económica impedirá a Controlinveste de fazer uma contraproposta com um valor muito superior ao apresentado anteriormente. Ainda assim, os especialistas Pedro Pinto Oliveira e João Urbano não descartam a possibilidade de serem avançados novos números por parte de Joaquim Oliveira. Apesar disso, a notícia da não renovação do contratos dos encarnados é “neutral” para a Zon.

Na bolsa, a operadora presidida por Rodrigo Costa caiu ontem 3,86% e segue agora a descer 1,05% para 2,269 euros. Já a SAD do Benfica desliza 1,05% para 0,94 euros, com uma troca de acções acima da média.

Nota: A notícia não dispensa a consulta das notas de “research” emitidas pelas casas de investimento, que poderão ser pedidas junto das mesmas. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de “research” na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Fonte: Jornal de Negócios

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s